Cigano, sobre adversários: "Faz sentido terem medo de lutar contra mim." | Nocaute na Rede

Cigano, sobre adversários: “Faz sentido terem medo de lutar contra mim.”

Peso pesado brasileiro fala dos seus adversários, de sua próxima luta, revanche contra o atual campeão e da chegada de seu primeiro filho
getty images

Recuperado de sua lesão no ombro, sofrida após luta contra Ben Rothwhell, Junior “Cigano” dos Santos se prepara para enfrentar Stefan Struve, no UFC Fight Night 105. A luta será o evento principal desse card, que acontecerá no dia 19 de fevereiro, em Halifax – Canadá.

Em entrevista ao site MMA Fighting, o brasileiro contou que não ficou surpreso pela escolha de “Skyscraper” por conta dos adversários recusarem lutar contra ele.

“Começamos a considerá-lo como uma opção porque nos disseram que o UFC estava tentando encontrar uma luta para mim, e a maioria deles recusaram.”

“Alguns atletas disseram que não tinham tempo suficiente para se preparar para mim, outros recusaram ou se machucaram. Quando ouvi que Stefan Struve aceitou, fiquei feliz porque estou recuperado da lesão no ombro desde outubro e não tenho tempo a perder.”

Junior dos Santos também revelou sobre as conversas de possíveis revanches contra Mark Hunt e Overeem, que foram ideias do próprio UFC em casar essas lutas antes de enfrentar Struve e ainda comentou os “possíveis” reais motivos de muitos lutadores não querer enfrentá-lo.

“Foi-me dito que Mark Hunt não recusou a luta, mas ele teve alguns problemas com o UFC, alguns contratos, então a luta não aconteceu, mas Alistair sim, recusou ‘Cigano’. Parece que foi oferecido para ele em novembro e depois em dezembro, e ele recusou dizendo que ele não tinha tempo suficiente (para se preparar). Acho que essa luta será difícil (para acontecer novamente) [risos]. Acho que ele sabe que o que aconteceu nunca mais vai acontecer. Ele teve sorte.

“Não posso apenas esperar por uma luta, para que os atletas estejam bem o suficiente para lutar contra mim. Eu entendo porque eles não querem lutar comigo. Estou em um grande momento na minha carreira, minha última luta foi ótima, e eu estou sentindo que este é o meu momento. Eu sei usar minha força e habilidade da melhor maneira possível. Faz sentido terem medo de lutar contra mim.”

O duelo entre dos Santos e Struve será uma revanche entre eles. Eles se enfrentaram há oito anos no UFC 95, quando o gigante holandês estreava na organização, enquanto que “Cigano” fazia sua segunda luta no UFC. O brasileiro venceu a luta em apenas 54 segundos de combate ao nocautear o holandês. dos Santos acredita que neste confronto seja diferente do que foi na primeira luta entre eles.

“Quando lutamos em 2009, aquela era sua primeira luta no UFC, e [era] minha segunda luta no UFC. Nós não tínhamos muita experiência. Eu acredito que será completamente diferente agora, mesmo que tenhamos a mesma linha de trabalho. Acho que vai ser uma boa luta.”

“Ele gosta de lutar e evoluiu o seu golpe.E eu sou um cara do boxe. Os anos passaram e nós definitivamente aprendemos muito, adquirimos experiência, e se tornamos melhores lutadores. Eu acredito que vai ser uma luta diferente, e é por isso que estou feliz, é uma boa partida e um grande show para os fãs.”

Cigano aplica sessão de socos em cima do holandês Stefan Struve, no UFC 95 (Foto:superesportes)

Cigano aplica sessão de socos em cima do holandês Stefan Struve, no UFC 95 (Foto:superesportes)

Na espera do próximo oponente para Stipe Miocic, o brasileiro crê que o vencedor de sua luta seja uma escolha mais próxima para disputar o título da categoria, uma vez que, curiosamente, tanto “Cigano” quanto “Skyscraper” são os únicos lutadores a vencerem o atual campeão da categoria dos pesos pesados, onde o lutador da American Top Team afirma será o número um da divisão até 120,2Kg.

“É uma grande luta para mim, e faz sentido para o UFC também reservar essa luta. Nós somos os únicos lutadores a vencer o atual campeão do mundo, Stipe Miocic.(Struve) o nocauteou, e eu ganhei por decisão, então essa luta faz sentido.”

“Eu serei o número um na divisão de pesos pesados novamente. Eu sei que os erros que eu fiz no passado, e eu realmente acredito em minhas habilidades e o que eu posso fazer. Eu sou mais rápido do que qualquer outro peso pesado no UFC. Com ou sem a USADA, seja o que for, eu ainda sou o mesmo. “

O brasileiro ainda comentou da chegada de seu primeiro filho (Bento) com sua mulher, Isadora, que dará a luz em março, e da emoção que isto o trará em sua vida, e também comenta que não quer seu filho seja lutador de MMA.

“Não só a minha carreira, mas toda a minha vida tem sido uma mistura de emoções e momentos incríveis. Isso me faz mais forte de uma forma fantástica. Eu não posso expressar o suficiente em palavras como este momento está sendo para mim. Eu acho que a melhor maneira de expressar isso é dentro do octógono.”

“Ele vai aprender (artes marciais), mas não vai ser um lutador”, disse dos Santos com uma risada.

“Esta vida é muito difícil! [risos]”

 

 

IBlackbelt
Categorias
LutasUFC
Sem Comentários

Responder

*

*

RELACIONADO POR