Cezar Mutante "dispara metralhadora" contra Borrachinha e Wallid Ismail

Cezar Mutante “dispara metralhadora” contra Borrachinha e Wallid Ismail

Lutadores começaram a se estranhar e agora estão trocando farpas com frequência
(Foto: Reprodução)

No UFC 217, Paulo Borrachinha nocauteou o ex-campeão meio-médio JohnnyBig RiggHendricks ainda no 1º round. Foi sua 3ª vitória em 3 lutas pelo Ultimate, todas por nocaute. Após o combate, Borrachinha pediu por Derek Brunson, que nocauteou Lyoto Machida no último UFC São Paulo.

Brunson não aceitou o desafio de Borrachinha, com algumas razões bem lógicas para isso. No entanto, quem respondeu foi um outro brasileiro, Cezar Ferreira, o Mutante, campeão da edição do TUF Brasil. Mutante venceu o veterano Nate Marquardt e desafiou Borrachinha.

Foto de Paulo Borrachinha em seu instagram que tem como legenda a frase citada abaixo (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Ei Paulo Borrachinha, você ta muito poderoso! No próximo UFC Brasil, vou te quebrar todo. Você não pode entrar na minha casa e desrespeitar todo mundo”, disparou.

A fúria toda foi por conta do desafio feito por Borrachinha ao veterano Vitor Belfort, que é mentor de Mutante, sendo o ex-campeão do UFC responsável direto por colocá-lo no caminho do MMA.

Por sua vez, Borrachinha fez uma publicação em sua rede social que parecia bem ser uma referência ao episódio.

“Se quiser cair é só parar na minha frente. Será apagado”, escreveu Paulo na legenda em uma foto em seu perfil no instagram.

Em nova parte das provocações, Mutante mandou um recado direto para Borrachinha, agora via whatsapp.

“Vou falar na sua cara para não vir com desculpa de que não viu (o que eu falei) na TV. Você não pode ficar chamando todo mundo de frouxo e amarelão. Quando eu te encontrar, vou te quebrar todo!! Seu bundão!”, disparou o pupilo do “Fenômeno”.

Nesta terça feira, 14, Mutante, ao vivo no programa “Giro SporTV”, lançou mais provocações ao desafeto.

“O Paulo Borrachinha considero um traidor. No começo, oferecemos a ele uma oportunidade, trouxemos para treinar no nosso time, demos trabalho para ele aqui, e depois ele vai na rede social e desafia o Vítor daquele jeito, um cara que era da nossa casa. Não pelo fato de ele ter desafiado o Vítor, ele pode desafiar quem ele quiser, qualquer lenda, nós que somos lutadores estamos prontos para isso. Mas sairia em defesa se fosse qualquer outra lenda, como Anderson, Wanderlei, porque você não pode desafiar um cara desses, que construiu o esporte, que deu sangue, e chamar de frouxo e amarelão. Me corrija se estiver errado, mas isso não existe. Esses garotos de hoje – falo isso porque ele é um garoto, e perdido – estão perdendo os valores. Igual ao lutador americano (Colby Covington) que esteve no Brasil desrespeitando os brasileiros, e agora esse Borrachinha falando um monte de abobrinha e chamando todo mundo de frouxo. Acho que isso não está certo, e esse garoto precisa tomar uma lição. O negócio com ele é pessoal, quero pegá-lo e dar um pau para ele aprender a fechar aquela boca de língua presa dele”, detonou o campeão peso médio do 1º TUF Brasil. 

Quem se envolveu nessa história toda foi Wallid Ismail, empresário de Paulo Borrachinha. O presidente do Jungle Fight declarou que Mutante não pode desafiar Borrachinha porque não vive grande fase no Ultimate, e que deveria esperar melhorar para lançar tal desafio.

“Todo mundo sabe que sou a pessoa que mais apoia os desafios, mas no caso do Mutante ele desafiou na hora errada, está cambaleando no UFC. Vocês imaginam que ele vinha de uma derrota e agora venceu por decisão dividida, isso é muito ruim. E ele está cambaleando, podia ser demitido se perdesse. Se os juízes tivessem dado para o adversário dele, podia estar demitido. Então, ele não pode desafiar um cara que está a caminho do cinturão, que vai lutar contra um top 10. Ele foi infeliz. E é o que falo sempre: quando você não está numa fase boa, não desafia ninguém, fica na tua. Aí, quando estiver bombando, numa fase legal, finalizando, nocauteando seus adversários, aí sim você tem que desafiar mesmo para ir para o top. Mas, quando você está cambaleando e quase sendo demitido, não pode desafiar ninguém. Infelizmente, e gosto do Mutante, é algo que está acontecendo com ele. Perdeu várias vezes no UFC, quatro ou cinco vezes”, declarou Wallid Ismail.

Ao olhar o vídeo da declaração de Wallid ainda no programa da SporTV, Mutante rebateu.

“Deixa eu colocar os pingos nos “is”. Wallid Ismail disse que é uma vergonha eu desafiar o Borrachinha. Vou falar para ele: Wallid, vergonha é o que você faz com os lutadores do Brasil. Paga mixarias para os caras, para alguns não paga nem hotel, prende os caras no contrato, fica levando metade da bolsa dos caras, e quer falar para mim de vergonha? Faça-me o favor Wallid, a única preocupação sua é de quanto o Borrachinha vai ganhar para você morder a porcentagem dele. Você não está preocupado com o futuro do Borrachinha, você está preocupado com o seu bolso. Para mim, você é um cafetão do MMA brasileiro”, esbravejou Mutante.

Por último, Mutante comentou sobre a carreira de Borrachinha, desde o início até os dias atuais no Ultimate, inclusive citando uma suposta montagem de cartel do rival.

“Outra coisa: eles ficam colocando Borrachinha num pedestal, e vou falar quem é o Borrachinha porque conheço. Ele é lá de Belo Horizonte, e ficava me vendo treinar quando ganhei o TUF, esperando eu descer do octógono para pedir autografo e tirar foto comigo. A carreira desse cara foi construída, é uma mentira, foi feita em eventos dentro de academia, em que pegaram o porteiro da academia para ele bater. Quem duvidar de mim é só ir lá e checar o recorde do Borrachinha e ver quem são os nomes. No UFC, ele fez três lutas, primeiro pegou um cara que estava morto (Garreth McLellan). O segundo cara (Oluwale Bamgbose) estava vindo de um abalo psicológico tão grande que eu causei, e outro cara que ele pegou é realmente um grande lutador, que é o Johny Hendricks, só que é da categoria de baixo e bate na cintura dele. Então, o Borrachinha não fez nada e estão tratando como se fosse um campeão. Ele não fez nada até hoje e nos EUA nem é conhecido. Quem é Paulo Borrachinha? Eu é que estou dando ao Borrachinha a oportunidade de lutar comigo, com o campeão do TUF, um campeonato em que nem sequer ele passou na porta. Não estou pedindo oportunidade de lutar contra o Borrachinha”, concluiu o pupilo de Vitor Belfort.

Cezar Mutante tem 32 anos e um cartel com 18 lutas, 12 vitórias (3 nocautes, 3 finalizações e 6 por decisão) e 6 derrotas (4 nocautes e 2 por decisão). Em 2012, foi campeão do TUF Brasil 1, batendo Serginho Moraes na final por decisão unãnime. No UFC, são 12 lutas, 8 vitórias e 4 derrotas. Vinha de 3 vitórias consecutivas, e fazendo suas melhores performances desde que entrou na Organização, com um jogo bem seguro, cuidadoso, e as vitórias acontecendo. Até que perdeu para Elias Theodorou. Agora, venceu Nate Marquardt e reiniciou sua caminhada para adentrar ao ranking da divisão.

Paulo Borrachinha por sua vez teu um cartel perfeito, com 11 lutas, 11 vitórias, 10 nocautes e 1 finalização. Muitos lembram da derrota dele no TUF, no entanto lutas no TUF são contadas como amadoras, não profissionais. Foi eleito em 2016 como o melhor peso médio e melhor peso por peso do Brasil no Prêmio Nocaute na Rede. Em 2017 fez 3 lutas, e como já citado anteriormente, venceu todas, e por nocaute.

Fiquem atentos aos próximos capítulos dessa novela entre Mutante x Borrachinha.

IBlackbelt
Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai do Marco Antônio, Praticante de muay thai e MMA, Graduando em radialismo, Editor chefe do Nocaute na Rede, Redator nas seções de MMA nacional e internacional, Instrutor de Trânsito.
Sem Comentários

Responder

*

*

RELACIONADO POR