Análise pós luta do UFC Tampa: Teixeira vs Evans

Neste sábado, 16, aconteceu o UFC on Fox 19 (UFC Tampa): Teixeira vs Evans. O evento foi realizado em Tampa, Flórida, EUA, e trouxe como destaque Glover Teixeira x...

Neste sábado, 16, aconteceu o UFC on Fox 19 (UFC Tampa): Teixeira vs Evans. O evento foi realizado em Tampa, Flórida, EUA, e trouxe como destaque Glover Teixeira x Rashad Evans na luta principal, Rose Namajunas x Tecia Torres de ‘co-main event’retorno de Khabib Nurmagomedov após quase 2 anos distante do octógono. O evento também contou com os brasileiros Hacran Dias, Bethe Correia, Cezar Mutante e Elizeu Capoeira. Confira agora o que de melhor aconteceu em mais um grande evento do Ultimate.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Maurício Shogun iria enfrentar Rashad Evans. No entanto, o brasileiro se lesionou e teve de ser retirado do card. Glover Teixeira foi então chamado de última hora e aceitou enfrentar o ex campeão dos meio pesados.

Apesar de ‘sugar’ estar longe de seus melhores dias, era esperado que pelo menos de início fosse oferecer algum perigo ao brasileiro. No entanto, desde o início, Teixeira começou a andar para frente e buscar encurralar Evans na grade. Sem dar tempo para que o mínimo de perigo lhe fosse oferecido, o mineiro acertou um belíssimo cruzado que pegou em cheio na ponta do queixo do americano, levando-o, “apagado”, ao chão.

Após a vitória, Glover pediu para enfrentar Anthony Johnson ou Daniel Cormier. No próximo final de semana, no UFC 197, Jon Jones enfrentará Ovince St Preux, em luta válida pelo cinturão interino da categoria, cinturão este que também garantirá o próximo a enfrentar o campeão Daniel Cormier, quando este se recuperar de sua lesão. Diante disso, a probabilidade do brasileiro enfrentar ‘rumble’ são bem mais altas, e diga-se de passagem, é um combate que os fãs já deliram só de imaginar.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

No ‘co-main event’, Rose Namjunas e Tecia Torres estavam frente a frente pela segunda vez. No primeiro confronto entre elas, pelo Invicta FC 6, Tecia conquistou a vitória por decisão unânime.

As duas lutadoras vieram bem empolgadas, uma vez que há uma grande probabilidade de a vencedora do confronto ser a próxima desafiante ao cinturão do peso palha. O primeiro round fora vencido por Torres, que conseguiu inclusive dar um ‘knockdown’ em Rose. Ainda no final do 1º round, Namajunas começou a se encontrar na luta, conseguindo inclusive uma queda.

A investida no final do 1º round não foi suficiente para garantir o mesmo, no entanto serviu para melhorar o ritmo. No segundo e terceiro round, Namajunas caiu para dentro com mais vontade, partiu para uma trocação mais agressiva e quando teve espaço, não exitou em tentar colocar para o chão, área em que ela domina bem, obtendo  4 de suas 5 vitórias por finalização.

No final, o troco foi dado, com vitória para Namajunas por decisão unânime e um ‘tittle shot’ muito provável de ser recebido, independente do resultado da luta entre a atual desafiante ao título, Claudinha Gadelha, e a atual campeã Joanna Jedrzejczyk.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Após quase 2 anos – no próximo dia 19 de abril, seria completado exatos 2 anos que o russo não entrava no octógono mais famoso do mundo para lutar – o russo Khabib ‘the eagle’ Nurmagomedov  finalmente estava de volta. Como seu adversário original, Tony Ferguson, não pode lutar devido a problemas de saúde – Ferguson estava com sangue e outros fluídos corporais conseguindo adentrar em seu pulmão – o americano Darrell Horcher foi chamado de última hora e aceitou.

Apesar de mostrar claramente sua falta de ritmo, Khabib não demorou a dominar o combate com extrema facilidade. A luta, por sinal, talvez não tenha terminado no 1º round somente devido ao fato de o russo não querer desperdiçar tanta energia de uma só vez. Ele chegou a pegar as costas e aplicar alguns golpes no ‘ground and pound’, porém o round acabou.

No segundo round, basicamente o monólogo foi repetido, a pegada de costas e a aplicação do ‘ground and pound’ também foi repetida, mas desta vez Nurmagomedov fora mais incisivo no ataque e não deixou a oportunidade passar, garantindo a vitória por nocaute técnico, aos 3:38 do 1º round.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Na primeira luta do card principal, Cub Swanson enfrentou o brasileiro Hacran Dias num duelo de opostos. O americano vinha de duas derrotas consecutivas, ambas por finalização, e buscava retornar ao caminho das vitórias, enquanto o produto da Nova União queria a terceira vitória seguida, buscando se firmar de vez no top da categoria.

A luta foi bem monótona. O primeiro round foi equilibrado, mas com vitória para o brasileiro. Nos dois rounds seguintes, a luta estava sempre bem equilibrada, sem boa vantagem para nenhum dos lados, mas em ambos o pupilo de Pederneiras acabou sofrendo ‘knockdown’, o que basicamente assegurou sua derrota. No final, vitória para Cub Swanson por decisão unãnime.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

No fechamento do card preliminar, duelo entre dois lutadores de grande futuro no peso leve do Ultimate. O finalizador Michael ‘maverick’ Chiesa enfrentou o versátil aluno de Rafael Cordeiro, Beneil Dariush.

No 1º round, Dariush conseguiu controlar bem, estando sempre um passo na frente e conectando excelentes golpes no vencedor do TUF 15. No 2º round, os dois lutadores tiveram um pequeno momento de ‘grappling’, momento este que fora o bastante para que Chiesa conseguisse levar a vantagem, inicialmente derrubando e depois conseguindo chegar até as costas do iraniano. Por duas ocasiões, Dariush até conseguiu fazer a defesa utilizando a técnica com o queixo “colado” ao peito, mas na terceira não adiantou, e assim foi mais uma vitória de ‘maverick’ por finalização, a 10ª em 14 vitórias conquistadas nas suas 16 lutas.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A brasileira Bethe “Pitbull” Correia estava de volta ao octógono depois de um bom período de inatividade. A lutadora não entrava em ação desde a derrota sofrida para Ronda Rousey, em agosto de 2015, no UFC 190. A adversário escolhida para recepciona-la nesse retorno fora a americana Raquel Pennington, que vinha de uma vitória por finalização sobre Jéssica “Bate-Estaca” Andrade.

Com o ‘camp’ para esta luta sendo realizado na AKA, havia uma grande expectativa para saber como a paraibana se comportaria. Bethe não decepcionou, mas também não surpreendeu. A boa trocação foi mostrada, porém isso já era característica dela mesmo antes de ir treinar nos EUA. De início, a brasileira até levou certa vantagem, conectando bons golpes de encontro, jogando no contra-ataque. Mas aos poucos a americana foi se soltando e vendo que era possível enfrenar Bethe de igual para igual em pé mesmo. E assim a luta foi levada até o final, sem ter sido levada para o solo em momento algum, e os juízes dando a vitória para a americana por decisão dividida.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O nocauteador argentino Santiago Ponzinibbio enfrentou o americano bom de finalização, Court McGee. Ambos vinha de vitória, e buscavam vencer para poder conquistar a segunda consecutiva.  O lutador revelado pelo TUF Brasil 2 acertou um potente direto de direita no rosto de McGee, levando o americano à ‘knockdown’. Daí foi só o atleta da American Top Team partir para o ‘ground  and pound’ e esperar o árbitro central interromper, algo que aconteceu aos 4:15 do 1º round.

Em 21 lutas na carreira, realizadas em seus 9 anos como lutador profissional, essa foi a primeira vez que Court McGee terminou uma luta sendo nocauteado. Santiago merece os parabéns.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O americano Michael Graves, participante do TUF 21 e membro da American Top Team enfrentou o jamaicano Randy Brown em um combate sem fortes emoções. O jamaicano até começou bem o combate, mas Graves foi se soltando.  No segundo round, Brown teve as costas dominada e assim acabou sendo finalizado com um mata leão, aos 2:31 do 2º round.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O ex desafiante ao cinturão dos pesos moscas em duas oportunidades, John Dodson, enfrentou  Manny Gamburyan em sua estreia pelo peso galo.

Gamburyan já foi desafiante ao cinturão peso pena do WEC, na época, José Aldo júnior era o campeão da Organização. O brasileiro nocauteou Manny no 2º round. Nesta noite de UFC Tampa, o ‘the magician’ mostrou realmente uma verdadeira mágica, e fez Gamburyan sucumbir em apenas 0:47 segundos de luta. Excelente apresentação do pupilo de Greg Jackson.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Na segunda luta da noite, o brasileiro Cezar Mutante enfrentou o nigeriano de ascendência americana, Oluwale Bamgbose. O duelo também era entre opostos. Mutante buscava se recuperar das duas derrotas – ambas por nocaute – seguidas. Por sua vez, Bamgbose buscava se firmar de vez na Organização.

No primeiro round, Mutante tomou um golpe no rosto, e como já era de se esperar, veio a ‘knockdown’. Por pouco não era cravada mais uma derrota no cartel do pupilo de Vitor Bellfort. Após aguentar a “tempestade” inicial do atleta da Chute Boxe dos EUA, Cezar começou a trabalhar a luta de forma mais inteligente, com principalmente bastante movimentação. No segundo round, Mutante dominou sem dificuldades, só castigando no ‘ground and pound’ após conseguir uma belíssima queda. O terceiro voltou a ficar um pouco equilibrado, uma vez que ambos estavam sem gás. No final, vitória para Cezar Mutante, que ganhou uma sobrevida no Ultimate.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Na primeira luta da noite, Elizeu Capoeira veio para enfrentar o russo Omari Akhmedov. Ambos vinham de derrota, e buscavam uma vitória para serem recolocados nos trilhos.

Após um começo em “marcha lenta” e uma derrota no 1º round, Elizeu voltou mais disposto para o 2º. O brasileiro foi aos poucos conectando bons golpes, principalmente socos e joelhadas no ‘clinch’, até que o russo sentiu o golpe, se encolheu encostando na grade, e assim levou o juiz a interromper a luta, aos 3:03 do 2º round.

UFC on Fox 19 (UFC Tampa): Teixeira vs Evans

16 de abril, Amalie Arena, Tampa, Flórida, EUA

CARD PRINCIPAL

Meio Pesado: Glover Teixeira x Rashad Evans
Palhas: Rose Namjunas x Tecia Torres
Leves: Khabib Nurmagomedov x Darrell Horcher
Penas: Cub Swanson x Hacran Dias

CARD PRELIMINAR

Leves: Beneil Dariush x Michael Chiesa
Galos Femininos: Raquel Pennington x Bethe Correia
Meio Médios: Santiago Ponzinibbio x Court McGee
Meio Médios: Michael Graves x Randy Brown
Galos: John Dodson x Manny Gamburyan
Médios: Cezar Mutante x Oluwale Bamgbose
Médios: Elizeu Capoeira x Omari Akhmedov

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

três × dois =

RELACIONADO POR