Germaine diz que só ficou sabendo da perda do cinturão pela internet

Germaine der Randaime conquistou em fevereiro o título inédito dos pesos penas feminino ao vencer Holly Holm no UFC 208. No entanto, não deu parecer favorável ao saber que sua...
Germaine de Randamie

Germaine der Randaime conquistou em fevereiro o título inédito dos pesos penas feminino ao vencer Holly Holm no UFC 208. No entanto, não deu parecer favorável ao saber que sua próxima desafiante seria Cris Cyborg. A atitude causou polêmica e depois de muita especulação, o cinturão foi retirado da holandesa e colocado em jogo entre a brasileira Cris Cyborg e a australiana Megan Anderson no UFC 214.

Germaine de Randamie x Cris Cyborg / Foto: UFC / Montagem: Nocaute na rede

Como no mundo do MMA polêmica pouca é bobagem. Agora Randaime afirma que não ficou sabendo oficialmente que perderia a cinta caso não aceitasse a luta contra Cyborg. No entanto, a organização do UFC declarou o contrário e diz que todas as providências foram tomadas e que inclusive já haviam avisado que isso poderia acontecer.

Germaine escreveu em uma mensagem nas suas redes sociais, que não desistirá do título e que agora tem ainda mais motivos para lutar. Confira na íntegra o depoimento:

“Como muitos de vocês já sabem, o UFC me destituiu do título. Para aqueles que não sabem o que isso significa, o UFC tirou meu título porque eu me recuso a enfrentar sua desafiante número 1 (tenho meus motivos). É especial saber dessa notícia através da mídia, e eu lamento que tenha acontecido desta forma, mas é o que é!

Bem, já ouço vocês pensando “ela está com medo! Que campeã ruim! É uma desgraça para o esporte! Ela não merece ser campeã!” etc, etc… Já vejo tudo. Mas independentemente do que todos pensam ou façam, ando meu próprio caminho. E você pode concordar ou não.

Estou arrasada, mas isso não significa absolutamente que eu desisto. Significa apenas que tenho mais razões para lutar com ainda mais vontade às vezes (literalmente) pelo que sou e o que eu quero. O UFC está distante de mim!! É fácil andar com a multidão. É preciso coragem para caminhar sozinho.”

Categorias
Lutas

Mineiro de Ubá, praticante de caratê, e formado em Produção Multimídia. Fã de MMA desde 2005, editor da galeria dos Campeões do UFC e redator de MMA Internacional.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    RELACIONADO POR