Anderson Silva também revela descontentamento com o UFC: “Não estou sendo bem tratado”

Lutador brasileiro critica postura dos chefões com ele após a entrada de emergência no UFC 200.

A fila de descontentes no UFC está crescendo cada vez mais. Depois de José Aldo pedir a rescisão com o Ultimate e declarar aposentadoria do MMA, e Khabib Nurmagomedov falar que se não disputar o cinturão dos leves após enfrentar Michael Johnson também vai sair da organização, e assim iria se dedicar para que eles nunca conseguissem fazer um evento no seu país natal, a Rússia, chegou a vez um das lendas do MMA também demonstrar mágoa com os cartolas do evento.

Anderson Silva, em entrevista ao “UOL Esporte”, reclamou do comportamento do staff do UFC após enfrentar Daniel Cormier no UFC 200, combate que aceitou com apenas uma semana de antecedência e que apesar de ter saído derrotado, foi ovacionado pela plateia do evento, devido a sua coragem.



 

Não recebi nem um ‘muito obrigado’ do Dana ou do Lorenzo depois da última luta. Claro que fui eu que quis lutar, que aceitei o combate, mas sei do meu valor, da minha importância. Fiquei muito decepcionado com a falta de respeito que o UFC tem tratado os atletas brasileiros. Sou um atleta que levou o esporte ao outro nível. Não recebo, nem recebi, o devido respeito das pessoas. Isso me deixou muito chateado, triste e desapontado com o UFC.

 

 

Anderson ainda disse que o UFC o mandou se manter em forma e ficar de prontidão, caso acontecesse alguma lesão que impedisse o duelo entre Michael Bisping e Dan Henderson acontecer, mas a forma, segundo ele, que esse comunicado chegou em seus ouvidos, piorou ainda mais o estado de descontentamento.

 

Não conversei mais com eles e nem com ninguém depois da minha última luta. Até me ofereceram para ficar de stand by para se algo acontecesse com Bisping ou Henderson. Mas mais absurdo ainda foi como isso chegou. Sequer falaram comigo. Meus representantes vieram como ‘pombo-correio’. Não sou de recados. Depois de tudo que fiz ainda tenho que ficar de espera de uma luta que venci? Achei um pouco desagradável. Reforço e falo novamente: estou muito desapontado com a forma com que eles têm me tratado, fico muito triste com tudo isso. Não fui eu que falei que era o melhor lutador peso por peso do mundo, foi o Dana que disse. Talvez tenha falado para valorizar o evento ou por realmente achar isso. Nunca vamos saber a verdade. O fato é que tudo que fiz ninguém mais conseguiu fazer. Não quero ser prepotente, arrogante ou achar que sou melhor, mas o que me propus a fazer durante todo esse tempo foi mostrar que eu era diferente dos outros. E isso não é uma opinião minha, é de todos – finalizou.

 

 



IBlackbelt
Categorias
MMA InternacionalUFC

Apenas um baiano louco por esportes.
Sem Comentários

Responder

*

*

3 × dois =

RELACIONADO POR