Retorno do Rio Heroes é adiado por causa de patrocínio

Retorno do Rio Heroes é adiado por causa de patrocínio

Evento promete retornar relembrando os bons tempos do vale tudo
(Foto: Divulgação/ Rio Heroes)

Após um hiato de 8 anos, o Rio Heroes, evento de vale tudo organizado pelo mestre Jorge Pereira, finalmente estaria de volta. A data marcada era para o último sábado, dia 20 de setembro, na cidade de São Paulo. No entanto, por causa da saída de um investidor, o tão esperado retorno vai demorar mais um pouco a acontecer.

De acordo com o próprio Jorge Pereira, a saída deste investidor resultou em cerca de R$ 50 mil a menos para a organização, o que acabou impossibilitando a realização do evento. No entanto, o mestre declarou que o sonho não acabou e que em breve poderemos desfrutar novamente do grande evento de vale tudo que marcou época.

“Claro que vou fazer. Mas agora vou contatar reais investidores, sem precipitação. Houve uma ansiedade em participar dessa feira – o evento seria realizado durante a Feira Brasil Trading Fitness – pelo meu sócio. Eu acabei também acreditando nessa possibilidade. Mas agora vou fazer como quero. Já tenho uma pessoa especializada pra cuidar disso. O Rio Heroes vai voltar e em grande estilo. Isso eu garanto”, respondeu, com exclusividade ao Nocaute na Rede, ao ser perguntado se ainda pretendia realizar o evento em uma nova data.

Esta 15ª edição do Rio Heroes contaria com alguns dos maiores nomes do MMA nacional, como Flávio Álvaro e Edvaldo Gameth, além de outros conhecidos como Ricardo Sattelmeyer e Clécio Bruto.

Mestre Jorge Pereira ainda vai aguardar mais um pouco para definir uma nova data.

 

JORGE PEREIRA

Jorge Pereira e seu mestre, Rickson Gracie

É um faixa preta 7º dan (faixa coral) de jiu jitsu formado por Rickson Gracie. Foi da “época de ouro” do vale tudo e considerava-se um guerreiro a serviço da “arte suave”. Como lutador, chegou a um cartel de 14 lutas, 10 vitórias e 4 derrotas, sendo inclusive campeão de vale tudo em 1996. Em 1998, acabou sofrendo uma lesão no olho. Havia necessidade de uma cirurgia imediata, mas ele optou por fazê-la somente após lutar no IVC 5. Ao fazer a cirurgia, depois do combate, recuperou apenas 10% da visão. Ainda assim chegou a participar de eventos internacionais, enfrentando até mesmo Matt Hughes, ex-campeão do UFC e considerado como uma lenda do MMA. Somente em 2008 se aposentou oficialmente.

“Ficar cego por causa do amor a uma luta é coisa para gente honrada. Sei que sou visto como um louco por muita gente, mas acho que fiz a coisa certa, sacou?”, declarou ao ser perguntado se tinha algum arrependimento do que fez.

Como professor, montou um time forte, com conhecidos nomes como Leo Dalla, Tatá Duarte, Paulo Guillobel, Wander de Braga e Luiz Guigo.

Também foi criador do evento Rio Heroes, que chamava atenção por conta de suas regras – ou a falta delas – tradicionais.

 

RIO HEROES

Resultado de imagem para rio heroes vale tudo 2018

(Foto: Reprodução/ Rio Heroes)

O evento criado por Jorge Pereira, em 2007, numa parceria com o ex-aluno Jason Atkins,seguiao padrão que consagrou o vale tudo, principalmente,nos anos 80 e 90, havendo somente as chamadas “regras de honra”, onde eram proibidos apenas golpes como mordida, puxão de cabelo e dedo no olho. Não havia luvas e nem limite de tempo.

O Rio Heroes era transmitido em tempo real para todo o mundo através de um serviço de streaming, onde os assinantes pagavam uma bagatela de US$ 19,95. Os espectadores podiam ainda fazer apostas através de alguns sites patrocinadores. Essa fase chegou ao fim em janeiro de 2008, na 14ª edição, muito graças a grande repercussão em veículos de comunicação como jornais impressos e a televisão.

No dia 8 de julho de 2007, a Rede Record exibiu uma matéria de 16 minutos falando sobre lutas clandestinas, mostrando imagens das duas primeiras edições do evento. A Folha de São Paulo também exibiu uma matéria onde intitulou “Vale-tudo em SP inspira apostas no exterior”, no dia 31 de janeiro de 2008, dois dias depois da 14ª edição.

Nessa nova fase, o Rio Heroes será supervisionado pela Confederação de Lutas de Vale Tudo, para que tudo ocorra da melhor forma possível e dentro da legalidade. Os atletas continuarão em combates sem a utilização de luvas, sendo válidos golpes como cabeçadas, “tiro de meta” e cotoveladas. O tempo de cada duelo, antes ilimitado, agora poderá ser de até 2 rounds de 30 minutos.

 

SÉRIE, PRODUZIDA PELA FOX, SOBRE O RIO HEROES

Jorge Pereira ao lado de Murilo Rosa, o ator que vive seu personagem na série da Fox, Rio Heroes (Foto: Reprodução)

Foi produzida pela Fox, em parceira com a Mixer e a NBCUniversal, começando sua transmissão, pela Fox Premium, no dia 24 de fevereiro de 2018. A história contada é a do mestre Jorge Pereira, saindo da fase de lutador e iniciando na de promotor de evento de vale tudo. A primeira temporada teve uma boa receptividade e a segunda já está em produção.

“A primeira temporada foi ótima. Mas começamos a gravar a segunda temporada no dia 19 de outubro e ela vai ser ainda melhor. Eu estou ajudando nosso coreógrafo na elaboração das lutas e brigas da série. O elenco está supermotivado”, declarou Jorge Pereira.

O mestre, que tem a vida contada na série, falou ainda sobre como está empolgado com a produção e a chegada da nova temporada.

“Estou muito honrado e feliz com a série. Não é pra qualquer um ter, em vida, uma série sobre sua pessoa e seu trabalho. Só tenho elogios e estou muito ansioso para que vocês assistam a segunda temporada”.

Jorge revelou ainda, ao Nocaute na Rede, que a série foi vendida à Globosat e em breve será transmitida pelo Globo Play. O mestre acredita que dessa forma se tornará mais acessível – por conta do preço – e ganhará ainda mais popularidade.

Categorias
Kaio LimaLutasMMA Nacional

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

16 + seis =

RELACIONADO POR