UFC Fight Night 126: Cerrone vs Medeiros - Resumo, resultados e bônus

UFC Fight Night 126: Cerrone vs Medeiros – Resumo, resultados e bônus

Mesmo com quase nenhuma estrela - a exceção era Cerrone - evento em Austin foi muito bom, com vários nocautes, finalizações e cheios de boas lutas
Cerrone nocauteando Yancy Medeiros (Foto: Getty Images)

Neste domingo, 19, aconteceu o UFC Fight Night 126: Cowboy vs Medeiros. Donald Cerrone fez a luta principal contra Yancy Medeiros e conseguiu tirar a “zica” que já lhe rendia três derrotas consecutivas. No ‘co-main event’, Derrick Lewis sofreu, estava prestes a ser derrotado, mas na “bacia das almas” conseguiu a virada e já está na história dos pesos pesados com mais um nocaute. Brasileiros não foram bem e acabaram sendo derrotas, enquanto Sage Northcutt venceu, mas não convenceu e de forma bem polêmica. Confira agora o que de melhor aconteceu em mais um bom evento do UFC.

Sage Northcutt x Thibault Gouti (Foto: Reprodução/ Instagram)

Na luta de abertura do card principal, Sage Northcutt enfrentou o francês Thibault Gouti. O americano passou verdadeiros momentos de sufoco durante a luta na parte da trocação, chegando a ir a ‘knockdown’ e balançar algumas vezes após sofrer potentes socos. Quando esteve em apuros, Sage mostrou inteligência e usou seu wrestling, derrubando bem o oponente. No segundo e terceiro round, acabou também sendo derrubado e tomando um pouco de pressão. No entanto, os dois lutadores, quando derrubaram e estiveram por cima, não conseguiram aproveitar a posição e utilizar o ‘ground and pound’ com eficiência. No final, numa decisão que muita gente discorda, Northcutt saiu vencedor por decisão unânime (triplo 29-28).

Brandon Davis x Steven Peterson receberam US$ 50 mil cada pela “Luta da Noite” (Foto: Reprodução/ MMA Junkie)

Na segunda luta do card principal, Brandon Davis x Steven Peterson se enfrentaram pelos pesos penas. Os dois fizeram uma luta bem legal, com vários momentos de trocação franca, do jeito que o público geralmente gosta, Davis conseguiu os melhores golpes na maior parte do tempo. Peterson mostrou muita vontade, disposição e queixo bom, aguentou pancada, inclusive uma joelhada que faria muitos lutadores “beijarem” à lona. No final, a maior efetividade de Davis lhe garantiu a vitória por decisão unânime (30-27/29-28/30-26).

Curtis Millender nocauteando Thiago Pitbull (Foto: Getty Images)

Na terceira luta do card principal, o Brasil teve seu segundo representante. Thiago Pitbull retornou ao octógono após quase 11 meses parado, enfrentando o estrante Curtis Millender. O americano começou caminhando pra frente, caçando o brasileiro. Pitbull fez um jogo que não estava muito acostumado, andando pra trás, circulando no ‘cage’. O brasileiro chegou a tomar um ‘knockdown’ logo no primeiro round, mas se recuperou e resistiu. No final do segundo round, Thiago começou a achar melhor a distância, sem caminhar tanto pra trás, e assim mesmo começou no round seguinte. O veterano estava indo bem, num momento talvez até melhor que o oponente, jogando fechadinho, sem espaço para tomar contragolpes. No entanto, Millender aplicou uma joelhada de contragolpe que encontrou o queixo de Pitbull, levando-o a nocaute. Vitória de Curtis Millender por nocaute aos 4:17 do 2º round. Uma bela estreia, diga-se de passagem.

James Vick vs Francisco Massaranduba (Foto: Getty Images)

Na antepenúltima luta, novamente brasileiro no ‘cage’. Francisco Massaranduba foi até o Texas enfrentar o “dono da casa”, James Vick. Com uma envergadura bem maior, Vick trabalhou bastante na longa distância, com bastante golpes retos, utilizando bastante a movimentação lateral. Restava ao brasileiro “explodir” para conseguir acertar o  rival, conseguindo êxito em várias e várias oportunidades. O único momento real de perigo para um dos lutadores foi quando Vick conseguiu colocar um forte direto que levou “Massara” a ‘knockdown’, mas quando foi pra cima com tudo para definir o combate, o brasileiro conseguiu agarrá-lo e assim se recuperou. No mais, a tônica da luta foi essa mesma, sem mais sustos como já foi dito. No final, vitória de James Vick por decisão unânime (triplo 29-28).

Lewis e sua já tradicional comemoração pós-vitória (Foto: Reprodução)

Na luta co-principal, os pesos pesados Derrick Lewis x Marcin Tybura ficaram frente a frente. Lewis começou melhor, chegando a aplicar dois ‘knockdowns’ em Tybura com sua potente diretia. No entanto, Tybura conseguiu incrivelmente resistir, grudar, derrubar e trabalhar no ‘ground and pound’ em boa parte do 1º round e na maior parte do 2º. Mas, assim como o polonês resistiu aos fortes socos, Lewis não foi finalizado. No terceiro round, como esperado, Derrick estava exausto, praticamente parando no ‘cage’, enquanto Tybura ainda exibia bastante disposição, movimentando bem. O polonês grudou, mas dessa vez não conseguiu a queda. Lewis se livrou, e Marcin não saiu da “raio de ação”, acabando por levar potentes socos do americano, indo assim a nocaute. No final, nocaute da “besta negra” aos 2:48 do 3º round, tornando-se assim o segundo maior nocauteador dos pesos pesados (9), ficando a apenas 1 do recordista Cain Velasquez (10).

Donald Cerrone “explode” chute na linha de cintura de Yancy Medeiros (Foto: Reprodução)

Na luta principal, Donald Cerrone  enfrentou o havaiano Yancy Medeiros, buscando sua reabilitação após sofrer 3 derrotas nas últimas 3 lutas, pior sequência em toda sua carreira. Desde o início, Medeiros mostrou que queria vir pra decidir o combate, empolgado pela boa sequência de três vitórias consecutivas, seu melhor momento desde que chegou ao UFC em 2013. Yancy começou levando vantagem e até acertou bons golpes no ‘cowboy’. Mas Cerrone conseguiu se encontrar na luta, acertou alguns bons golpes, até que num momento de trocação franca, acertou um leve cruzado e um diretão em cheio no rosto do oponente, levando-o a ‘knockdown’. Depois foi só bater um pouco no ‘ground and pound’ e esperar o árbitro encerrar o duelo. Com esse nocaute aos 4:58 do 1º round, Cerrone chega então a sua 14ª vitória por nocaute ou finalização dentro da Organização, o recordista nesse quesito.

 

RESULTADOS UFC FIGHT NIGHT 126: COWBOY vs MEDEIROS

Card Principal

MeioMédios: Donald Cerrone nocauteou Yancy Medeiros aos 4:58 do 1º round;
Pesados: Derrick Lewis nocauteou Marcin Tybura aos 2:48 do 3º round;
Leves: James Vick venceu Francisco Massaranduba por decisão unânime (triplo 29-28);
Meio-Médios: Curtis Mellender nocauteou Thiago Pitbull aos 4:17 do 2º round;
Penas: Brandon Davis venceu Steven Peterson por decisão unânime (30-27/29-28/30-26);
Leves: Sage Northcutt venceu Thibault Gouti por decisão unânime (triplo 29-28)

Card Preliminar

Leves: Carlos Diego Ferreira nocauteou Jared Gordon aos 1:58 do 1º round;
MeioMédios: Geoff Neal finalizou Brian Camozzi aos 2:48 do 1º round;
Moscas: Roberto Sanchez finalizou Joby Sanchez aos 1:50 do 1º round;
GalosFemininos: Lucie Pudilova venceu Sarah Moras por decisão unânime (29-28/29-28/29-27);
MeioMédios: Alex Morono finalizou Josh Burkman aos 2:12 do 1º round;
Médios: Oskar Piechota nocauteou Tim Williams aos 1:54 do 1º round.

 

BÔNUS DA NOITE

Derrick Lewis e Curtis Millender – US$ 50 mil para cada pelas “Performances da Noite”;

Brandon Davis x Steven Peterson – US$ 50 mil para cada pela “Luta da Noite”.

Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

14 − 1 =

RELACIONADO POR