Alessandra Campêlo parabeniza bronze de Rita de Cássia no Mundial Sub-21 e questiona Prefeitura de Manaus: “E a Bolsa-Atleta?”

A deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB) parabenizou a inédita medalha de bronze conquistada pela amazonense Rita de Cássia Reis no Campeonato Mundial de Judô Sub-21, nesta sexta-feira, 23 de...

A deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB) parabenizou a inédita medalha de bronze conquistada pela amazonense Rita de Cássia Reis no Campeonato Mundial de Judô Sub-21, nesta sexta-feira, 23 de outubro, em Abu Dhabi. Ritinha, como é conhecida no mundo da luta, foi uma das atletas apoiadas na gestão de Alessandra na Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), no período de fevereiro de 2012 a abril de 2014.

“A Ritinha merece muito essa conquista histórica para o esporte amazonense, pois nunca desistiu dos seus sonhos, mesmo quando teve as portas fechadas pelos governantes. E agora, Prefeitura de Manaus, como explicar que uma atleta com medalha internacional fique fora da Bolsa-Atleta Municipal?”, questionou a parlamentar que sido a única defensora dos atletas e paratletas de alto rendimento na Assembleia Legislativa do Amazonas.



Foto: Emanuel Mendes Siqueira

Foto: Emanuel Mendes Siqueira

Show nos Emirados Árabes

 Competindo na categoria superligeiro (- 44 kg), Rita de Cássia garantiu a primeira medalha do Brasil no Mundial. Na repescagem, a atleta da equipe La Salle de Manaus derrotou Mireia Comas, da Espanha, por ippon, depois de estar perdendo por wazari e yuko. Na disputa pela medalha, Rita foi muito superior à russa Sitora Boymatova, conseguindo pontuar com um yuko, jogar de wazari e conseguir a imobilização para subir ao pódio.  

Alessandra considera a medalha de Ritinha um incentivo para os demais atletas e paratletas amazonenses que estão sem apoio oficial.

 “Apesar das dificuldades, nossas meninas e meninos do esporte estão dando uma aula de superação. O Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus precisam valorizar mais o esporte local”, enfatizou Alessandra.

Feito histórico

Segundo o maior pesquisador de Artes Marciais no Amazonas, Rildo Heros, o feito de Ritinha é histórico.

 “É a primeira vez que um atleta amazonense ganha uma medalha num Campeonato Mundial de Judô. A Ritinha definitivamente escreveu seu nome na história do nosso esporte”, afirmou Rildo.

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

 



Categorias
Lutas

27 anos, gaúcho, bacharel em administração.
Sem Comentários

Responder

*

*

nove − seis =

RELACIONADO POR