A mística em torno de um homem, qual é seu segredo ? – Mario Reis

Se você, entrou no mundo do jiu-jitsu, ou pelo menos já ouviu falar sobre jiu jitsu, com certeza ouviste o nome dessa espécie de ”lenda urbana viva” do Jiu...

Se você, entrou no mundo do jiu-jitsu, ou pelo menos já ouviu falar sobre jiu jitsu, com certeza ouviste o nome dessa espécie de ”lenda urbana viva” do Jiu Jitsu, o mestre de uma das maiores academias do mundo, um das mais papadoras de títulos importantes no mundo do  Jiu Jitsu, o mestre de jiu jitsu Mario Reis.

maxresdefault



Fazia tempo que queria falar sobre esse cara, que é uma das maiores personalidades do Jiu Jitsu.

Se é pra dar um ”mini” cartão de visitas, te liga aí!

Principais Conquistas:

  • Campeão Mundial (2000 faixa azul, 2002 faixa marrom, 2003 faixa peta, 2004)
  • Campeão da Copa do Mundo (2002 faixa marrom, 2003 faixa preta – CBJJO)
  • Campeão da Copa do Mundo (2008, 2010 – CBJJE)
  • Campeão Pan-Americano (2005)
  • Campeão Europeu (2009, 2006 – absoluto)
  • Campeão Brasileiro (2002 faixa marrom)
  • Medalha de Prata no Mundial (2005, 2006, 2007)
  • Medalha de Prata no Pan-Americano (2006, 2007, 2009)
  • Medalha de Bronze no Mundial (2008, 2009, 2010)

O cara só pra começar é gaúcho nato! Mario Reis começou treinando jiu jitsu com a lenda Zé Mário Sperry, sendo graduado por ele na faixa azul e roxa. No processo de se tornar uma das principais promessas na arte suave, Mário conheceu Fabrício Werdum. Werdum e Reis se tornaram grandes amigos, tanto que Reis decidiu se mudar para o time de Werdum onde começou ter aulas com outra figura importante do Jiu Jitsu, Sylvio Behring. Foi Behring quem graduou Reis na faixa preta em 2003, tendo Mario provado ser merecedor da graduação ao vencer ambos os campeonatos mundiais desse ano (Campeonato Mundial e Copa do Mundo), se tornando o primeiro faixa preta a atingir esse feito. Conseguiu também vencer duas lendas do esporte a caminho do podio, Fredson Paixão e Alexandre “Soca” (quase ninguém né ? hehe)

Mas foi  em 2006 que a parada ficou séria. Mário Reis foi para a Europa pela primeira vez, para dar alguns seminários na Espanha e na Holanda, auxiliado pelo seu grande amigo Fabrício Werdum, que o ajudou a estabelecer os contatos necessários. Desde então Mário estabeleceu algumas academias no velho continente, nomeadamente em Inglaterra e Espanha.

Mário Reis se mudou para a Brazilian Top Team, mas em Julho de 2006 se fixou na Gracie Barra, uma união promovida pelo seu patrocinador. Foi também nesse ano que Mário Reis foi observado pelos promotores do Pride Fighting Championship que o convidaram para fazer parte do rol de lutadores da organização, mas o convite foi recusado por Mário que preferiu manter o seu foco no Jiu-Jitsu.

Gente, Mário sempre foi um ícone do jiu jitsu a ponto de receber convites do PRIDE! Veja bem!

Em 2011 Mário Reis se mudou para a academia Alliance.

Eu não participo da mesma equipe que o mestre Mário Reis, porém, mesmo antes de entrar no mundo da arte suave, já tinha ouvido falar da relação Mário Reis/Fabrício Werdum, e principalmente como Mário Reis desde os tempos de antes da faixa preta, papou títulos importantíssimos como mencionei acima.

Os alunos de Mário então nem se fala, papam os títulos mais importantes no Brasil e no mundo, o que faz com que Mário Reis além de ser um grande atleta, um grande exemplo de professor e uma das mais fiéis e afirmadas representações do BJJ moderno.

Mário Reis, pelo seu conhecimento, esta mística que tem em torno de seu nome, perdurarão por anos. Mário Reis é um padrão de referência na arte suave.

Mário Reis, com certeza é um cara que iremos (e ouviremos) falar por muitos e muitos anos!

Grande abraço meus amigos! OSS!



Categorias
Opinião

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

18 − dez =

RELACIONADO POR