Prévia do UFC Fight Night 94: Poirier vs Johnson

Prévia do UFC Fight Night 94: Poirier vs Johnson

As lutas principais do evento prometem ser cheia de emoções, levando o público ao delírio
(Foto: Reprodução)

Neste sábado, 17, acontece o UFC Fight Night 94: Poirier vs Johnson. Na luta principal, o ascendente Dustin ‘the diamond’ Poirier enfrenta o “casca grossa” Michael ‘the menace’ Johnson, pelos pesos leves. No ‘co-main event’, o perigo “homem ambulância” Uriah Hall enfrenta o brutal Derek Brunson. O card principal conta ainda com o embalado Evan Dunham, a estreia de Roan “jucão” Carneiro nos meio médios e o russo Islam Makhachev tentando voltar às vitórias após seu último combate, onde sofreu sua primeira e única derrota na carreira. No card preliminar tem o agressivo Sam Sicilia, 5 mexicanos em combate contra americanos e jamaicano, e o combate entre os brasileiros Antônio Carlos “cara de sapato” e Leonardo “leleco” Guimarães. Confira agora mais uma prévia com o que de melhor pode acontecer em mais um bom evento do UFC.

Luta Principal – Pesos Leves – Dustin Poirier vs Michael Johnson

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Depois de ser nocauteado por ‘the notorious’ Conor McGregor, o agressivo Dustin Poirier resolveu retornar a sua antiga categoria, peso leve. Por lá já são 4 vitórias, 3 nocautes e uma em que dominou completamente o prospecto irlandês Joseph Duffy. Agora, ele encara Michael Johnson, que após ter inclusive chegado ao top 5 da categoria, hoje vem de 2 vitórias consecutivas.

Dustin ‘the diamond’ Poirier tem 27 anos e um cartel com 24 lutas, 20 vitórias (10 nocautes, 6 finalizações e 4 por decisão) e 4 derrotas (1 nocaute, 1 finalização e 4 por decisão). É profissional de MMA desde 2009. Pelo UFC, são 15 lutas, 12 vitórias, 3 derrotas, 1 bônus de “finalização da noite”, 2 de “luta da noite” e 2 de “performance da noite”.

Michael ‘the menace’ Johnson tem 30 anos e um cartel com 26 lutas, 16 vitórias (7 nocaute, 2 finalizações e 7 por decisão) e 10 derrotas (6 finalizações e 4 por decisão). É profissional de MMA desde 2008. Pelo UFC, são 14 lutas, 8 vitórias, 6 derrotas, 1 bônus de “nocaute da noite” e 1 bônus de “luta da noite”. Foi vice campeão do TUF 12 e campeão peso leve do XFC.

Poirier mostrou paciência e terminou nocauteando Bobby Green (Foto: Getty Images)

Poirier mostrou paciência e terminou nocauteando Bobby Green (Foto: Getty Images)

Dustin Poirier é um lutador agressivo, mãos pesadas e muito técnico, principalmente no que diz respeito a parte do ‘striking’. Nas últimas lutas, desde que chegou nos pesos leves do UFC, tem conseguido aliar as qualidades já citadas com muita inteligência, com estratégia, mostrada principalmente na luta contra Joseph Duffy. A boa movimentação e preparo físico também fazem parte do arsenal de ‘the diamond’. O jogo de chão também é de bom nível, e pode ser fundamental no combate contra Johnson. O ponto fraco de Dustin é que quando pressionado pelo oponente, costuma ficar um pouco perdido.

Michael bé dono de um muito bom wrestling, mãos pesadas e velozes, e um bom jogo de boxe, principalmente na curta distância. O preparo físico também é uma boa arma, principalmente contra um oponente que se movimenta bem como Poirier. O ponto fraco é o jogo de chão. O cartel por si só já “grita” sobre isso.

Johnson veio como um furacão e dominou Edson Barboza por 3 rounds (Foto: USA Today)

Johnson veio como um furacão e dominou Edson Barboza por 3 rounds (Foto: USA Today)

A luta entre Poirier x Johnson tem potencial para “luta da noite”, ou algum dos lutadores pode receber um bônus individual de “performance da noite”. Na trocação, o chumbo trocado vai ser certo. A chave do combate tem tudo para ser na parte de pé, e principalmente dependendo de como virá Michael Johnson. ‘The menace’ é um verdadeira incógnita. Em luta chega como um furacão, agressivo de atropelando, trabalhando pressão o tempo todo, como fez com Edson Barboza, enquanto na outra não passa de uma muito leve brisa, manso, como aconteceu contra Nate Diaz. Se vier tipo furacão, tem tudo para levar a luta, ainda mais que Poirier não gosta desse jogo de ser pressionado. Se vier como brisa, Dustin vai sobrar, principalmente controlando bem a distância. No chão, ‘the diamond’ leva grande vantagem, mas provavelmente o combate só chegará a essa área caso Johnson queira. Vai ser uma verdadeira guerra.

Palpite: Dustin Poirier vence por decisão unânime.

Luta Co-principal – Pesos Médios – Uriah Hall vs Derek Brunson

(Foto: MMA Junkie)

(Foto: Reprodução/ MMA Junkie)

O jamaicano “homem ambulância” Uriah Hall vem com tudo querendo voltar ao caminho das vitórias, buscando mandar mais um oponente para o hospital. Só que do outro lado tem Derek Brunson, uma fera brutal, de mãos pesadíssimas, dono de 4 vitórias nas últimas 4 lutas, sendo as últimas 3 por nocaute no 1º round. É bom o “homem ambulância” ficar esperto, para que ele próprio não acabe indo parar no hospital.

Uriah ‘primetime’ Hall tem 32 anos e um cartel com 18 lutas, 12 vitórias (8 nocautes, 2 finalizações e 2 por decisão) e 6 derrotas (1 nocaute e 5 por decisão). É profissional de MMA desde 2005. Pelo UFC, são 9 lutas, 5 vitórias, 4 derrotas, 1 bônus de “performance da noite”. Foi campeão peso médio do Ring of Combat e vice campeão do TUF 17.

Derek Brunson tem 32 anos e um cartel com 18 lutas, 15 vitórias (7 nocautes, 4 finalizações e 4 por decisão) e 3 derrotas (2 nocautes e 1 por decisão). É profissional de MMA desde 2010. Pelo UFC, são 7 lutas, 6 vitórias, 1 derrota, 1 bônus de “luta da noite”. 

Após tomar atraso no 1º round, Hall mandou um rodado escorado de surpresa e pegou em cheio em Mousasi (Foto: Getty Images)

Após tomar atraso no 1º round, Hall mandou um rodado escorado de surpresa e pegou em cheio em Mousasi (Foto: Getty Images)

Uriah Hall é um especialista na trocação. Lutador cheio de golpes plásticos, surpreendentes, que a qualquer momento pode definir uma luta. As mãos são pesadíssimas e os chutes potentes, seja utilizando a perna esquerda ou a direita. O ponto fraco é o jogo de grappling. Hall tem uma defesa de quedas muito ruim, e o jiu jitsu também não fica atrás. É um “peixe fora d’água” quando se encontra nessa situação. 

Derek Brunson é um lutador que curte a trocação. É dono de mãos pesadas e também é bastante agressivo. O ponto fraco também é na parte da trocação mesmo. Brunson é agressivo e tem mãos pesadas, mas a técnica passa longe de ser das melhores, e há muitas brechas para ser acertado e nocauteado.

Alvey até que aguentou muita pancada, mas no fim não resistiu às mãos pesadas de Brunson (Foto: Reprodução)

Alvey até que aguentou muita pancada, mas no fim não resistiu às mãos pesadas de Brunson (Foto: Reprodução)

O combate entre Hall x Brunson acontecerá quase que certamente todo só na trocação. O jamaicano é bem mais técnico, e com as muitas falhas deixadas pelo americano, pode conseguir um nocaute até rapidamente e sem muito esforço. Por outro lado, Brunson é agressivo, e Hall não costuma se dar bem contra lutadores que partem pra cima, que vão pra “guerra”, e também não gosta muito de receber socos, costumando ficar intimidado.

Palpite: Derek Brunson vence por nocaute técnico no 2º round.

UFC Fight Night 94: Poirier vs Johnson

17 de setembro, State Farm Arena, Hidalgo, Texas, EUA

CARD PRINCIPAL

Leves: Dustin Poirier vs Michael Johnson
Médios: Uriah Hall vs Derek Brunson
Leves: Evan Dunham vs Rick Glenn
Meio Médios: Roan Jucão vs Kenny Robertson
Leves: Chris Wade vs Islam Makhachev
Penas: Chas Skelly vs Maximo Blanco

CARD PRELIMINAR

Penas: Gabriel Benitez vs Sam Sicilia
Meio Médios: Augusto Montaño vs Belal Muhammad
Médios: Antônio Cara de Sapato vs Leonardo Leleco
Galos: José Quiñonez vs Joey Gomez
Meio Médios: Erick Montaño vs Randy Brown
Galos: Alejandro Perez vs Albert Morales

IBlackbelt
Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai do Marco Antônio, praticante de muay thai e MMA, editor chefe do Nocaute na Rede, redator nas seções de MMA nacional e internacional, Instrutor de Trânsito.
Sem Comentários

Responder

*

*

RELACIONADO POR