OddsShark faz Balanço do UFC Fight Night 127: as zebras estiveram presente no octógono | Nocaute na Rede

OddsShark faz Balanço do UFC Fight Night 127: as zebras estiveram presente no octógono

Noite foi repleta de resultados, digamos, inesperados. Quem desafiou a banca conseguiu ótimos lucros
(Foto: Per Haljestem, USA TODAY Sports)

A maravilha do MMA é a sua imprevisibilidade, sem dúvidas. Essa modalidade permite que as disputas não tenham de fato um favorito, e que as coisas sejam sempre resolvidas dentro do octógono. Por mais que possa haver um atleta melhor que o outro, sempre poderemos ter surpresas. No UFC Fight Night 127 disputado na O2 Arena, em Londres, aconteceu justamente isso.

Conforme o Oddsshark.com analisou, esse evento teria vários duelos complicados para se apostar. Não deu outra. No total, foram 10 lutas que animaram os fãs presentes no estádio. Quem se deu bem na noite foram os apostadores que investiram, principalmente, nos lutadores considerados zebra. Para se ter uma ideia, das cotas indicadas para os favoritos, apenas três se concretizaram.

Fabrício Werdum x Alexander Volkov – vencedor: Volkov (nocaute técnico)

Na luta principal da noite pudemos ver um ótimo duelo entre o brasileiro Werdum e o russo Volkov. Com um início avassalador, Fabrício tratou de buscar o jogo de chão e derrubou o oponente a fim de trabalhar o ground and pound. Revezando uma pegada mais de jiu-jitsu com um ritmo de wrestling, o brasileiro dominou o primeiro round e ficou por cima o tempo inteiro.

No segund round a história se repetiu, mas com menos eficiência. Entretanto, dessa vez o cansaço acabou tomando conta de Werdum no final do período e isso se tornou um problema para o restante da luta. No round seguinte o russo tomou conta do octógono e passou a ter a eficiência dos golpes ao seu lado. Os dois lutadores ficaram bem machucados, mas Fabrício levou a pior.

Percebendo o cansaço do ex-campeão, além de sua constante tentativa de levar a luta para o chão (muitas vezes de maneira estabanada), Volkov demonstrou sua ampla superioridade na luta em pé. Muito mais alinhado, equilibrado, inteiro e certeiro, Alexander imprimiu um ritmo forte para cima de Werdum, que em uma tentativa muito frustrada de trocar golpes acabou, mais uma vez, deixando o rosto completamente exposto.

alexander-volkov-fabricio-werdum-ufc-fight-night-127

(Foto: Per Haljestem, USA TODAY Sports)

No peso-pesado é impraticável se expor, pois geralmente é letal. Volkov se aproveitou disso e acertou um uppercut que deixou o brasileiro completamente tonto. Não resistindo à pressão, Werdum caiu e foi então que o russo finalizou com um soco certeiro que apagou o então número 2 do ranking da categoria.

Com a vitória, Alexander superou a desconfiança das cotas no Oddsshark.com, e agora se credencia à ficar entre os cinco melhores dos pesos-pesados. Cedo ou tarde ele poderá ter a oportunidade de encarar alguns dos melhores lutadores até 120kg.

Quanto a Fabrício Werdum, resta saber quais serão os próximos passos do atleta. Isso porque ele já está com 40 anos, dificilmente vai ter outra chance de conquistar o cinturão, claramente está em viés de baixa e parece estar muito mal fisicamente.

Jimi Manuwa x Jan Blachowicz – vencedor: Blachowicz (decisão unânime)

Que luta, meus amigos! Como analisado por nós, esse foi um confronto de muita trocação e equilibrado. Manuwa era o favorito por possuir uma mão pesadíssima, uma luta em pé muito afiada e já ter vencido o primeiro duelo entre os lutadores, em maio de 2015. Porém, o que se viu n octógono mais famoso do mundo foi uma aula de estratégia do polonês Blachowicz.

Apesar de lutar em casa, Manuwa foi amplamente dominado no primeiro round. A luta ficou em pé na maior parte do tempo e mesmo assim Jan levou a melhor. Com mais volume de luta, o “visitante” parecia lutar em casa. Muito à vontade e combinando bastante os golpes, o polonês acabou com boa vantagem.

jan-blachowicz-jimi-manuwa-ufc-fight-night-127

(Foto: Per Haljestem, USA TODAY Sports)

Os dois próximos rounds fora mais equilibrados e a luta permaneceu majoritariamente em pé. Com mais eficiência, pouco a pouco Blachowicz foi tomando conta do cage e complicando a vida de Manuwa, que respondia com combinação de soco e chute alto, mas nada muito eficaz. No total, os lutadores só tentaram levar a luta para o chão oito vezes, sendo que a tática só deu certo uma vez.

No final, os juízes apontaram para um triunfo por 30 x 27 e duplo 29 x 28 a favor de Jan Blachowicz, que foi mais um a quebrar a contrariar as cotas do Oddsshark.com.

Tom Duquesnoy x Terrion Ware – vencedor: Duquesnoy (decisão unânime)

Esse foi um dos poucos confrontos onde o favorito confirmou sua condição. Duquesnoy faturou a vitória por causa da sua eficiência e capacidade em anular o jogo do oponente. Apesar de ter desferido menos golpes, Tom foi mais letal, acertou mais e comprometeu a saúde física de Ware, que por sua vez chegou a tentar trabalhar a luta no solo, mas não foi feliz.

Dos total de 153 golpes significantes tentados por Duquesnoy, o atleta acertou 67, alcançando a boa marca de 43%, ao passo que Ware tentou 267 e teve aproveitamento de 31%. O ritmo da luta chegou a ser ditado por Terrion durante boa parte, mas o que faltou foi contundência. Muitos golpes foram jogados no ar e isso prejudicou o lutador. No final, placar de 30 x 27 e duplo 29 x 28 para Tom Duquesnoy.

Vencedores do UFC Fight Night 127 – Londres

(R$1,53) Fabrício Werdum x Alexander Volkov (R$2,55) – peso-pesado (até 120kg) – vitória: Volkov

(R$1,44) Jimi Manuwa x Jan Blachowicz (R$2,75) – peso meio-pesado (até 92,9kg) – vitória: Balchowicz

(R$1,28) Tom Duquesnoy x Terrion Ware (R$3,70) – peso-galo (até 61,2kg) –vitória: Duquesnoy

(R$1,44) Leon Edwards x Peter Sobotta (R$2,75) – peso meio-médio (até 77,1kg) – vitória: Edwards

(R$1,80) John Phillips x Charles Byrd (R$1,95) – peso médio (até 83,9kg) –vitória: Byrd

(R$1,54) Danny Roberts x Oliver Enkamp (R$2,50) – meio médio (até 77,1kg) – vitória: Roberts

(R$1,31) Jack Marshman x Brad Scott (R$3,50) – peso médio (até 83,9kg) – NÃO TEVE A LUTA

(R$3,50) Danny Henry x Hakeen Dawodu (R$1,31) – peso pena (até 65,7kg) – vitória: Henry

(R$4,50) Paul Craig x Magomed Ankalaev (R$1,20) – meio pesado (até 92,9kg) – vitória: Craig

Stevie Ray x Kajan Johnson – peso-leve (até 70,3kg) – vitória: Johnson

Mark Godbeer x Dmitriy Sosnovskiy – peso-pesado (até 120kg) – vitória: Sosnovskiy

Nasrat Haqparast x Nad Narimani – peso-leve (até 70,3kg) – NÃO TEVE A LUTA

Categorias
ApostasEspeciaisLutasMMA InternacionalUFC

Louco por MMA Internacional e Nacional. Owner do Nocaute na Rede e Redator dos sites RSEsporte.com e Torcedores.com."1% de chances SEMPRE confiante"
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    cinco × três =

    RELACIONADO POR