Raphael Assunção muda postura e ataca rivais | Nocaute na Rede

Raphael Assunção muda postura e ataca rivais

Neste último sábado, 3, o brasileiro Raphael Assunção enfrentou o estreante Marlon Moraes na última luta do card preliminar do UFC 212. Por decisão dividida, Assunção venceu o confronto....
(Foto: Reprodução/ MMA Weekly)

Neste último sábado, 3, o brasileiro Raphael Assunção enfrentou o estreante Marlon Moraes na última luta do card preliminar do UFC 212. Por decisão dividida, Assunção venceu o confronto. Após o evento, o brasileiro deu entrevista e comentou sobre seus adversários no Ultimate, TJ Dillashaw, Dominick Cruz e Cody Garbrandt. O brasileiro mostrou língua um tanto afiada, não mostrou confiança em TJ numa possível “superluta” contra o campeão peso mosca, Demetrious Johnson, chamou o campeão Cody Garbrandt de valentão e falso humilde, e ainda declarou sobre um certo estrelismo de Dominick Cruz.

“Eu acho que não conseguiria bater o peso (da divisão peso mosca). Se ele (TJ Dillashaw) consegue bater o peso e derem a luta para ele, ele pode tentar, boa sorte pra ele. Em termos da categoria, é menos um para eu chegar à disputa de cinturão. O campeão, não curto muito o jeito que ele age, é um valentão, um falso humilde, mas é um grande lutador. E não tem mais ninguém. O Dominick só quer lutar se for pelo cinturão, agora que ele é personalidade da TV, só luta com quem ele quer, parece que ele está mandando no calendário de lutas. Eu trabalho pro UFC. Eles marcam a luta, se eu estiver bem pra lutar, o calendário é deles, eu respeito a companhia. O Dominick Cruz, parece que o calendário é dele, ele diz com quem deve lutar, então eu devo ser o próximo”, alfinetou.

Raphael comentou ainda que para ser notado, talvez devesse partir para as aulas de teatro, e assim começar a fazer palhaçada.

“A campanha está meio morna, mas acho que trilhei o caminho, acumulando todas minhas vitórias, os caras que eu já enfrentei… É complicado, eu tenho uma personalidade que, humildemente falando, (as pessoas dizem que) “Ah, você é muito bonzinho”. Mas acho que, no papel, está dito já. O Marlon era um “hype” e eu era o azarão nesta luta, ele vinha de 13 vitórias consecutivas. Eu tinha vencido o Sterling, que estava numa sequência tremenda, lutei contra outro brasileiro, o Pedro Munhoz, que está numa sequência super boa no UFC agora… O que mais eu tenho que falar? Talvez eu tenha que fazer escola de teatro e começar a fazer palhaçada… Acho que já trilhei o caminho da minha disputa de cinturão. O campeão agora se machucou, o TJ Dillashaw quer descer de categoria, o Dominick Cruz não quer lutar… Eu luto, então”.

Sobre a luta contra Marlon Moraes, enalteceu as qualidades do oponente, e acredita que venceu o combate sem deixar dúvidas.

(Foto: André Durão)

“Eu acho que ganhei a luta. Acho que controlei mais o centro do octógono. Mas as opiniões dos juízes às vezes são diferentes, é difícil de explicar como eles veem a luta. Eu acertei dois overhands de direita por cima (no fim do primeiro round), mas não quis me antecipar muito, porque ele tem um cruzado bem forte. Quem já tomou deve saber. Eu não estava muito interessado em descobrir mais. Não queria me por em risco, ele é um lutador muito compacto. Já treinei com o Marlon antes, uns cinco anos atrás, acho. Ele tem uma característica bem compacta, é muito duro de botar pra baixo. É um cara forte. Ele me surpreendeu, os chutes dele eram mais fortes do que eu pensava”, analisou.

Raphael Assunção tem 34 anos e um cartel com 30 lutas, 25 vitórias (3 nocautes, 10 finalizações e 12 por decisão) e 5 derrotas (1 nocaute, 1 finalização e 3 por decisão). No Ultimate, Assunção tem muito bom cartel, somando 9 vitórias e 2 derrotas. Lutador perdeu na estreia pela Organização, para Erik Koch, depois engrenou 7 vitórias consecutivas, até ser derrotado por TJ Dillashaw no UFC 200. Agora já são duas vitórias consecutivas. Assunção aguarda ansiosamente pelo ‘tittle shot’.

Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai do Marco Antônio, Praticante de muay thai e MMA, Graduando em radialismo, Editor chefe do Nocaute na Rede, Redator nas seções de MMA nacional e internacional, Instrutor de Trânsito.
Sem Comentários

Responder

*

*

três × 2 =

RELACIONADO POR