As verdadeiras guerreiras

O termo “Sexo frágil” realmente não combina com a realidade das mulheres, seja no esporte ou na vida essas guerreiras são a base da vida, em um mundo dominado...

O termo “Sexo frágil” realmente não combina com a realidade das mulheres, seja no esporte ou na vida essas guerreiras são a base da vida, em um mundo dominado por um machismo nítido e a falta de fé na evolução de qualquer pessoa, as mulheres vem mostrando que quando se trata de superação elas são as verdadeiras campeãs. Falando de esportes de contato podemos contar inúmeras mulheres que representam a determinação e a força de vontade, Gina Carano, Kyra Gracie, Natália Falavigna, Talita “Treta”, Gabi Garcia, Glaudia Gadelha, Ronda Rousey, Miesha Tate, entre tantos outros nomes, são a prova que existe sim uma força que faz com que elas façam qualquer coisa, não só para provar que podem ou para tentar quebrar alguma barreira ilusória, estamos falando de pessoas que tem uma determinação fora do comum.

gina-carano-wallpapers

Gina Carano, uma das percussoras do MMA feminino (Foto: Zoo Wallpapers)

Como fãs de esportes é inegável falar que hoje torcemos sim para lutadoras quando elas sobem no octógono, no ringue, quando entram no tatame, não importa o lugar sabemos sempre que elas podem fazer coisas que todos duvidariam. Somos exemplos de grandes pessoas independente do sexo, cor ou credo, sabemos que na verdade a única coisa que importa é a garra e a determinação de nossos ídolos. Imagem como é entrar pra lutar tendo uma vida marcada por um pai suicida, um parto problemático e uma vida de grandes privações? Ronda Rousey faz isso toda vez que sobe no octógono ou carregar um sobrenome tão forte que remonta o inicio das artes marciais? Kyra Gracie fez isso, são essas guerreiras que vão para a batalha seja em casa ou na rua.



A evolução do MMA está na capacidade de evoluir e aprimorar as qualidades de cada pessoa, cada homem que sobe no ringue, por mais indiretamente que seja, teve uma mulher para apoia-lo (mãe, namorada, filha, amiga) não importa a origem mas o fato de cada uma delas ser o ponto de apoio deles. Dia 8 de março é considerado o dia das mulheres, que facilmente pode ser considerado o dia das verdadeiras guerreiras que nem sempre estão em cima do tatame mas que se for preciso podem derrotar um exército. Nós do Nocaute na Rede agradecemos a todas as guerreiras do mundo por estarem aí provando que podem ir muito longe!

#BoraPraLuta

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Siga o Nocaute na Rede no Instagram: https://bit.ly/19p66yi

Curta Nossa Página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Abilio Santos



Categorias
Lutas

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

2 × 3 =

RELACIONADO POR