TFT/ TFT Maranhão faz bonito na 1ª edição de evento russo de mma realizado no Brasil

TFT/ TFT Maranhão faz bonito na 1ª edição de evento russo de mma realizado no Brasil

Se o ACB pretende voltar ao Brasil em breve, com certeza irá querer novamente os 3 atletas maranhenses fazendo parte do card
João Carvalho, Taigro Urso e Carlos Buiú (Foto: Arquivo Pessoal)

Neste sábado, 21, aconteceu o ACB 73, primeira edição da Organização russa a acontecer no Brasil. Três maranhenses estiveram no card, todos representando a TFT/ TFT Maranhão, e foram muito bem.

O primeiro a entrar no ‘cage’ foi Antônio Carlos “Buiú”, que enfrentou Fabiano Soldado logo na primeira luta da noite. Como já característico, “Buiú” se fez valer da sua excelente movimentação, combinada a um preparo físico muito bom. As mudanças de base a todo instante também fazem o oponente ficar confuso, sem saber de que lado vem os golpes mais potentes. No round, o combate ficou totalmente em pé, trocação o tempo todo. No , “Buiú” já passou a diversificar mais, trocando porrada, mas também agarrando, buscando a queda, grudando o oponente na grade. No , praticamente tivemos um replay do anterior, com o maranhense ora trocando porrada, ora buscando o grappling. No final, vitória de Antônio Carlos “Buiú” por decisão unânime dos juízes (30-27/30-27/29-28).

O segundo maranhense a entrar em ação foi Taigro “Urso”, o atual campeão peso galo do WOCS, enfrentando o ex-campeão peso pena do Jungle Fight, Valdines Silva, representante da Pitbull Brothers. O atleta da TFT já tem um jogo característico, de muito grappling, muita isometria, e não demorou muito a colocá-lo em ação. Pouco mais de 50 segundos de combates e “Urso” agarrou, colocou o oponente para baixo sem muitas dificuldades, e iniciou os trabalhos. Valdines, por baixo, até atacou o oponente e por duas vezes conseguiu aplicar o “armlock”, porém o maranhense conseguiu se livrar sem muito susto, na técnica. No mais, Taigro ficou o round todo batendo, castigando no ‘ground and pound’.

No 2º round a história se repetiu, com “Urso” derrubando e ficando por cima trabalhando os golpes traumáticos. Faltando pouco mais da metade do tempo pra acabar o 2º round, pegou as costas de Valdines, e buscou o mata-leão até o soar do gongo, porém o adversário resistiu.

O round não foi diferente dos anteriores, exceto pelos momentos em que o árbitro chegou a dar uma colaborada com Valdines, separando a luta e recomeçando-a com os lutadores em pé. Porém, rapidamente o atleta da TFT voltava a grudar, aplicar a queda e recomeçar o jogo no solo. No final, vitória de TaigroUrso” por decisão unânime (30-27/30-26/30-25).

O último maranhense a entrar no ‘cage‘ foi João “Pânico” Carvalho. O maranhense enfrentou o bem conhecido Wendell Negão. A expectativa era um combate quase que 100% só na trocação, uma vez que a parte de ‘striker‘ é o “carro chefe” de ambos.  O 1º round atendeu as expectativas, com a trocação presente o tempo todo. No início os lutadores estavam se estudando, e com o desenrolar do round, foram se soltando e deixando o combate mais quente.

No 2º e 3º round, João Carvalho já começou a fazer um jogo mais estratégico, tentando cansar os braços de Negão com o jogo de grappling, grudando o oponente na grade, e jogando boas cotoveladas nas saídas de clinch. No 3º round, chegou a colocar Wendell por 3 vezes no chão – lembrando que para se configurar uma queda, é preciso manter o oponente que foi derrubado por um pequeno tempo no solo. No final, vitória para Wendell Negão por decisão unânime (29-28/30-27/29-28), resultado muito questionado por fãs e alguns especialistas, que viram vitória para o lutador maranhense da TFT.

No fim, saldo positivo para a TFT/ TFT Maranhão, que colocou 3 atletas, saiu com dois vitoriosos, e o outro saindo com a derrota porém de forma muito questionada, com muita gente discordando, o que indica que o combate foi equilibrado e merece até uma revanche. Dessa forma, a equipe deixou uma excelente impressão, tanto para o ACB quanto para o público que acompanhou o evento, seja presente na arena ou telespectador. 

IBlackbelt
Categorias
ACBLutasMMA Internacional

Pai do Marco Antônio, Praticante de muay thai e MMA, Graduando em radialismo, Editor chefe do Nocaute na Rede, Redator nas seções de MMA nacional e internacional, Instrutor de Trânsito.
Sem Comentários

Responder

*

*

RELACIONADO POR