Bethe Correia versão AKA, mais ‘pitbull’ do que nunca

Após 7 meses longe do octógono mais famoso do mundo, a ex desafiante ao cinturão do UFC, Bethe “Pitbull” Correia está de volta, pronta para encarar mais um desafio...

Após 7 meses longe do octógono mais famoso do mundo, a ex desafiante ao cinturão do UFC, Bethe “Pitbull” Correia está de volta, pronta para encarar mais um desafio e em busca de uma nova chance pelo tão sonhado título da maior Organização de MMA do mundo.

(Foto: Reprodução/ Instagram)

(Foto: Reprodução/ Instagram)

Quando decidiu trocar o escritório de contabilidade pelos treinos de artes marciais, nem a própria Bethe imaginou o quanto teria uma carreira meteórica. Os amigos e colegas diziam quem ela tinha apenas entre 1% a 5% de chance de entrar para o UFC, mas com muita determinação e principalmente muito treino, em apenas 3 anos, a paraibana não só estava no Ultimate, mas também estava disputando o título contra a então campeã e ‘superstar’ do MMA em geral, Ronda ‘Rowdy’ Rousey.

No UFC 190, realizado no Brasil, Bethe fez a luta principal do evento. Tudo bem que a brasileira acabou sendo nocauteada e perdeu sua invencibilidade de 9 vitórias em 9 lutas, mas deixou sua marca, uma que nos dias atuais, é uma raridade. Afinal, quem ou quantos, em tão pouco tempo de carreira e saindo de um lugar onde as oportunidades são bem menores do que aquelas dos grandes centros, chegou onde Bethe Pitbull chegou? Como a própria já tratou de se definir em entrevista, pode-se dizer que ela realmente é um dos chamados “fenômenos do esporte”.

Depois de não sair vitoriosa no UFC 190, Bethe teve que enfrentar um verdadeiro “batalhão” de críticas e piadas, o que convenhamos, não é tarefa das mais fáceis. Para aliviar um pouco a mente, procurou arejar a mente, buscou um “novo ar” para respirar. O destino escolhido foi San José, Califórnia. Lá fica a sede da American Kickboxing Academy, mais conhecida como AKA, a academia de grandes estrelas do MMA mundial, tais como o provável próximo desafiante ao cinturão dos pesos leves do UFC, Khabib Nurmagomedov, o ex campeão peso pesado, Cain Velasquez, o atual campeão peso médio do UFC, Luke Rockhold, e de Daniel Cormier, o atual campeão meio pesado do UFC.  É nesta “simples” academia que a lutadora vinda da “Pitbull Brothers”, academia dos irmãos Patrício e Patricky Pitbull, fez sua preparação para sua próxima luta, neste próximo sábado, 16, contra Raquel Pennington.

(Foto: UFC)

(Foto: UFC)

Rodeada de grandes estrelas e principalmente de lutadores da melhor qualidade, Bethe Correia foi em busca de evoluir ainda mais, de chegar a um patamar nunca alcançado antes. Então, já estejam avisados para não se surpreenderem com uma Bethe ainda melhor, uma Bethe versão AKA, uma Bethe mais pitbull do que nunca.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

dezenove − 7 =

RELACIONADO POR