Agora aposentado, Anthony Johnson revela projeto de trabalho com maconha medicinal

Com a aposentadoria de Anthony Johnson, UFC perde um dos caras que mais metem medo entre todas as divisões de peso
(Foto: Reprodução)

No último dia 8 de abril, Anthony ‘Rumble‘ Johnson enfrentou o campeão meio pesado Daniel Cormier na luta principal do UFC 210. Assim como aconteceu no primeiro confronto entre eles, realizado no UFC 187 em maio de 2015, ‘DC‘ novamente finalizou ‘Rumble‘ com um mata leão.

Após perder novamente a oportunidade de conquistar o cinturão do Ultimate, Johnson declarou, na entrevista pós luta ainda dentro do octógono, que estava se aposentando do MMA. Uma notícia que pegou todos de surpresa, uma vez que ‘Rumble‘ vive o auge de sua carreira, perdeu apenas 2 das 11 lutas disputadas desde que se tornou meio pesado – Johnson se tornou meio pesado antes mesmo de retornar ao UFC – e dessas 11 vitórias 9 foram por nocaute. Johnson é – ou era no caso – um dos mais temidos lutadores de toda a Organização. Em entrevista, Anthony revelou que vai trabalhar no ramo de maconha medicinal.

“Estamos abrindo uma instalação. É (maconha) para uso medicinal, temos algumas coisas acontecendo. Já é algo grande. Estamos apenas esperando a lei ser aprovada. Estamos fazendo tudo da maneira certa. Seguindo as regras, por esse caminho não há problema”, declarou em entrevista ao ‘talk show’ ‘Heated Conversations’.

O agora ex lutador também comentou que sua saúde foi o que o levou a optar pela aposentadoria mesmo estando no auge da carreira.

“Minha saúde, cara. Você ouve falar de traumatismos cranioencefálicos e todas essas coisas, lesões na cabeça. Você está prejudicando seu corpo jogando futebol e coisas assim, mas esse tipo de coisa pode acontecer rapidamente no MMA. Estamos constantemente batendo um no outro. Eu me amo. Você sabe o que estou dizendo? Muitos caras não pensam nisso”, declarou.

Johnson foi questionado ainda se havia alguma chance dele voltar atrás em sua decisão de se aposentar, no entanto ele foi bem firme.

“Esse não sou eu. Quando eu digo que vou fazer uma coisa, eu farei. Está tudo acabado. Não estou mais naquela vida”, concluiu.

Anthony Johnson tem 33 anos e um cartel com 28 lutas, 22 vitórias (16 nocautes e 6 por decisão) e 6 derrotas (1 nocaute e 5 finalizações). Tentou competir até nos meio médios, no entanto só quando chegou aos meio pesados é que ‘Rumble‘ começou a se tornar o monstro que conhecemos e obliterar seus oponentes. Desde que retornou ao Ultimate foram 8 lutas, 6 vitórias (1 por decisão e 5 nocautes) e 5 bônus de “Performance da Noite“. 



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

dezenove − 13 =

RELACIONADO POR