Natália Silva: "Eu entro no octógono com o objetivo de vencer, independente da forma que seja" | Nocaute na Rede

Natália Silva: “Eu entro no octógono com o objetivo de vencer, independente da forma que seja”

20 anos, 10 lutas e oriunda do taekwondo. Natália Silva é a atleta mineira que irá desafiar Luana Pinheiro pelo cinturão do BH Sparta 12. Natália vem de duas...

20 anos, 10 lutas e oriunda do taekwondo. Natália Silva é a atleta mineira que irá desafiar Luana Pinheiro pelo cinturão do BH Sparta 12. Natália vem de duas vitórias seguidas, adaptou seu estilo para chegar no octógono e impor seu ritmo de luta e agora vai atrás do maior cinturão de MMA do estado de Minas Gerais.

– Eu entro no octógono para impor meu ritmo de luta. Independente do que for, se for na trocação se for no chão eu me preparei muito para isso. – disse a desafiante

Natália é de Pingo D’gua e desafia a campeã que é de Belo Horizonte. O combate entre as duas acontece no maior evento de MMA de Minas Gerais e tem tudo para fazer BH tremer no evento principal do BH Sparta.

Confira a entrevista na integra com a lutadora que vai para dominar o octógono mais importante do estado de Minas Gerais. 

 

Você é uma atleta oriunda do taekwondo e ela é uma judoca. Como você vê esse duelo de estilos na luta principal do BH Sparta 12?

Eu to bem tranquila quanto a isso. Eu sou uma atleta oriunda do taekwondo, mas eu não treino só o taekwondo, eu tenho outras cartas na manga. Eu vou procurar ter a o domínio da luta, mas se ela me quedar eu estou bem tranquila, eu treino Jiu-Jitsu também.

Desde o início do ano passado você só teve uma derrota até agora, você só teve uma derrota no seu cartel e empatou com a Cris Macfer que venceu a Luana esse ano. Isso faz alguma diferença para a disputa de cinturão?

Pra ser sincera isso não faz diferença nenhuma. Luta é luta e isso é apenas um número. Claro que a gente traz experiência dessas lutas, mas depois que fecha o octógono é só eu e ela e não tem número nenhum que influencie na luta.

Mas no cartel profissional da Luana é a única derrota dela, você usou essa luta para estudar ela, pra chegar no BH Sparta 12 e conquistar o cinturão. Você usou essa luta como referencia para anular sua adversária? 

Na verdade quem estuda as lutas é meu treinador. E com certeza sim, ele assistiu essa luta e me passou o que eu preciso fazer para anular o jogo da minha adversária e eu estou muito tranquila em relação a isso.

Você é uma lutadora que acumulou vitórias por nocaute durante sua carreira e sua adversária tem finalizações em seu cartel. Você entra pra nocautear sua adversária ou topar o jogo em qualquer situação?  

Eu entro no octógono com o foco de impor o meu ritmo de luta. Independente do que for, na trocação ou no chão, eu me preparei muito pra essa luta e eu to muito bem treinada no chão e na trocação. Na hora da luta eu que quero impor o ritmo da luta.

Então você entra para nocautear e conquistar o cinturão? 

Eu entro no octógono com o objetivo de vencer, independente da forma que seja. Se pintar a oportunidade para nocautear, eu vou nocautear. Se pintar a oportunidade de finalizar, eu vou finalizar. Isso tudo depende da luta. Hora que eu sentir o momento da luta, se der para nocautear eu nocauteio se der para finalizar eu finalizo. O meu maior objetivo é dar show para galera que for assistir a luta.

Como é fazer a primeira luta feminina no evento principal do maior evento de MMA de Minas Gerais, o BH Sparta 12?

É muito grandioso. Em um card com tantos lutadores bons e muitas lutas boas, a gente ser selecionada para estar fazendo essa luta principal, eu acho que é muito bom. Os olhos de quem for estar no evento vão estar voltados para essa luta. Isso é bom para gente, pelo fato da gente ser mulher e as vezes rola um pouco de discriminação pelo fato de mulher lutar. E eu acho que com essa oportunidade a gente estar mostrando que nós podemos conquistar nosso espaço no MMA de Minas Gerias. Eu acredito que a nossa luta vai ser muito boa e que todo mundo que for lá pra ver vai gostar.

Card BH SPARTA 12 – MMA PROFISSIONAL

Peso Palha Feminino (52kg): Luana Vs Natália *

Peso Pena (66kg): Wanderson Michel Vs Jair Farias

Peso Galo (61kg): Lekin VS Pablo

Peso Meio Medio (77kg): Lippe VS Haroldo “Iron Man”

Peso Galo (61kg): Flavio Baiano VS Açai

Peso Pena (66kg): Iure VS Vitor

Peso Galo (61kg) : Patrício VS Samuel Midas

Peso Pena  (66kg): Hugo Rocha VS Wanderson Michel

Peso médio (83kg): Rider VS Tang Yunxing

Peso Leve (70kg): Black Ops VS Bandeira Viana

*Luta valendo cinturão

IBlackbelt
Categorias
BH SpartaEntrevistasMMAMMA feminino
Sem Comentários

Responder

*

*

RELACIONADO POR