Anderson Silva retorna com vitória sobre Diaz, e não segura a emoção no UFC 183

Ele voltou, na última noite Anderson Silva mostrou ao mundo do MMA que sua carreira ainda não acabou, enfrentando o norte-americano Nick Diaz na luta principal do UFC 183, o...

Ele voltou, na última noite Anderson Silva mostrou ao mundo do MMA que sua carreira ainda não acabou, enfrentando o norte-americano Nick Diaz na luta principal do UFC 183, o lutador conseguiu dominar todos os rounds do duelo, e vencer a luta com certa facilidade. Nick Diaz começou a luta provocando o brasileiro, imitando gestos de Anderson e até a sua lesão se jogando no chão. Ficou claro que os lutadores queria o espetáculo, mas Anderson estava focado em vencer o duelo independente da maneira. 

O brasileiro manteve a distancia e guarda alta durante quase todo o primeiro round, e aos poucos foi encontrando brechas para golpear Diaz. O norte-americano veio até melhor no segundo round, mas o brasileiro se manteve tranquilo, e chegou a baixar a guarda em algumas ocasiões. Maior e mais forte fisicamente, Anderson não mostrou a mesma agilidade de antes, mas utilizou de sua experiencia para machucar Diaz, e pontuar.



UFC 183: Silva v Diaz

(Foto: Steve Marcus / Zuffa LLC / UFC / Via Getty Images)

Nick Diaz até tentou, mas Anderson Silva foi crescendo na luta, deixando cada vez mais clara a sua vitória no duelo. Anderson até arriscou chutes altos, e chutou bastante a perna e corpo do adversário, mostrando confiança na sua perna recuperada. No fim das contas o brasileiro derrotou Nick Diaz por decisão unanime, e não segurou as lágrimas quando foi anunciado como vencedor. Anderson precisava vencer, mostrar para si mesmo que ainda era capaz, e agora deve gravar o TUF Brasil, e estar de volta no meio do ano em uma possível luta no Brasil. Na entrevista pós luta, Anderson disse que ia conversar com sua família para decidir o que ia fazer, o lutador não deve disputar o cinturão tão cedo, mas deve considerar pelo mais mais uma super luta no Ultimate.

No co-evento principal da noite Tyron Woodley e Kelvin Gastelum fizeram uma das piores lutas da noite, Kelvin que teve problemas sérios para bater o peso estava lento e claramente muito mais pesado que o adversário. Woodley trabalhou a distancia e sua velocidade, pontuando o suficiente para vencer por decisão dividida. Nas outras lutas do card principal Al Iaquinta atropelou Joe Lauzon e os brasileiros não decepcionaram.

Thales Leites começou perdendo e sofreu um duro knockdown no fim do primeiro round enfrentando Tim Boetsh. No segundo round chegou perto de ser nocauteado, mas se  recuperou e finalizou o adversário com um justo katagatame, que colocou Boetsh pra dormir no UFC 183. Já Thiago Pitbull foi outro que começou mal, Jordan Mein venceu claramente o primeiro round. Mas Pitbull se recuperou e ao conectar um duro chute no corpo de Mein, foi pra cima e liquidou o duelo.

No card preliminar destaque para outra grande virada, Miesha Tate começou perdendo para Sarah McMann, mas conseguiu dominar o segundo e terceiro round, vencendo por decisão unanime. Rafael Natal, Thiago Marreta venceram, Ildemar Marajó  e Rick Monstro fizeram a pior luta da noite, e John Lineker mostrou que poderia disputar o cinturão do UFC se tivesse batido o peso na última sexta-feira. McCall começou melhor, dominou o primeiro round por cima no solo. Mas Lineker foi pra cima e com boas combinações foi caçando o adversário. McCall foi perdendo o ritmo e cada vez mais virou o um alvo fácil do brasileiro que venceu por decisão unanime, mas deve ir para a categoria dos galos.

UFC 183: Silva vs Diaz

Resultados / Las Vegas, Nevada – 31/01/2015

Card principal
Anderson Silva derrotou Nick Diaz por decisão unanime.
Tyron Woodley derrotou Kelvin Gastelum por decisão dividida.
Al Iaquinta derrotou Joe Lauzon por nocaute técnico no segundo round.
Thales Leites derrotou Tim Boesth por finalização no segundo round.
Thiago Pitbull derrotou Jordan Mein por nocaute técnico no segundo round.

Card preliminar
Miesha Tate derrotou Sarah McMann por decisão majoritária.
Derek Brunson derrotou Ed Herman por nocaute técnico no primeiro round.
John Lineker derrotou Ian McCall por decisão unanime.
Rafael Natal derrotou Tom Watson por decisão unanime.
Ildemar Marajó derrotou Rick Monstro por decisão divida.
Thiago Marreta derrotou Andy Enz por nocaute técnico no terceiro round.

Bônus

Luta da noite: Thales Leites vs Tim Boetsh.
Performances da Noite: Thales Leites e Thiago Pitbull.

Fotos

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Victor Nunes



IBlackbelt
Categorias
LutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Um Comentário
  • Calendário MMA | Nocaute na Rede
    4 fevereiro 2015 at 15:22
    Responder

    […] 03/01 – Resultados: UFC 182:  Jones vs Cormier && CME – Cerrone vs Jury 10/01 – Resultados: Circuito Team Nogueira Porto Alegre (Tramandaí/RS) 16/01 – Resultados: Bellator 132: Pitbull vs Straus (California/EUA) 17/01 – Resultados: WSOF 17: Shields vs. Foster (Nevada/EUA) 17/01 – Resultados: Fightor 1: Lister vs. Knaap (Charleroi/Bélgica) 17/01 – Xtreme Knockout 24 (Texas/EUA) 17/01 – Copa Striker’s House (Curitiba/BR) 18/01 – Resultados: UFN 59: Conor vs Siver (Massachusetts/EUA) 23/01 – Maximum FC 42 (Alberta/Canadá) 23/01 – Titan FC 33 (Florida/EUA) 23/01 – NAFC Super Brawl (Wisconsin/EUA) 23/01 – Resultados: Limo Fight Championship (Limoeiro de Norte-Ceará/BR) 24/01 – Resultados: UFC on Fox 14: Gustafsson vs. Johnson (Stockholm/Suécia) 24/01 – Battlefield Fight League 34 (Colúmbia Britânica/Canadá) 31/01 – Resultados: Samurai Combate 7 (Capão da Canoa/Rio Grande do Sul) 31/01 – Resultados: UFC 183: Anderson vs Diaz (Nevada/EUA) […]

  • Responder

    *

    *

    14 − cinco =

    RELACIONADO POR