Amanda Nunes parabeniza Cris Cyborg e a chama para segunda luta

Quase 7 meses após perder o cinturão peso-pena, Cris Cyborg retornou ao octógono. Ela enfrentou a canadense Felicia Spencer na luta co-principal do UFC 240 que foi realizado neste...
Cris Cyborg vs Amanda Nunes (Foto: Reprodução)

Quase 7 meses após perder o cinturão peso-pena, Cris Cyborg retornou ao octógono. Ela enfrentou a canadense Felicia Spencer na luta co-principal do UFC 240 que foi realizado neste último sábado, 27, no Canadá. A adversária foi castigada, mas aguentou a potência dos golpes da brasileira e só perdeu na decisão unânime dos juízes. Após o confronto, Amanda Nunes foi até as redes sociais, parabenizou a compatriota e a convidou para uma nova luta.

“Parabéns, vamos lá novamente”, escreveu em seu perfil no twitter, em inglês e português, e marcou Cris Cyborg e Dana White.



Cris Cyborg e Amanda Nunes marcam desafio pelo twitter (Foto: Reprodução/ Twitter)

Pouco tempo depois, Cris respondeu apenas com a palavra “janeiro”, referência a uma possível data para o duelo e que foi confirmada em entrevista. A lutadora, no entanto, falou que precisa resolver algumas questões com a Organização no que diz respeito à renovação de seu contrato. Comentou ainda sobre, segundo ela, mentiras que Dana White andando falando a seu respeito.

Cris Cyborg usou camisa onde faz referência a uma nova luta contra Amanda e ainda uma possível data (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Têm muita coisa acontecendo agora, várias coisas que precisamos trabalhar. Todo mundo sabe que eu não tenho a melhor relação com o UFC e com Dana White , eu sofro bullying dele e da Organização. E isso vai continuar. Quer falar  que eu estou com medo de lutar com ela? É mentira porque eu pedi por essa luta, mas não me deram, me deram a Felicia. Ele quer me aterrorizar para mexer com minha cabeça. Com certeza a revanche é algo que eu quero fazer. Agora precisamos negociar”, comentou.

Amanda Nunes e Cris Cyborg se enfrentaram pela primeira vez em 29 de dezembro de 2018, no ‘co-main event’ do UFC 232: Jones vs Gustafsson 2, pela divisão peso-pena. Amanda venceu por nocaute com apenas 51 segundos de duelo, tomou o cinturão de Cristiane e se tornou a quinta pessoa, primeira mulher, a conquistar o título em duas categorias de peso diferentes.



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

cinco × quatro =

RELACIONADO POR