EXCLUSIVO: A primeira entrevista para o Brasil com o grande mestre Dk Yoo. | Nocaute na Rede

EXCLUSIVO: A primeira entrevista para o Brasil com o grande mestre Dk Yoo.

Um dos artistas marciais da atualidade que fundou seu proprio estilo marcial, o sul coreano Dk Yoo nos concedeu uma extensa e longa entrevista.

Provavelmente você já deve ter visto no Youtube ou na internet algum video desse rapaz, onde com muita velocidade e precisão, aplica movimentos quase imperceptíveis aos olhos. Grande mestre DK Yoo surgiu nos últimos anos como um ícone marcial, detentor de movimentos incríveis e conhecimento vasto em mais de 15 artes marciais, como Kung Fu, Tae Kwon Do, Boxing, Judo, Wrestling, Tai Chi, Savate, Wing Chung, etc… que o levaram a criar seu próprio estilo, o WarFare Combat System. Nessa entrevista exclusiva ao nosso site, o grande mestre Dk Yoo foi bem explicativo e longo em suas palavras, no intuito de difundir ainda mais sua visão há aqueles que não entenderam ainda sua linguagem marcial. 

NR: Como você conheceu a arte do Systema e, antes disso, que artes marciais praticavam?

DK Yoo: Eu vim conhecer o Systema na Coréia por volta de 2007 ~ 2008. Na época, encontrei pela primeira vez com o Systema através de um veterano das forças especiais russas chamado Sergei, e aprendi com o mestre de Systema Vladimir Vasiliev. Antes de aprender o Systema, experimentei várias outras artes marciais, incluindo boxe, kung-fu, wushu, judô e atletismo. O fato mais importante, no entanto, não é que eu seja experiente em todas as artes marciais, mas o importante é que eu conheci os especialistas de cada arte marcial, interagi com eles e compreendi o núcleo de cada uma das artes marciais através de analise de vantagens e desvantagens. Além disso, a fim de provar os movimentos, tenho lutado com muitas outras pessoas e também tive experiências de combate.
As experiências e os estudos que fiz fazem quem eu sou hoje; portanto, identificar minhas artes marciais e movimentos apenas como um Systema é um erro. Isso é apenas um resultado de todas as minhas experiências, e o Systema também participa dessa experiência. Eu chamo isso de WCS (Warfare Combat System).

 

NR: No início de sua jornada esportiva, por quem você foi inspirado?

DK YOO: Existem várias pessoas que me inspiraram. Alguns são artistas marciais, alguns são dançarinos e alguns são pintores. Pessoas de todos os campos me dão inspiração. Se eu tivesse que escolher um, eu poderia escolher Yoo Da You (俞大猷) da Dinastia Ming da China. Ele era um dançarino, um soldado, um estrategista, um poeta, um inventor, um engenheiro mecânico e um matemático. Ele me deu muita inspiração. Pessoas que são iluminadas em um princípio são capazes de encontrar princípios da maioria das outras coisas também. Yoo Da You é um ótimo exemplo desse tipo. Você está familiarizado com o Templo Shaolin? Há uma importante representação do Templo Shaolin da China. São os 18 discípulos de Shaolin (十八 羅漢 陳). É onde o monge Shaolin usa um longo bastão para atacar e defender, movendo-se com ele como se todos fizessem parte do corpo. Portanto, a citação, “Para conhecer o Shaolin, você deve conhecer os 18 Discípulos de Shaolin” existe. Yoo Da You ensinou a arte muito marcial ao Templo Shaolin. Yoo Da You percebeu um princípio e foi iluminado por mais princípios em vários lugares através dele, razão pela qual ele foi capaz de executar sua competência em diversos campos.
Meu movimento é equivalente a isso. Procuro encontrar um princípio em todos os movimentos e tentar transformar o princípio em meu. Esta é a razão pela qual eu não estou limitado a um movimento; pelo contrário, luto para expressar tudo livremente. Esta é a inspiração que ganhei do Yoo Da You. Não vou parar, eu continuo a melhorar meus movimentos. Todos os seres morrem quando parados, e é por isso que existem vários campos de movimentos nos meus vídeos do YouTube. Eu gosto muito disso.

NR: Você ainda é inspirado por algum artista marcial em particular?

DK Yoo: Eu sou continuamente inspirado por muitas pessoas. Como expliquei anteriormente, as inspirações não se limitam aos artistas marciais, são de todas as pessoas e de tudo. As inspirações não param por aí, mas se estendem até os animais e até as areias estáticas também. Todas as coisas no mundo guardam a verdade dentro delas. Uma pessoa que pode ver a verdade pode ver isso em todas as coisas e ser inspirada por ela. Arquimedes percebeu o volume da coroa quando viu a água transbordar na banheira e Newton percebeu a existência da gravidade com a queda de uma maçã. Como tal, o mundo está nos dando inspirações de todos os lugares. Abra sua mente, então você será capaz de ver a verdade em todos os lugares do mundo.

NR: Já percebi pelos videos que assisto, que você tem se experimentado em sparrings, pelo que vi do seu trabalho, você tem muitos ataques ligados uns ao outros, até com quedas e projeções, todos ligados um ao outro subsequente, essas pontes de ligação são do Systema ou são uma adaptação que você vem fazendo com sua arte marcial? 

DK Yoo: Como expliquei anteriormente, experimentei meus movimentos em vários lugares. Os experimentos às vezes eram perigosos. Eu também fui esfaqueado com uma faca duas vezes. Eu ainda tenho as cicatrizes em dois lugares do meu corpo. Eu percebi o quão inúteis eram os mecanismos de defesa de faca pré-existentes. Através dessas experiências, melhorei continuamente meus movimentos. Sua pergunta sobre o golpe através de um fluxo de movimentos não está enraizada no Systema. É de experiências como eu mencionei. Quando você acha que está mais em perigo durante uma briga? Você pode ver sobre isso em muitos estilos de artes marciais. É imediatamente após o ataque. Quando eu ataco, eu (o atacante) tenho uma defesa fraca, então há uma chance maior de ser acertado pelos contra-socos. É por isso que o atacante deve ser capaz de atacar e defender em uma fração de segundo. Eu percebi isso através de várias experiências de combate e sparring, então meus ataques consistem em outro ataque ou uma fuga após um ataque. Isto foi desenvolvido através da experiência, irrelevante no Systema.

NR: Na parte de grappling em seu sistema de combate, eu já percebi que quebrar o jogo de grappling é bastante comum no Systema, e se assemelha mais a um anti grappling do que o grappling a si mesmo, há um anti-grappling no seu estilo, mas ofensivamente falando, existe uma parte tão ofensiva no seu sistema?

DK Yoo: Minhas artes marciais são compostas por quatro partes:
Primeiro, melhorando a força.
Em segundo lugar, usando a força melhorada.
Terceiro, aplicar a força usada no oponente.
Quarto, ensinando tudo acima.
Estas são as quatro partes. Quando traduzidas em caracteres chineses, elas se tornam Esforço (功) ∙ Punho (拳) ∙ Lutar (戰) ∙ Ensinar (敎). “Melhore a força, use a força, aplique a força e ensine-a.” Meus movimentos operam através desses quatro fundamentos. Alguns movimentos melhoram a força e alguns usam a força. Além disso, outros movimentos aplicam a força em outras pessoas. Portanto, eu treino para melhorar a força dentro de mim sem me mover através do DK Cham Jang Gong e treinar para me mover livremente através de sparring com os outros. Você é capaz de ver por si mesmo os vários treinamentos e movimentos no meu canal do YouTube. Isso é treinamento em diferentes abordagens para diferentes propósitos. Se você é capaz de identificar as diferenças, você será capaz de encontrar o método de treinamento certo específico para seus propósitos em outras artes marciais também. Por exemplo, o Tai Chi contém muitos movimentos que melhoram a força. Em outras palavras, o Tai Chi é excepcional para melhorar a força, mas tentar aprender como aplicar força no Tai Chi pode ser um pouco problemático. Boxe ou artes marciais é mais eficaz em aprender isso. Como tal, você tem que ser capaz de identificar o que é certo, a fim de ser capaz de encontrar o método de treinamento certo para seus propósitos. Debates como a fraqueza de uma arte marcial específica na vida real surgem por não conhecer as diferenças. As pessoas amam os debates desnecessários. Tudo o que você precisa fazer é fechar os ouvidos e dar o melhor de si mesmo onde você está. Portanto, meus movimentos contêm movimentos variados adequados para diferentes fins de treinamento, incluindo a autodefesa que você mencionou e os combates gratuitos também.

6. Seu sistema de combate oferece uma perspectiva diferente sobre alguns aspectos das Artes Marciais Mistas, como algumas quedas de judo e muito anti-wrestling, você acha que seria possível usar algumas coisas nas lutas de MMA?

DK Yoo: Meus movimentos são onde você aceita todas as coisas e expressa livremente, portanto eu posso mover todas as juntas do corpo e atacar e defender com todas as partes do corpo. Às vezes, é necessária a forma de artes marciais asiáticas, embora possa levar a forma ocidental de artes marciais, como o boxe, em épocas diferentes também. Não é limitado a um movimento, mas é livre para expressar todos os movimentos, portanto, é claro, você é capaz de atacar e defender com todas as partes do corpo em lutas de MMA, mas eu não sou um lutador de MMA. Meu trabalho é um de artista marcial e um professor expressando meus movimentos e educando meus movimentos para as pessoas, então a natureza do MMA e meu trabalho é diferente.

 

NR: Você já ouviu falar da arte marcial do Brasil, Jiu Jitsu, alem da familia Gracie? Você já treinou isso?

DK Yoo: É claro que conheço o Jiu Jitsu e também estou muito familiarizado com a família Gracie. Pessoalmente, acredito que o Jiu Jitsu é o movimento mais inovador da era moderna, porque enquanto a maioria das artes marciais luta em pé, o Jiu Jitsu luta deitando. É claro que tanto o wrestling quanto o judô lutam deitados, mas ambos começam a lutar em pé, mas são limitados em comparação ao Jiu Jitsu. Por mais forte que o adversário possa ser, sem o conhecimento de lutar deitado, ele é quase como uma criança. Se você não sabe como se mover e usar a força deitada, todas as técnicas são inúteis. É por isso que no início do UFC e outros artistas marciais caíram com muita facilidade quando lutavam contra os especialistas em Jiu Jitsu. Até mesmo um tigre, o mais forte em terra, torna-se alimento para um jacaré quando cai em um pântano. Como tal, acredito que o Jiu Jitsu é o movimento mais inovador da era moderna e é um movimento muito refinado, e por isso também aprendi o Jiu Jitsu. Eu queria aprender a sentir a gravidade e me mover deitado. Jiu Jitsu foi definitivamente soberbo para mim. 

Categorias
EntrevistasEspeciaisLutas

Jornalista - seguidor dos esportes de combate desde 2006 - Fã de Shogun e Mousasi.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    3 + dois =

    RELACIONADO POR