Resultado final do 4º Prêmio Nocaute na Rede: Melhores do MMA Nacional 2016

Resultado final do 4º Prêmio Nocaute na Rede: Melhores do MMA Nacional 2016

Após passar pela votação do público e da mídia especializada, finalmente temos os resultados com os melhores lutadores do MMA Nacional de 2016

Em dezembro de 2016, foi dado início ao 4º Prêmio Nocaute na Rede: Melhores do MMA Nacional 2016. Pouco mais de 1 mês depois, a espera finalmente acabou. Os indicados passaram pela 1ª etapa, onde a votação era aberta ao público em geral – resultado saiu no último dia 17 na nossa página Vencedores da 1ª etapa do 4º Prêmio Nocaute na Rede: Melhores do MMA Nacional 2016 . Agora chega o resultado da 2ª e definitiva etapa, de onde sairão os campeões oficiais da premiação. Sem mais delongas, vamos aos resultados.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Na categoria peso palha feminino, a campeã de 2015 foi Viviane “sucuri”, que hoje é atleta do UFC, e que agora passa a coroa para Virna Jandiroba (Sucuri ficou com o 2º lugar neste ano). Virna ficou apenas em 3º lugar na votação aberta ao público, mas a mídia especializada a elegeu como atleta do ano na categoria. A lutadora tem 28 anos e um cartel perfeito com 10 lutas e 10 vitórias (9 finalizações e 1 por decisão). 5 dessas vitórias foram conquistadas só no intervalo de 1 ano, entre novembro de 2015 a novembro de 2016, sendo 4 finalizações – 3 delas no 1º round – e 1 por decisão.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

No peso mosca feminino, Ariane Lipski não deu chances pra ninguém, e faturou o título vencendo as duas etapas – na 1ª etapa, aberta ao público, obteve 55,5% dos votos. Com isso, ela sucede Poliana Botelho, que hoje é atleta do UFC e foi a campeã do Prêmio em 2015. Ariane tem só 22 anos e um cartel 8-3. No último período que é analisado na premiação, ela esteve em ação em 3 oportunidades, sendo 2 delas pelo KSW e 1 no Imortal FC 4. Em todas as ocasiões, Ariane nocauteou as adversárias.

(Foto: Dario Teixeira/ Olimpo MMA)

(Foto: Dario Teixeira/ Olimpo MMA)

Entre os pesos moscas masculinos, Bruno “macaco” Azevedo foi apenas o 2º na votação popular, mas acabou se consagrando o grande campeão no geral. O lutador da Nova União venceu seus 3 combates realizados no último “período NR”, sendo 2 pelo Shooto Brasil e 1 pelo XFC, onde inclusive venceu Allan “puro osso” e faturou o cinturão peso mosca da Organização. Bruno Azevedo sucede Bruno ‘the talent’ Menezes, o campeão de 2015. Por curiosidade, Bruno Menezes não lutou nenhuma vez no último “período NR”.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O peso galo Josenaldo Silva ficou em penúltimo na votação aberta ao público, mas deu a volta por cima e faturou o prêmio de campeão 2016. Lutador de 30 anos e membro da Evolução Thai tem um cartel de 25 vitórias e 5 derrotas. No último “período NR” obteve 3 vitórias, inclusive uma contra Maike Linhares, o campeão peso galo do Prêmio Nocaute na Rede em 2015.

(Foto: Reprodução/ facebook)

(Foto: Reprodução/ facebook)

Entre os pesos penas, o grande campeão foi Felipe “Saiyajin” Froes, atleta de 25 anos e representante da Nova União. Lutador ficou em 3º na 1ª etapa da votação, mas bem próximo dos 2 primeiros a sua frente. Froes venceu as 3 lutas realizadas no último “período NR”, sendo duas delas por nocaute. O campeão agora é o novo “rei da divisão” no MMA Nacional, sucedendo Guilherme Faria, vencedor de 2015.

(Foto: João Psicótico)

(Foto: João Psicótico)

Na categoria peso leve, Oton Jasse, atleta representante da Tata Fight Team, se tornou o grande campeão. Lutador foi apenas o penúltimo na escolha do público, mas o mídia o considerou como o melhor do ano. Otto tem o cartel com 15 vitórias (1 nocaute, 13 finalizações e 1 por desqualificação) e apenas 3 derrotas (2 finalizações e 1 por decisão). No último “período NR”, enfrentou 5 oponentes e venceu todos, sendo 4 por finalização e 1 por desqualificação. Ele sucede o campeão de 2015, Eric Parrudo.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O meio médio Ismael “Marmota” de Jesus venceu as duas etapas e se consagrou como o campeão de 2016. O atleta de 36 anos e com o cartel de 15 vitórias (8 nocautes, 3 finalizações e 4 por decisão), 5 derrotas (5 por decisão) e 1 empate, venceu as 3 lutas que fez no último “período NR”, 2 delas por nocaute, todas pelo Shooto Brasil. Assim ele agora sucede o campeão da última edição, Márcio “Pedra” Santos.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Sem desmerecer os demais concorrentes, muito pelo contrário, mas essa era um categoria de fácil previsão, justamente porque Paulo Henrique “Borrachinha” Costa fez muito por merecer. O lutador da Champion Team venceu as duas etapas e se tornou o campeão peso médio, sucedendo André Lobato, campeão de 2015. Borrachinha tem um cartel perfeito, com 8 lutas e 8 vitórias (7 nocautes e 1 finalização). No último “Período NR”, fez 3 combates, todos pelo Jungle Fight – onde ele é o campeão da categoria – vencendo 1 por finalização e os outros 2 por nocaute. Detalhe que chama a atenção para o cartel de Borrachinha é que em seus 8 triunfos foram conquistados ainda no 1º round. Fará sua estreia pelo UFC dia 11 de março, no UFC Fortaleza. 

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Nos meio pesados, Bruno Henrique Cappelozza foi o campeão na 1ª etapa e na 2ª, consagrando-se assim o campeão geral. O atleta de 27 anos e representante da Corinthians MMA tem um cartel de 8 vitórias (8 nocautes e 1 por decisão) e 4 derrotas (1 nocaute, 2 finalizações e 1 por desqualificação). No último “Período NR”, lutou apenas 1 vez, pelo Jungle Fight 87, e venceu por nocaute técnico. Agora ele se torna sucessor de Dirlei “Mão de Pedra”. Algumas observações importantes a se fazer sobre este campeão. Cappelozza é apenas o 2º lutador a ser bicampeão do Prêmio. O primeiro e único até o momento havia sido Willian “Gigante” Baldutti, campeão em 2013 e 2014. No entanto, Cappelozza agora entra para a história como o primeiro lutador a ser campeão do Prêmio Nocaute na Rede em duas categorias diferentes (em 2015 fora campeão peso pesado).

(Foto: Marcio Valle/Primeiro Round)

(Foto: Marcio Valle/Primeiro Round)

Ricardo “Alemão” Prasel ficou disparado em 1º lugar na votação aberta para o público, e agora também foi eleito pela mídia, faturando assim o prêmio de melhor peso pesado do MMA nacional em 2016. O atleta da Striker’s House sucede Bruno Cappelozza, campeão em 2015. Prasel tem apenas 26 anos e um cartel perfeito, com 8 lutas e 8 vitórias (7 finalizações e 1 nocaute). No último “Período NR” entrou em ação em 5 oportunidades, vencendo 4 por finalização e 1 por nocaute. Um detalhe que chama a atenção no cartel de Prasel é que todas as vitórias de sua carreira foram obtidas no 1º round, e apenas 2 delas passaram dos 2 minutos de combate.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Na categoria “Melhor Equipe”, a Nova União foi a grande vencedora, sucedendo a Chute Boxe Diego Lima. A Nova União já havia sido a vencedora na votação do público. 

(Foto: Jorge Jr/ Na Guarda)

(Foto: Jorge Jr/ Na Guarda)

Na categoria “Announcer”, Júnior Furtuoso, que havia ficado atrás de Olivar Leite na 1ª etapa, se consagrou o vencedor no geral. 

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A categoria “Melhor Comentarista” foi a mais disputada na votação do público. O duelo foi equilibradíssimo, com Luciano Andrade ficando em 1º com 32,8% dos votos e Carlão Barreto com 32,7%. Após o fim da 2ª etapa, no geral, Carlão Barreto foi o grande campeão. Carlão se torna o primeiro campeão nessa categoria, que fora criada para a premiação deste ano.

(Foto: Oseias Neto)

(Foto: Oseias Neto)

Na disputa da “Melhor Ring Girl”, a belíssima Jaqueline Marques, que já havia ficado em 1º lugar na 1ª etapa, foi a grande campeão, sucedendo Dai Macedo, a campeã de 2015.

Esse foi o resultado das categorias do 4º Prêmio Nocaute na Rede 2016: Melhores do MMA Nacional. Parabéns aos vencedores e a todos que estiveram na disputa. Esperamos que todos, e mais os outros que não entraram na disputa deste ano, façam bonito neste 2017. Colaborem bastante para o crescimento do MMA Nacional e com certeza serão reconhecidos ao final do ano, não só por nós, mídia, mas por todos os amantes deste esporte.

Dentro de alguns dias, abriremos a votação peso por peso ao público. Todos os vencedores de cada categoria irão disputar o prêmio de “campeão dos campeões”. Aguardem.

Categorias
EspeciaisLutasMMAMMA femininoMMA NacionalPrêmio NR

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

onze + quinze =

RELACIONADO POR