Especial UFC 229: o que esperar de Khabib vs McGregor

Especial UFC 229: o que esperar de Khabib Nurmagomedov vs Conor McGregor

Lutadores tem se provocado há muito tempo. Finalmente as diferenças serão resolvidas
(Foto: Reprodução)

O encontro mais esperado dos últimos anos vai finalmente acontecer. Conor McGregor estará de volta ao octógono após mais de dois anos, enfrentando o russo Khabib Nurmagomedov no UFC 229. O duelo marca o encontro entre o ex-campeão da divisão contra o atual dono do cinturão da categoria até 70 kg.

Após nocautear Eddie Alvarez no UFC 205 em novembro de 2016 e se tornar campeão peso-leve, terceiro lutador da história a ser campeão em duas categorias (penas e leves), primeiro lutador a ter dois cinturões de forma simultânea na história do UFC, Conor McGregor não competiu mais no MMA. Apenas se aventurou no boxe, onde foi nocauteado por Floyd Mayweather, o maior boxeador, financeiramente falando, da história do esporte, mas faturou o equivalente a US$ 30 milhões só de bolsa – dizem que somando tudo além da bolsa, os ganhos podem chegar a US$ 100 milhões. “Nada mau” para quem, no MMA, havia ganhado como maior bolsa o valor de US$ 3 milhões. O dinheiro conquistado no boxe era o principal fator pelo qual muitos duvidavam que McGregor voltasse a competir no MMA. O UFC acabou destituindo ‘The Notorious’ do posto de campeão.

Resultado de imagem para conor mcgregor

Conor exibe seus dois cinturões (Foto: Reprodução/ Low Kick MMA)

Enquanto Conor se aventurava em outras modalidades, Khabib Nurmagomedov seguia forte em busca do título da divisão. Após finalizar Michael Johnson, no mesmo UFC 205 em que Conor nocauteou Alvarez, venceu Edson Barboza e Al Iaquinta, ambos por decisão unânime. Sobre este último, conquistou o cinturão da divisão peso-leve.

Conor McGregor x Khabib Nurmagomedov são dois atletas sensacionais, cada um no seu estilo de combate. Um é nocauteador nato. Para muitos, o irlandês é o maior striker que já passou pelo Ultimate ou no mínimo desde o auge de Anderson Silva. O outro, ‘The Eagle’, é também para muitos, no mínimo, o maior ‘grappler’ da atualidade. Não há ninguém que resista e não acabe sendo derrubado pelo campeão. Será um confronto a moda antiga, um trocador contra um especialista na luta agarrada.

De um lado, Conor é o cara da precisão, aquele que costuma derrubar os oponentes com apenas um só golpe. A canhota precisa e potente é a arma que deve ser evitada. Uma dica simples, mas que os adversários não têm conseguido parar. Chad, Aldo, Poirier, Alvarez, são alguns grandes nomes que só precisaram ser acertados uma vez e logo “beijaram” a lona. Do outro lado, 10 oponentes não resistiram e pararam no chão quando derrubados pelo lutador russo. O que mudou foi somente o quanto cada um acabou sofrendo Alguns sobreviveram até à decisão dos juízes, enquanto outros foram finalizados ou nocauteados. Não teve, pelo menos ainda, defesa de quedas eficiente que segurasse o ímpeto de Khabib.

O confronto entre os dois será, quase certamente, decidido pelo fato de cada lutador conseguir ou não manter o combate em seu domínio. Dificilmente um conseguirá vencer na especialidade do outro. Dificilmente Khabib conseguirá um nocaute na luta em pé. E é quase impossível Conor conseguir finalizar ou “trocar grappling” com o oponente. McGregor buscará derrubar com apenas um soco, encerrando a luta o mais rápido possível. Nurmagomedov já disse que quer castigar muito o adversário, fazendo o sofrer muito. Nas entrelinhas dessas formas como cada um planeja acabar a luta tem um detalhe que, como sempre, fará muita diferença no combate: o “gás”.

Imagem relacionada

Khabib após vencer Iaquinta e se tornar o novo campeão dos leves (Foto: Getty Images)

O irlandês já é conhecido por ser nocauteador. Para fazer isso, Conor coloca muita força em seu golpe, fazendo com que mais energia seja utilizada. Dessa forma, quando a efetividade não acontece e precisa utilizar esses golpes muitas vezes, como na luta contra Nate, o cansaço logo aparece. Por outro lado, Khabib tem muito bom preparo físico. Consegue imprimir um ritmo forte durante 3 rounds – ou mais, como no caso da luta contra Iaquinta, que foram 5. Quanto mais a luta se estender, mais as chances do irlandês diminuem e mais as do russo aumentam. Mas é bom lembrar também que Conor tem aquela, já citada aqui, ótima precisão. Além da potência, acerta também nos pontos certos. Mesmo com o oponente cansado, é bom Khabib nunca “dormir no ponto” ou pode cair mesmo tendo toda a vantagem nas mãos.

O combate entre Khabib x McGregor acontece no 229, dia 6 de outubro, em Las Vegas. O confronto definirá se a categoria peso-leve segue com um rei, Khabib, ou se voltará a ser de McGregor.

 

UFC 229: Nurmagomedov vs Conor

6 de outubro, T-Mobile Arena, Las Vegas, Nevada, EUA

CARD PRINCIPAL

Leves: Khabib Nurmagomedov x Conor McGregor
Leves: Tony Ferguson x Anthony Pettis
Meio-Pesados: Ovince St Preux x Dominick Reyes
Pesados: Derrick Lewis x Alexander Volkov
PalhasFemininos: Michelle Waterson x Felice Herrig

CARD PRELIMINAR

Moscas: Sergio Pettis x Jussier Formiga
MeioMédios: Vicente Luque x Jalin Turner
GalosFemininos: Aspen Ladd x Tonya Evinger
Leves: Scott Holtzman x Alan Patrick
GalosFemininos: Lina Lansberg x Yana Kunitskaya
Leves: Gray Maynard x Nik Lentz
MeioMédios: Ryan LaFlare x Tony Martin

Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

20 − dezenove =

RELACIONADO POR