UFC on FOX 29 Parte 3: Alex Cowboy Oliveira quer subir no ranking da categoria e é favorito contra Carlos Condit | Nocaute na Rede

UFC on FOX 29 Parte 3: Alex Cowboy Oliveira quer subir no ranking da categoria e é favorito contra Carlos Condit

Contra Marvin Vettori, nigeriano Israel Adesanya coloca invencibilidade à prova em sua segunda luta pelo UFC

Seguimos com a nossa série de análises a respeito das lutas do Ultimate Fighting Championship on FOX 29, que acontece nesse sábado (14 de abril), na Gile River Arena, e, Glendale, Arizona. Depois de dissecarmos a luta entre Brad Tavares x Krzysztof Jotko na primeira parte e de darmos destaque para os brasileiros Antônio Cara de Sapato e Wilson Reis em suas lutas contra Tim Boetsch e John Moraga, respectivamente, na segunda parte, chegou a hora de vermos quais são as possibilidades e as melhores oportunidades de você investir no Oddsshark.com no confronto que envolve Alex Cowboy x Carlos Condit e Israel Adesanya x Marvin Vettori.

(R$1,50) Alex Cowboy Oliveira x Carlos Condit (R$2,60) – peso meio-médio (até 77,1kg); Palpite: vitória de Cowboy

Esse é um excelente duelo para entreter os fãs do MMA espalhados pelo mundo. Tudo indica que teremos muita emoção e luta em pé, provavelmente resultando em nocaute para algum dos lados. Alex é menos experiente e começou tarde na modalidade (aos 22 anos). Porém, ele supera as dificuldades com muita vontade e raça, sendo um dos atletas mais legais para se ver no octógono.

Hoje com 30 anos, Cowboy está no UFC desde 2015, quando estreou em março sendo finalizado por Gilbert Durinho. De lá para cá o atleta fez mais 10 lutas pela organização, ganhando sete, perdendo duas e não obtendo resultado uma vez. Em seu cartel há 26 lutas, sendo 17 vitórias e cinco derrotas, além de um empate e dois “sem resultado”.

Striker nato, o brasileiro precisa melhorar o seu jogo de luta agarrada se quiser evoluir na carreira, principalmente porque os seus oponentes temem sua mão pesada e procuram neutralizar essa arma. Afinal, são 11 nocautes (65% de aproveitamento). Curiosamente ele foi nocauteado na sua mais recente participação no UFC, em dezembro de 2017, por Yancy Medeiros.

Com leve indicação de azarão nas cotas do Oddsshark.com, o experiente Carlos Condit já foi o campeão interino da categoria em 2012. Muito talentoso, o lendário Georges St.Pierre, que foi quem tirou o cinturão de Condit, fez questão de exaltar as qualidades do oponente à época. O problema é que desde então sua carreira parece que desandou.

Alex Cowboy Oliveira

(Foto: bjpeen.com)

Foram mais sete lutas no UFC somando cinco derrotas, sendo que três delas são consecutivas e o colocam em uma situação complicada diante de Cowboy, pois se perder pode colocar fim à sua história na organização.

No total Carlos soma 30 vitórias (15 por nocaute, 13 por finalização e duas por decisão) e 11 derrotas (uma por nocaute, quatro por submissão e seis por decisão). Com 1,85m ele é bem alto para a categoria, mas sua envergadura (1,91m) não é superior a do brasileiro, que tem 1,93m. Muito provavelmente o norte-americano vai se aproveitar do jogo no chão.

Na luta em pé vejo Alex com alguma vantagem porque é um cara com uma mão realmente muito pesada, que não tem medo de trocar golpe e se sente confortável nessa situação, ao passo que Condit sabe que não pode se arriscar demais nessa luta e precisa sair com a vitória. Tudo indica que ele será mais conservador.

Meu palpite é de vitória de Cowboy por nocaute, mas já adiante que podemos ter uma grande luta em termos de animação, pois dificilmente a temperatura ficará morna no octógono mais famoso do mundo. Vamos esperar o grande dia!

(R$1,36) Israel Adesanya x Marvin Vettori (R$3,15) – peso médio (até 83,9kg); Palpite: vitória de Adesanya

Nascido na Nova Zelândia, mas com origens na Nigéria, Israel Adesanya é um kickboxer conhecido no meio que só estreou no MMA em 2012. Aos 28 anos, o atleta de 1,93m e envergadura de 2,03m tem se mostrado um legítimo osso duro de roer. Sua facilidade para a luta em pé impressiona muito e ele pode se tornar um pesadelo na categoria.

Com um cartel de 12 lutas e 100% de aproveitamento, sendo todas por nocaute, Adesanya só fez uma luta no UFC, que foi em fevereiro desse ano, quando aniquilou Rob Wilkinson com joelhadas brutais. Sua vantagens na luta são o tamanho, a ampla superioridade em pé, o poder de nocaute e o maior ritmo de luta.

Entretanto, não podemos descartar o talento do jovem italiano de 24 anos original de Trentino. Marvin Vettori tem demonstrado ser muito talentoso e inclusive já bateu o experiente brasileiro Vitor Miranda por decisão dos juízes, em junho do ano passado.

Israel Adesanya vs Marvin Vettori

(Pôster divulgação UFC)

É interessante porque Vettori nunca foi nocauteado em 16 lutas no cartel, das quais 12 ele venceu – sendo oito por finalização, duas por nocaute e duas por decisão -, perdeu três por escolha dos juízes e empatou uma, justamente a na última vez em que subiu no octógono, em dezembro de 2017.

No Oddsshark.com o nigeriano é franco favorito e o meu palpite é mesmo de vitória dele. Porém, é interessante analisarmos duas situações. A primeira é que o italiano, se for inteligente, vai encurtar a distância para levar a luta para o solo, onde Adesanya é uma incógnita. Nesse jogo Marvin pode se machucar caso entre no clinch do favorito.

A segunda situação é que da mesma maneira que Israel periga a conhecer sua primeira derrota no MMA, Vettori periga seriamente a conhecer como é ser nocauteado também, já que dificilmente o nigeriano vai ganhar de outra maneira (se ganhar). Ou seja, podemos esperar uma quebra de paradigma nesse confronto.

Cotas para o UFC on FOX 29 (14 de abril):

(R$1,50) Alex Cowboy Oliveira x Carlos Condit (R$2,60) – peso meio-médio (até 77,1kg); Palpite: vitória de Cowboy

(R$1,36) Israel Adesanya x Marvin Vettori (R$3,15) – peso médio (até 83,9kg); Palpite: vitória de Adesanya

(R$1,38) Antônio Cara de Sapato x Tim Boetsch (R$3,00) – peso médio (até 83,9kg); Palpite: vitória do Cara de Sapato

(R$1,69) Wilson Reis x John Moraga (R$2,15) – peso mosca (até 56,7kg); Palpite: vitória de Reis

(R$2,00) Michelle Waterson x Cortney Casey-Sanchez (R$1,77) – peso mosca (até 52,2kg); Palpite: vitória de Waterson

(R$1,72) Brad Tavares x Krzysztof Jotko (R$2,10) – peso médio (até 83,9kg); Palpite: vitória de Jotko

(R$1,20) Gilbert Durinho x Dan Moret (R$4,50) – peso leve (até 70,3kg); Palpite: vitória de Durinho

(R$1,83) Yushin Okami x Dhiego Lima (R$1,93) – peso médio (até 83,9kg); Palpite: vitória de Okami

Categorias
ApostasEspeciaisLutasMMA InternacionalUFC

Louco por MMA Internacional e Nacional. Owner do Nocaute na Rede e Redator dos sites RSEsporte.com e Torcedores.com."1% de chances SEMPRE confiante"
    Um Comentário
  • Binho
    13 abril 2018 at 19:18
    Responder

    Okami vem descendo de categoria e pode sofrer nesse corte, seu auge passou faz tempo. Dhiego vem melhor preparado e amadurecido tecnicamente. Vou apostar no Dhiego.

  • Responder

    *

    *

    4 × cinco =

    RELACIONADO POR