Sem contrato com o WSOF, campeão peso-galo Marlon Moraes mira o UFC.

Moraes, que agora é um agente livre, visa entrar no UFC e já quer o campeão Cody Garbrandt em sua primeira luta pelo Ultimate.
(Foto: FloCombat)

O atleta de Nova Friburgo Marlon Moraes, atual campeão peso-galo do WSOF (World Series Of Fighting), acabou de defender seu cinturão pela quinta vez na virada de 2016 para 2017, quando derrotou Josenaldo Silva por nocaute técnico no WSOF 34, mas o carioca não quer descanso de jeito nenhum, pensa grande e tem grandes planos para o início de 2017.

Cumpriu a última luta de seu contrato com o WSOF, ainda não foi procurado pela organização, e já planeja seu futuro lutando no meio dos grandes, atuando pelo UFC. Marlon inclusive disse que tem cacife para derrotar os melhores da divisão e já propôs desafio ao novo campeão Cody “No Love” Garbrandt em seu primeiro combate pelo UFC.

Marlon Moraes com o cinturão do WSOF (Foto: MMA Junkie)

Marlon Moraes com o cinturão do WSOF (Foto: MMA Junkie)

“Cheguei em 2012 ao WSOF, fiz uma luta muito difícil, onde era considerado azarão, mas venci. Cresci, consegui me tornar campeão e, hoje, sou o Marlon que todos conhecem. Só que quero voar alto e lutar com os melhores. Sei que posso vencer qualquer um da divisão. Sou um dos melhores pesos-galos do mundo e posso vencer o Cody Garbrandt, o Dominick Cruz e qualquer um dos top contenders do UFC. Só preciso de uma oportunidade. Hoje, estou livre, não tenho contrato com o WSOF e estou disponível para conversar, negociar e ver o que vai ser melhor para mim, minha família e minha carreira. Luto com qualquer um da categoria, sei que tenho condições de vencer e deixaria essa decisão de escolher as lutas a critério do UFC. Mas, se for me dada a chance de titulo logo na minha primeira luta, sei que posso vencer o Cody Garbrandt. Só que não recuso qualquer luta. Venho matando peixes grandes há um bom tempo e tenho certeza que uma ida para o UFC vai ser uma boa oportunidade para mostrar ainda mais o meu trabalho.”

(Marlon Moraes sobre planos para o futuro, seu contrato com o WSOF e o interesse em enfrentar os grandes da divisão dos galos do UFC)

Marlon está no WSOF desde Novembro de 2012, estreou no primeiro evento da organização e ainda não perdeu sob o banner do World Series Of Fighting. Seu cartel atual é de 18 vitórias, 4 derrotas e 1 empate. Treina Muay Thai desde os 07 anos de idade e Jiu-Jítsu desde os 15. Já foi campeão nacional de Muay Thai duas vezes antes de transicionar para o MMA.

Categorias
LutasMMAMMA InternacionalUFCWSOF

Paulistano, São Paulino, baterista, perito em TI, fanático por lutas e viciado em games. Colunista e redator Nocaute Na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    5 × quatro =

    RELACIONADO POR