UFC 221: Romero vs Rockhold - Resumo, resultados e bônus

UFC 221: Romero vs Rockhold – Resumo, resultados e bônus

Evento não teve tantas estrelas mas foi bem movimentando, com lutas interessantes, boas finalizações e grandes nocautes
Yoel Romero faz mais uma vítima na carreira. O cubano agora possui 15 lutas, 13 vitórias e 11 nocautes como profissional de MMA (Foto: Getty Images)

Neste sábado, 11, aconteceu o UFC 221: Romero vs Rockhold, evento realizado diretamente da Austrália. No card principal, tivemos o cubano Yoel Romero mostrando porque é um dos caras mais temidos do planeta MMA, Curtis Blaydes mostrando inteligência e vencendo na base da estratégia, Tai Tuivasa mandando um recado para os futuros oponentes na divisão peso pesado, Jake Matthews anulando completamente o adversário num jogo de grappling e Tyson Pedro finalizando oponente de forma sensacional. Confira agora o que de melhor aconteceu nas lutas principais de mais um bom evento realizado pelo Ultimate.

Romero aplica golpe de misericórdia e deixa Rockhold inconsciente (Foto: Getty Images)

Na luta principal, o cubano Yoel Romero enfrentou o americano Luke Rockhold. Os dois trocaram algumas farpas durante o período pré-luta e então foi chegada a hora de resolverem suas diferenças. O combate começou como previsto, com Luke utilizando os golpes retos pra manter o oponente sempre afastado, trabalhando na média pra longa distância, além de alguns ‘low kicks‘ que foram magoando a perna do cubano. Enquanto isso, Romero mantinha seu jogo mais lento, analisando, aguardando o momento certo. Após um primeiro round morno, o segundo começou a esquentar as coisas. Yoel começou a “explodir” em alguns momentos, atacando, lançando golpes potentes, fazendo Luke diminuir sua caminhando pra frente e passando a andar mais tempo para trás. Em um desses ataques, o representante da AKA sentiu o golpe, mas conseguiu se manter vivo. No final do segundo round, Luke parecia bem melhor, movimentando bastante, trabalhando bem os golpes, deixando uma boa expectativa para o terceiro. Foi necessário pouco tempo de terceiro round até que Romero explodiu, acertar uma potente canhoto na cabeça do adversário e terminou dando apenas um golpe de misericórdia no solo antes que o juiz chegasse para fazer a interrupção aos 1:28. Yoel Romero não bateu o peso, ficando quase 1 kg e meio acima do limite permitido nas disputas de cinturão e por isso não levou o cinturão interino da divisão para casa. No entanto, é quase certo que receberá o ‘tittle shot’ e fará a revanche contra Robert Whittaker, campeão linear da categoria. Por sua vez, Luke perde a chance de se aproximar novamente do cinturão que um dia foi seu, sendo nocauteado pela segunda vez nas últimas três lutas. Vai ter que remar mais um pouco o garoto da AKA.

Manter a distância, essa foi a tônica da luta entre Blaydes x Hunt, no início sendo pra trocação, depois sendo para melhor entrar nas quedas (Foto: Getty Images)

Na luta co-principal, o ídolo local Mark Hunt enfrentou o americano Curtis Blaydes pela divisão peso pesado. Blaydes começou buscando o jogo perigoso da trocação, até ser surpreendido por Hunt num contragolpe. O americano tomou pelo menos três ou quatro golpes muito potentes, andou pra trás e parecia que seria nocauteado, mas conseguiu na última hora esquivar de um golpe derradeiro, agarrou o samoano e o derrubou. A partir de então, o jogo de Blaydes foi esse durante todo o combate, trabalhando o grappling, colocando o oponente de costas no chão e castigando no ‘ground and pound’. No final, vitória de Blaydes por decisão unânime (30-26/30-26/29-27). O americano agora soma agora seis lutas no Ultimate, sendo 4 vitórias (terceira consecutiva), 1 ‘no contest’ e apenas 1 derrota. Após nocautear Derrick Lewis, o super samoano acaba agora derrotado numa luta que pode ter sido a última de sua carreira, ou no UFC ou de forma geral.

Australiano foi implacável e maltratou adversário francês com socos e cotoveladas brutais (Foto: Reprodução)

Na antepenúltima luta da noite, o australiano Tai Tuivasa enfrentou o francês Cyril Asker pela divisão peso pesado. Logo de início, Tuivasa foi pra cima e começou a disparar socos e cotoveladas. Asker trocou alguns golpes, mas logo acabou acertado e demonstrou que sentiu. Tuivasa sentiu o cheiro de sangue, foi com tudo disparando cotoveladas e socos brutais, enquanto Asker se fechou na grade, aguentou pancadas e buscou o momento certo pra jogar aquele soco contragolpeador salvador. No entanto, a única coisa que o francês conseguiu foi tomar mais e mais pancadas, até que caiu no chão e o juizão separou. Vitória de Tai Tuivasa por nocaute técnico aos 2:18 do 1º round, fazendo a alegria do público australiano presente na arena. Tuivasa se mantém invicto na carreira, agora com 7 lutas, 7 vitórias, 7 nocautes (todos no 1º round). Já Asker chega a sua quinta luta na Organização, com duas vitórias e três derrotas (todas elas por nocaute no 1º round).

Australiano conseguiu sobreviver a dedadas no olho e chutes ilegais, saindo vitorioso contra o lutador chinês (Foto: Getty Images)

A segunda luta do card principal colocou os meio-médios Jake Matthews x Ji Jingliang cara a cara. No primeiro round, Mathews partiu para o jogo de grappling e assim conseguiu dominar amplamente o rival. No segundo, o australiano começou melhor, mas depois demonstrou cansaço e o chinês cresceu, até acertando bons golpes. Da forma como acabou o segundo round, parecia que Jingliang iria para o round final para a liquidar a fatura. No entanto, Matthews voltou recuperado e conseguiu novamente levar a melhor. No final, vitória para o australiano Jake Mathews por decisão unânime (29-28/30-26/30-26).

Tyson Pedro inverte posição com kimura, aproveita o embalo e finaliza Saparbek Safarov ainda no primeiro round (Foto: Getty Images)

Na abertura do card principal, os meio-pesados Tyson Pedro x Saparbek Safarov estiveram frente a frente. Safarov logo conseguiu derrubar o adversário, mas não demorou muito e Tyson conseguiu levantar. Os dois lutadores não ficaram muito afim de estudar a luta e caíram pra dentro buscando definir logo. Tyson levava uma ligeira vantagem quando bnovamente o agarrou e colocou na grade. O australiano abriu bem a base pra defender a queda e enquanto isso começou a esboçar que atacaria o braço de Saparbek com uma kimura. O lutador do Daguestão não pareceu botar muita fé e permaneceu na pegada buscando a queda. Pedro então conseguiu encaixar a kimura, saiu da grade e reverteu a posição, de quebra ainda fez Safarov ir parar no chão. Daí foi só ajustar a posição, dar aquela pressão e esperar os três tapinhas. Belíssima vitória por finalização (kimura) aos 3:54 do 1º round. Após sofrer a primeira derrota da carreira em seu último combate – derrota para Ilir LatifiTyson volta ao caminho da vitória. Safarov vinha invicto na carreira até que chegou no Ultimate, sofrendo agora sua segunda derrota em duas lutas. Melhor abrir o olho ou vai ter que passar no RH.

 

RESULTADOS UFC 221: ROMERO vs ROCKHOLD

Card Principal

Médios: Yoel Romero nocauteou Luke Rockhold aos 1:28 do 3º round;
Pesados: Curtis Blaydes venceu Mark Hunt por decisão unânime (30-26/30-26/29-27);
Pesados: Tai Tuivasa nocauteou Cyril Asker aos 2:18 do 1º round;
MeioMédios: Jake Matthews venceu Li Jingliang por decisão unânime (29-28/30-26/30-26);
MeioPesados: Tyson Pedro finalizou Saparbek Safarov com uma kimura aos 3:54 do 1º round

Card Preliminar

Leves: Dong Hyun Kim venceu Damien Brown por decisão dividida (29-28/28-29/29-28);
Médios: Israel Adesanya nocauteou Rob Wilkinson aos 3:37 do 2º round;
Penas: Alexander Volkanovski nocauteou Jeremy Kennedy aos 4:57 do 2º round;
Moscas: Jussier Formiga finalizou Ben Nguyen com um mata-leão aos 1:43 do 3º round;
Leves: Ross Pearson venceu Mizuto Hirota por decisão unânime (30-27/30-27/29-28);
Galos: José Alberto Quiñones venceu Teruto Ishihara por decisão unânime (30-27/29-28/29-28);
MeioMédios: Luke Jumeau venceu Daichi Abe por decisão unânime (29-28/29-27/28-27)

 

BÔNUS DA NOITE

Jussier Formiga e Israel Adesanya – US$ 50 mil para cada pelas “Performances da Noite”;

Jake Matthews x Li Jingliang – US$ 50 mil para cada pela “Luta da Noite”

Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai do Marco Antônio, Praticante de muay thai e MMA, Graduando em radialismo, Editor chefe do Nocaute na Rede, Redator nas seções de MMA nacional e internacional, Instrutor de Trânsito.
Sem Comentários

Responder

*

*

5 × 1 =

RELACIONADO POR