Campanha de aniversário do Brave exalta brasileiros: 'Maiores vencedores do evento' | Nocaute na Rede

Campanha de aniversário do Brave exalta brasileiros: ‘Maiores vencedores do evento’

Setembro é um mês especial para o Brave Combat Federation
klidson_abreu
No ano passado, o dia 23 marcou a estreia oficial do evento no calendário do MMA internacional, com o Brave 1: The Beginning, show organizado no Bahrein. Um ano e mais sete eventos depois, a organização faz uma campanha nas mídias sociais para comemorar a marca, e durante todo o mês irá divulgar fatos pouco conhecidos do evento, usando a hashtag #Brave1Year.
Um deles está relacionado diretamente ao MMA brasileiro – o Brave revelou que os lutadores brasileiros são os mais vitoriosos dentre todas as nacionalidades que já passaram pelo show.
No total, 42 atletas do Brasil vestiram as luvas e entraram no cage da maior organização de MMA do Oriente Médio. Em 33 lutas envolvendo pelo menos um brazuca, eles saíram vitoriosos 25 vezes. Nomes relevantes do plantel como o campeão meio-pesado Klidson de Abreu, o peso leve Luan “Miau” Santiago e o mosca Marcel Adur lideram o caminho com dois triunfos cada. Curiosamente, o manaura Abreu tem duas finalizações no currículo, enquanto os dois atletas da CM System conquistaram dois nocautes cada.
Klidson estreou no Brave 4: Unstoppable, finalizando o russo Artur Guseinov com um mata-leão. No Brave 8: The Rise of Champions, em Curitiba, fez história ao se tornar o primeiro brasileiro campeão do mundo pela promoção, ao finalizar o alemão Timo Feucht com uma chave de braço da montada. Antes da vitória do manauara, porém, Luan e Marcel venceram, respectivamente Igor Soares e Rodrigo Melonio – os dois haviam estreado com nocautes no Brave 3: Battle in Brazil, também com triunfos pela via rápida.
Outro indício do impacto que os brasileiros tiveram no evento neste primeiro ano de operações é o fato de apenas um dos oito shows organizados não houve presença de pelo menos um brazuca, no Brave 7: Untamed, estreia da promoção no México.
Enquanto comemora o primeiro ano de operações, o Brave já planeja o próximo evento. No dia 17 de novembro, a organização retorna ao Bahrein para fechar a International Combat Week, em uma série de eventos que irão colocar o país no centro do MMA mundial, junto com o Campeonato Mundial de MMA amador, sancionado pela IMMAF (Federação Internacional de MMA).
IBlackbelt
Categorias
BraveBrave CFLutasMMA Internacional

Louco por MMA Internacional e Nacional. Owner do Nocaute na Rede e Redator dos sites RSEsporte.com e Torcedores.com. "1% de chances SEMPRE confiante"
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    RELACIONADO POR