Além do UFC: Veja 10 brasileiros que se destacam no Peso Médio

Fala Galera! Continuando a coluna “Além do UFC“, hoje eu trago a vocês o TOP 10 na categoria dos Pesos Médios (de 77.1 kg até 83.9 kg) e que...

Fala Galera! Continuando a coluna “Além do UFC“, hoje eu trago a vocês o TOP 10 na categoria dos Pesos Médios (de 77.1 kg até 83.9 kg) e que não fazem parte do plantel de lutadores da maior organização de MMA do mundo, o UFC.

10º) Markus Perez Echeimberg

Começo pelo atleta da Viscardi Andrade Team / Veras TK, Markus “Maluko” Perez. Com 26 anos, o lutador paulista que começou sua carreira no MMA profissional há três anos e acumula em seu cartel oito triunfos (3 nocautes, 2 finalizações e 3 decisões) e nenhum revés.

Markus Perez Echeimberg

(Foto: superlutas.com.br)

Markus já teve passagens pelos eventos Pegada Magazine, Reborn Strike Fight, Jungle Fight, Thunder Fight (2x), Battle of Kings e o Aspera FC.

Sua vitória mais notável, com certeza foi a última, sobre o ex-UFC Paulo “Caveira” Thiago na sétima edição do Thunder Fight, que aconteceu no dia 25 de junho, em São Paulo, por decisão unânime.

9º) Ackson Junior

Natural de Brasília, Ackson Junior, mais conhecido como o “Tank Russo” é quem ocupa a posição de número 9. Sua carreira nas artes marciais mistas começou em 2013, diante de Jeronimo Oliveira, no Rio Fight Championship 3, onde venceu com um triângulo no primeiro round.

Ackson Tank Russo Junior

(Foto: Keith Mills/Sherdog.com)

A fera de 34 anos e representante da X-GYM e Fibra Fight Team fez sua última pela organização americana, RFA (Resurrection Fighting Alliance), na edição especial RFA 29: EUA vs Brasil, em agosto de 2015, onde anotou um triunfo sobre Jordon Larson com uma chave de calcanhar no terceiro round. Segundo o atleta, o RFA garantiu o retorno para outras edições.

Ainda invicto, o “Tank Russo” soma em seu cartel profissional seis vitórias, 5 finalizações e um nocaute técnico.

8º) Gilberto Galvão

Com passagens por mais de 10 eventos, o experiente guerreiro da Astra Fight Team, Gilberto Galvão, é o oitavo colocado.

Gilberto tem 34 anos e fez sua última luta em junho deste ano pelo Aspera FC 40, onde obteve um triunfo sobre Rodrigo Carlos na decisão unânime dos árbitros laterais.

(Foto:Marcelo Alonso)

(Foto:Marcelo Alonso)

Vindo de 4 vitórias seguidas, o paulista tem anotado em seu cartel profissional incríveis 28 vitórias (15 finalizações, 11 decisões e 2 nocautes) e apenas 5 derrotas.

7) Adriano Silverio Balby de Araujo

Com exatos dez anos de carreira nas artes marciais mistas, o manauara Adriano Silverio Balby de Araujo é o sétimo colocado.

Nocauteador nato, o atleta de 36 anos e representante da Balby Team concentra em seu cartel profissional 11 conquistas diante de seus oponentes, onde 10 foram por nocaute e somente uma por decisão.

(Foto: superlutas.com.br)

(Foto: superlutas.com.br)

Com uma sequência desde 2013 com 8 vitórias seguidas, Adriano fez sua última luta em fevereiro deste ano pela vigésima primeira edição do evento Mr. Cage. Na ocasião, vitória por nocaute técnico, no terceiro round, em cima do compatriota Wallace Leal.

6) Paulo Henrique Costa “Borrachinha”

Começou nas artes marciais aos 13 anos, mais de 40 campeonatos disputados, invicto no MMA com sete vitórias, você deve estar achando que estou falando de alguém experiente, com uma bagagem de muitos anos, mas não, estamos falando do jovem atleta de 25 anos, Paulo Henrique Costa.

Com a carreira profissional no MMA iniciada em 2012, o “mineirinho” segue até então invicto. São 7 triunfos, 6 nocautes e 1 finalização.

No ano passado, 2015, o atleta fez seu debut no banner regido por Wallid Ismail: O Jungle Fight. Na estreia, vitória por nocaute técnico sobre Bruno Assis. Paulo Henrique já fez sua segunda luta pela organização, neste ano, onde anotou mais uma vitória, só que dessa vez por finalização em cima de Eduardo Ramon. Além disso, a disputa valia o cinturão interino do JF, que agora pertence ao jovem atleta brasileiro.

(Foto: Dilúvio Criativo)

(Foto: Dilúvio Criativo)

Um fato curioso é que o atleta ainda não sabe o que é disputar mais de um round, seus combates sempre foram terminados no primeiro. Resta saber como será o gás dele quando for para uma luta de dois, três, ou quem sabe cinco rounds.

Apesar de muito jovem, o lutador de Belo Horizonte, Minas Gerais, também já participou do TUF Brasil 3. No reality show – participando pelos pesos médios, venceu na preliminar o atleta José Roberto Rocha por finalização no segundo round. No episódio 7, foi escolhido para o time do brasileiro Wanderlei Silva onde enfrentou Márcio “Lyoto” Júnior, finalista do programa nos médios. No embate, vitória de Márcio “Lyoto” por decisão dividida.

5) André Lobato

Eleito como o melhor peso médio pelo Prêmio Nocaute na Rede: Melhores do MMA Nacional em 2015, o paraense ocupa a quinta colocação.

Com 31 anos e ex-campeão do Jungle Fight, André é um atleta bem rodado nas artes marciais mistas, não em anos mas pela média de lutas por ano que chega em torno de quatro.

André Lobato

(Foto: Leonardo Fabri)

Nestes sete anos de carreira profissional, André Lobato passou por mais de 10 eventos e 30 combates disputados. São 24 vitórias e apenas 6 derrotas. Em suas vitórias emplacou 17 finalizações, 5 nocautes e 2 decisões.

Lobato vem de uma sequência de 9 vitórias consecutivas – as últimas três no Jungle Fight – e onde apenas duas lutas foram para o segundo round e nenhuma para a decisão dos juízes laterais.

4) Henrique Shiguemoto

Campeão dos médios do evento japonês, Heat, Henrique Shiguemoto logo estará em uma organização de grande porte mundial. Visando melhorar seu jogo, o atleta passou um tempo treinando na renomada Blackzilians, em Boca Raton (Flórida-EUA), e também na equipe MMA Masters.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Com 27 anos e natural de Campo Grande, no Mato Grasso do Sul, Henrique vem de uma sequência de 5 vitórias consecutivas. Sua última batalha, em março deste ano, na edição 37 do Heat, o brasileiro venceu Yusuke Sakashita por nocaute técnico no primeiro round.

Seu cartel está acumulado com 10 triunfos (7 nocautes e 3 finalizações) e apenas dois reveses.

3) Delson “Pé de Chumbo” Heleno

O incansável carioca de 38 anos, Delson Heleno, conhecido no mundo das lutas como “Pé de Chumbo”, ocupa a terceira posição.

Delson tem na bagagem nada menos que 15 anos competindo nas artes marciais mistas. Sua estreia no MMA aconteceu em junho de 2001, diante de Flavio Pereira no Heroes 2, com um resultado positivo: vitória por finalização (mata-leão) no primeiro round.

O atleta natural de Teresópolis, Rio de Janeiro, competiu na primeira edição do The Ultimate Fighter: Brasil. No duelo eliminatório, venceu Giba Galvão por decisão, porém nas quartas de final acabou sendo eliminado para o finalista do reality show, Serginho Moraes.

Luta entre Sérgio Moraes e Deni "Pé de Chumbo" (Foto: UFC)

Luta entre Sérgio Moraes e Deni “Pé de Chumbo” (Foto: UFC)

Pé de Chumbo também já se apresentou no octógono mais famoso do mundo, o UFC, porém com uma estreia nada gratificante. Chamado para lutar no UFC 147, em 23 de junho de 2012, Delson Heleno enfrentou o compatriota Francisco Massaranduba que se saiu melhor e conseguiu liquidar o duelo no primeiro round por nocaute técnico.

Com o cartel de 27 vitórias (14 finalizações, 12 decisões e 3 nocautes) e 9 derrotas, Delson fez sua última luta – em junho deste ano – perante o russo, Salamu Abdurahmanov, no WFCA 23 – Grand Prix Akhmat, com a amarga derrota na decisão unânime dos juízes laterais.

2) Bruno “Blindado” Silva

Com seis anos competindo no MMA, o guerreiro de Cajazeiras, radicado em Curitiba/PR, é o segundo colocado.

Bruno Blindado, de 27 anos, é um dos grandes nomes brasileiros com destaque no cenário nacional, não é atoa que o atleta chegou muito próximo de um acerto para estrear no Ultimate, na edição histórica do UFC 198, na capital paranaense. A sondagem da organização ao atleta surgiu quando Anderson Silva deixou o card. A ideia era colocar Bruno para enfrentar o perigoso Uriah Hall, mas o jamaicano não aceitou a luta.

(Foto: Reprodução Facebook)

(Foto: Reprodução Facebook)

Vivendo um momento muito bom, o paraibano mantém uma sequência de 10 vitórias consecutivas, na última luta venceu Tiago Varejao Lacerda por decisão unânime no Imortal FC 4 – Dynamite. Com certeza é um nome que logo estará em um evento de porte mundial.

Competindo pela Evolução Thai, Bruno armazena em seu cartel profissional 15 vitórias (12 nocautes e 3 decisões) e 5 derrotas.

1) Rafael Carvalho

Enfim, o primeiro colocado. Não tinha como escolher outro nome além de Rafael Carvalho. O atual campeão do Bellator – que já conta com uma defesa bem sucedida, é o nome mais forte dos brasileiros no Peso Médio.

O carioca de 30 anos representa as equipes: Madison Team, Siam Team MMA College, Noguchi Team e LA Sports. “O abençoado”, como é chamado pelos amigos, vem de uma sequência fulminante e de um cartel de respeito.

Sua estreia no MMA profissional foi há apenas 5 anos, e foi como ninguém jamais gostaria, com derrota. Julio Cesar Araujo Fernandes, este nome foi o responsável por anotar a primeira e até então, única derrota na carreira de Rafael. O combate aconteceu no Samurai FC 6 com uma finalização no primeiro round.

Rafael Carvalho

(Foto: MMAJunkie.com)

Como um brasileiro que não desiste nunca, Rafael Carvalho faixa roxa em BJJ e Grau Azul Escuro no Muay Thai, deu a volta por cima e emplacou 13 vitórias seguidas, sendo as últimas quatro pelo Bellator.

Especialista na luta em pé e conhecido por sua trocação afiada e poder de nocaute, Rafael ganhou o cinturão vago dos pesos médios do Bellator em cima de Brandon Halsey e defendeu com sucesso diante do holandês Melvin Manhoef.

Rafael Carvalho de Souza tem em seu cartel 13 vitórias, 10 nocautes e 3 decisões e apenas um revés.

É isso galera! Espero que tenham gostado da lista e até a próxima com a categoria dos pesos meio-médios.

Para quem não viu, confiram abaixo o TOP 10 de outras categorias:

Peso Pesado -> http://goo.gl/gZEvlL
Peso Meio Pesado -> http://goo.gl/zBKrlj

Categorias
Aspera FCBellatorEspeciaisImortal FCJungle FightLutasMMA InternacionalMMA NacionalRFAUFC

Louco por MMA Internacional e Nacional. Owner do Nocaute na Rede e Redator dos sites RSEsporte.com e Torcedores.com."1% de chances SEMPRE confiante"
    Sem Comentários
  • Rodrigo
    19 agosto 2016 at 08:07
    Responder

    Bom dia. Na minha opinião nesta listagem, está faltando o lutador MARCOS ANTÔNIO BAD FACE representante da U.M.F Union Monster of Face, vem de 7 vitórias e um empate consectivas.

  • Responder

    *

    *

    RELACIONADO POR