Pós-Luta UFC on Fox 30: Alvarez vs Poirier 2 - Resumo, resultados e bônus

Pós-Luta UFC on Fox 30: Alvarez vs Poirier 2 – Resumo, resultados e bônus

Poirier x Alvarez resolvem as diferenças; Aldo vota a nocautear oponente após quase 5 anos; Joanna volta a vencer e Hernandez confirma bom momento
José Aldo fica emocionando e chora após grande nocaute em cima de Jeremy Stephens (Foto: Reprodução/ MMA Junkie)

Neste sábado, 28, aconteceu o UFC on Fox 30, realizado em Calgary, Alberta, Canadá. No card principal, evento trouxe Dustin Poirier mostrando mais uma vez porque é um dos grandes lutadores na atual divisão dos leves, o retorno de dois ex-campeões ao caminho das vitórias e Alexander Hernandez mostrando que vem forte na busca por um lugar ao sol na categoria mais difícil do UFC na atualidade, peso-leve.

Resultado de imagem para eddie alvarez x dustin poirier 2

Dustin Poirier nocauteia Eddia Alvarez numa luta muito boa (Foto: MMA Fighting)

Na luta principal, Eddie Alvarez x Dustin Poirier ficaram frente a frente mais uma vez. Após o ‘no contest’ no primeiro confronto entre eles, dessa vez foi a hora de decidir de uma vez por todas o melhor do momento. Como esperado, o combate teve muita trocação, muita pancadaria, desde o início, com bastante vontade, mão pesada e técnica. Os chutes também “cantaram” dos dois lados. No segundo round, duas vezes Alvarez partiu pra entrada de queda. Poirier tentou defender já caindo na guilhotina, mas em ambas o oponente conseguiu se livrar. Após a segunda tentativa de finalização, Poirier ficou por baixo no chão. Se arrastou até a grade e conseguiu sentar-se. Eddie prendeu bem as pernas do adversário entre suas duas, impedindo a levantada. No entanto, em certo momento, ‘The Underground King’ acabou aplicando uma cotovelada que o árbitro considerou ilegal e mandou a luta ser reiniciada de pé. Não demorou muito, Alvarez tentou entrar com um soco, abaixou muito a cabeça e tomou uma joelhada de encontro que pegou no queixo. Vendo que o ex-campeão sentiu o golpe, Dustin foi pra cima, acertou bastante socos até que o árbitro interrompeu, dando-lhe a vitória por nocaute técnico aos 4:05 do 2º round. ‘The Diamond’ Poirier chega agora a 5 lutas sem perder, sendo 4 vitórias e 1 ‘no contest’. Ao todo já são 8 vitórias em 10 lutas disputadas desde que subiu dos penas para a nova divisão, sendo apenas uma derrota. Após belo nocaute em cima de Justin Gaethje, Alvarez volta a ser derrotado e sofre apenas seu 3º nocaute em toda a carreira, sendo o 2º nas últimas 4 lutas. Antes da luta, Poirier era o #4 e Alvarez o #3 no ranking da divisão. Na atualização da próxima semana, no mínimo eles devem inverter as posições.

Resultado de imagem para JOSE ALDO x jeremy stephens

José Aldo acerta soco potente e decreta o início do fim para Jeremy Stephens (Foto: Reprodução/ UFC)

No co-main event, o brasileiro José Aldo retornou ao octógono após quase 8 meses desde seu último combate. Seu oponente, Jeremy Stephens, vinha sonhando alto devido a 3 vitórias consecutivas sobre bons nomes, sendo duas delas por nocaute e onde ainda recebeu bônus de performance em ambas. O combate começou com Aldo caminhando pra trás. Stephens tomava a iniciativa, tentava encurralar o oponente. Não demorou muito e Stephens acertou alguns bons socos. Aldo ficou parado na grade e chegou a receber um upper potente, além de outros golpes. O brasileiro, no entanto, sobreviveu. Como já sabemos, Jeremy tem mãos pesadíssimas, mas o queixo do ex-campeão está em dia. Após essa pequena blitz imposta pelo americano, Aldo “caiu pra dentro”, foi pra trocar porrada, pra levantar o público. Mesmo tento a mão mais pesada, foi Stephens que começou a recuar. A técnica do brasileiro intimidou o adversário. Aldo já tinha entrado algumas vezes com o ‘hook’ na barriga, mas ainda não havia conseguido pegar em cheio. Num ataque preciso, Aldo jogou um cruzado de mão direita e depois entrou com o ‘hook’ de esquerda, que explodiu em cheio na barriga do americano. Jeremy sentiu o golpe, foi ao chão, Aldo castigou no ‘ground and pound’ até que o juiz paralisou o combate aos 4:19 do 1º round. Após duas derrotas para Max Holloway em lutas pelo cinturão, ele volta ao caminho das vitórias e deve manter-se em #2 da divisão, atrás apenas do campeão linear, Holloway, e do #1, Brian Ortega. 

Resultado de imagem para JOANNA X TECIA TORRES

Joanna dominou todas as ações na luta em pé (Foto: Reprodução)

Na antepenúltima luta da noite, foi a vez de Joanna Jedrzejczyk, ex-campeã da divisão peso-palha-feminino, entrar no octógono. Após dois combates seguidos contra Rose Namajunas, dessa vez foi a vez de encarar Tecia Torres. Como já era previsto, o combate foi um clássico entre o striking x grappling. Joanna trabalhando a movimentação, mantendo a distãncia, usando todo seu excepcional preparo físico para controlar a oponente e manter o combate em pé, na trocação. Tecia sabia que nãos seria páreo para a polonesa na trocação, então tentava a todo custo aproximar-se para buscar a luta agarrada. No combate, Joanna acabou sobrando. Tecia agarrou bastante na grade, mas não conseguiu colocar a ex-campeã no chão, exceto uma vez, bem próximo do fim do 3º round, porém a polonesa acompanhou bem a movimentação e imediatamente voltou a ficar de pé. Joanna levou toda vantagem na trocação e nos vários momentos em que Tecia grudou, fazendo com que elas ficassem no clinch, conectou bastante e boas joelhadas, além de algumas cotoveladas. No final, vitória por decisão unânime (triplo 30-27). Após duas derrotas consecutivas para a atual campeã Rose Namajunas, Joanna Jedrzejczyk volta a vencer. Ela mantém a posição de #1 da categoria, no entanto é praticamente certo que não terá outra chance neste momento para lutar com Namajunas. Tecia Torres deve manter-se e #5 na próxima atualização do ranking.

Resultado de imagem para aubin-mercier vs alex hernandez

Após vencer Dariush na estreia, Hernandez confirma grande fase dominando um oponente dono de um jogo bem enjoada de se enfrentar (Foto: Reprodução/ MMA Junkie)

Na luta de abertura do card principal, o canadense Olivier Aubin-Mercier enfrentou o americano Alex Hernandez. Os dois fizeram uma boa luta, trocaram alguns socos e também grappling. Mesmo onde era esperado que o canadense levasse vantagem, justamente na luta agarrada, foi Alexander que acabou conseguindo sobressair-se. No final, vitória por decisão unânime (30-27/29-28/29-28) em favor de Alexander Hernandez. Essa foi a 10ª vitória do americano em 11 lutas disputadas, sendo a 8ª de forma consecutiva. Em sua última luta, na estreia pelo UFC, nocauteou um cara que era um dos tops da divisão, Beneil Dariush, feito que acabou colocando-o já em #13. Essa nova vitória pode fazê-lo escalar mais um pouco da grande montanha que é a categoria até 70 kg. Aubin-Mercier vinha de 4 vitórias consecutivas, sendo duas finalizações e um nocaute, e mesmo assim não havia adentrado ao ranking. Agora com uma derrota, o canadense terá que esperar mais um pouco para alcançar tal objetivo.

 

RESULTADOS UFC ON FOX 30: ALVAREZ vs POIRIER 2

Card Principal

Leves: Dustin Poirier nocauteou Eddie Alvarez aos 4:05 do 1º round;
Penas: José Aldo nocauteou Jeremy Stephens aos 4:19 do 1º round;
Palhas-Femininos: Joanna Jedrzejczyk venceu Tecia Torres por decisão unânime (triplo 30-27);
Leves: Alex Hernandez venceu Olivier Aubin-Mercier por decisão unânime (30-27/29-28/29-28);

Card Preliminar

Meio-Médios: Jordan Mein venceu Alex Morono por decisão unânime (triplo 29-28);
Penas: Hakeem Dawodu venceu Austin Arnett por decisão unânime (triplo 30-27);
Leves: Islam Mackachev finalizou Kajan Johnson aos 4:43 do 1º round;
Meio-Pesado: Ion Cutelaba nocauteou Gadzhimurad Antigulov aos 4:25 do 1º round;
Leves: John Makdessi venceu Ross Pearson por decisão unânime (30-26/29-27/29-28);
MoscasFemininos: Katlyn Chookagyan venceu Alexis Davis por decisão unânime (29-28/29-28/30-27);
Moscas: Dustin Ortiz nocauteou Matheus Nicolau aos 3:49 do 1º round;
PalhasFemininos: Nina Ansaroff venceu Randa Markos por decisão unânime (triplo 29-28)
Leves: Devin Powell nocauteou Alvaro Herrera aos 1:52 do 1º round

 

BÔNUS

John Makdessi x Ross Pearson – US$ 50 mil para cada pela luta da noite

Dustin Poirier e José Aldo – US$ 50 mil para cada pelas performances da noite

Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

11 − quatro =

RELACIONADO POR