Análise, Resultados e Bônus – A Leitura do UFC on FOX 20: Holm vs. Shevchenko

UFC on FOX é sempre sinal de um ótimo evento com grandes lutas. Dessa vez, Holly Holm e Valentina Shevchenko lideram a 20ª edição do UFC na FOX, que...
(Foto: Reprodução/MMA Fighting)

UFC on FOX é sempre sinal de um ótimo evento com grandes lutas. Dessa vez, Holly Holm e Valentina Shevchenko lideram a 20ª edição do UFC na FOX, que aconteceu no United Center, arena do Chicado Bulls.

Holly Holm x Valentina Shevchenko



Holly Holm já começou lutando da média pra longa distância, trabalhando bastante os chutes e levando a vantagem no minuto inicial do combate. Os oblique kicks por parte de Holm estiveram presentes desde cedo, enquanto Valentina contragolpeava com socos e low kicks. Ainda no começou do primeiro round, Holm conseguiu mandar Shevchenko a knockdown com um golpe de esquerda, mas não pode capitalizar em cima e sua adversária conseguiu se recuperar. Nos noventa segundos finais, Valentina conseguiu clinchar e colocar Holm para baixo numa velocidade incrível, mas a ex-campeã levantou bem rápido e conseguiu controlar a luta no clinch durante um tempo considerável. Marquei 10-9 Holm.

Holm voltou controlando a luta na longa distância, enquanto Shevchenko controlava o centro do octógono durante certa parte do tempo. Holly foi trabalhando os side kicks de longe, enquanto Valentina tentava algumas combinações com as mãos, mas sem efetividade, conseguindo conectar apenas com alguns poucos low kicks. Valentina conseguiu clinchar, mas novemente teve a posição revertida por Holm, que controlou por alguns segundos e voltou para a distância. Na segunda metade do segundo round, Valentina conseguiu trabalhar melhor os contragolpes, principalmente com o cruzado por cima da guarda da norte americana. Holm continuou controlando a distância,teve o centro do octógono e teve o volume de golpes maior, mas a contundência de Shevchenko foi bem maior. Marquei 10-9 Shevchenko.

O terceiro round começou bem parelho, com algumas trocas de chutes. Holly continuava tentando trabalhar a manutenção de distância e Valentina continuava buscando os contragolpes. Holm entrava e sai do raio de ação de Valentina de forma rápida, mas Shevchenko sempre contragolpeava de forma efetiva. Valentina ainda conseguiu duas quedas e foi usando o controle posicional por cima na meia guarda, o que lhe garantiu pontos importantíssimos no round. Mais um 10-9 Shevchenko.

Valentina se adaptou a lutar da media pra longa distância e foi ficando cada vez mais confortável, utilizando bastante os low kicks. Holm tentava os sides kicks, que era difíceis de serem contragolpeados, mas a maioria não acertava em cheio. Shevchenko foi trabalhando muito bem os contragolpes, com cruzados por cima e golpes retos, como jabs e diretos de esquerda. Holm ia fazendo boas fintas, controlando o centro do octógono e voltando a ficar bem na luta, com combinações utilizando os punhos e trabalhando os low kicks. Fui de 10-9 Shevchenko.

 Naturalmente, Holly Holm tenho de vir mais agressiva pela pontuação apertadíssima. Ela acertou um bom chute alto na cabeça no minuto inicial, mas continuou tendo problemas com os contragolpes. O timing de Shevchenko estava perfeito e ela não caiu de rendimento com o passar dos rounds. No final da primeira metade do ultimo round, Valentina acertou um belo spinning back kick, acertando o calcanhar em cheio na adversária. Holly continuava no mesmo jogo e foi sendo anulada por Shevchenko e ela começou a buscar chutes mais fortes, variando corpo e cabeça, além de controlar o centro do octógono na maior parte do tempo. Mas tudo isso não foi suficiente para vencer o round, quem dirá para vencer a luta. Marquei 10-9 Shevchenko, resultado num 49-46 Shevchenko na luta toda.

 

Edson Barboza x Gilbert Melendez

Edson Barboza, que lembrava muito Anderson Silva com sua aparência e short amarelo, entrou como favorito para fazer mais uma luta importantíssima, dessa vez contra Gilbert Melendez. Edson começou a luta controlando o centro do octógono e mantendo a luta da media pra longa distância. Gilbert, desde o inicio, tentou capitalizar com golpes pesados no peso da média pra curta distância. Perto do final da primeira metade do primeiro round, Melendez conseguiu bloquear um chute e entrar em queda, mas acabou abandonando para aplicar uma forte joelhada no corpo do brasileiro. A partir daí, Barboza começou a trabalhar bem os chutes no corpo e nas pernas, de forma muito rápida, precisa e potente. No minuto final do round, Barboza fez ótimas combinações com as mãos, conectando repetidamente de forma contundente. Round parelho, marquei 10-9 Barboza.  

Os lutadores voltaram trocando socos no centro do octógono, mas logo a luta voltou ao seu padrão. Gilbert começou conectando bons cruzados da média pra curta distância e tentou uma queda, que foi revertida por Barboza. Edson começou a aplicar low kicks mortais, levando Melendez ao chão duas vezes consecutivas. Na segunda metade do round, Melendez conseguiu atordoar Barboza com seu boxe feroz e partiu para cima, acertando mais alguns bons golpes, mas Edson se recuperou.A luta ficou bem tensa nos noventa segundos finais, com poucos golpes e muito estudo. Nos vinte segundos finais, Barboza ainda conseguiu uma queda e aplicou golpes pesados no ground and pound. Marquei outro 10-9 Barboza.

Melendez voltou mais agressivo, mas Barboza respondeu com mais chutes muito fortes nas pernas, Gilbert mostrou sinais de que sentiu os golpes. Após toda finta ou ataque falho de Melendez, Barboza capitalizava com mais um forte low kick na perna dianteira do norte americano. Melendez tentou mais quedas, mas Barboza defendeu bem isso. Gilbert também tentava voltar a trabalhar seu boxe na curta distância, mas Edson foi anulando isso cada vez mais. Barboza continuou controlando a luta da média pra longa distância, trabalhando com volume de golpes baixo e garantindo mais um round a seu favor. Marquei mais um 10-9 Barboza. Na minha pontuação final, ficou 30-27 para o brasileiro.

Francis Ngannou x Bojan Mihajlovic

O gigante Francis Ngannou começou controlando o centro do octógono, enquanto Bojan Mihajlovic tentava escapar com movimentação lateral. Não durou muito até que o gigantesco Ngannou acertar uma bomba em formato de cruzado de esquerda e mandar Mihajlovic a knockdown, terminando a luta com hammer fists mortais. Apesar da maioria dos golpes terem sido bloquados, Herb Dean achou que viu o suficiente e parou a luta. Eu, assim como o próprio Bojan Mihajlovic, achou que a luta podia ir um pouco além.

 

Felice Herrig x Kailin Curran

Curran começou se movimentando bastante e procurando trabalhar os chutes da média pra longa distância, mas o volume de Felice Herrig foi bem maior. Felice foi utilizando os combos com os punhos variando corpo e cabeça, além de chutes no corpo e nas pernas. O começo do fim veio após uma queda a partir do clinch por parte de Herrig, que caiu por cima, passou para a meia guarda e em seguida para as costas, onde encaixou um mata leão preciso e estrangulou Kailin até ela bater em desistência.

Vitória muito expressiva de Felice Herrig, que se recupera da derrota que havia sofrido para Paige VanZant e volta com uma grande vitória no primeiro round após mais de um ano parada.

Confira todos os resultados oficiais do evento:

Valentina Shevchenko venceu Holly Holm por decisão unânime (49-46, 49-46 e 49-46)

Edson Barboza venceu Gilbert Melendez por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

Francis Ngannou venceu Bojan Mihajlovic por nocaute técnico aos 1:34 do primeiro round

Felice Herrig venceu Kailin Curran por finalização (mata-leão) aos 1:59 do primeiro round

Eddie Wineland venceu Frankie Saenz por nocaute técnico (socos) aos 1:54 do primeiro round

Darren Elkins venceu Godofredo Pepey por decisão unânime (29-27, 29-27, 30-26)

Kamaru Usman venceu Alexander Yakovlev por decisão unânime (30-25 3x)

Michel Trator venceu JC Cottrell por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27)

Alex Cowboy venceu James Moontasri por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-25)

Jason Knight venceu Jim Alers por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Luiz Henrique KLB venceu Dmitry Smolyakov por finalização (mata-leão) aos 3:58 do segundo round

Confira também os bônus da noite:

Luta da noite:

Performance da noite:

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

 



Categorias
LutasMMAMMA InternacionalUFC

Bacharelando em Jornalismo, Analista de MMA e boxe no PitacoEsportivo.com e Nocaute na Rede. Contatos: [email protected] (via e-mail) e @kauemcd (via Twitter)
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    3 + catorze =

    RELACIONADO POR