Bethe Correia diz ter assuntos inacabados para resolver com Miesha Tate: “É questão de honra”

Desde que acabara nocauteada pela então campeão Ronda Rousey, a brasileira Bethe Correia não voltou mais ao octógono. Em entrevista ao “Combate.com”, a lutadora comentou sobre como foi difícil...

Desde que acabara nocauteada pela então campeão Ronda Rousey, a brasileira Bethe Correia não voltou mais ao octógono. Em entrevista ao “Combate.com”, a lutadora comentou sobre como foi difícil “digerir” a derrota, e sobre os motivos que levaram-na a buscar novos ares para respirar.

(Foto: Reprodução/ UFC)

(Foto: Reprodução/ UFC)

“Eu tive uma preparação para a luta contra a Ronda bem complicada. Não foi fácil! Meu sonho é ser campeã, e eu estava perto disso, mas sonho sem fazer a coisa certa não funciona! Quando a luta acabou, eu estava em estado de choque, não tinha caído a ficha. Eu falava que queria lutar logo, parecia que nada tinha acontecido. Depois de uma semana que fui cair na real. Foi muito difícil! Vi que precisava de um tempo…Percebi que minha vida pessoal e profissional precisavam ser refeitas. Não tinha que reorganizar…tinha que refazer mesmo e, para isso, tinha que sair do Brasil. Eu amo o Brasil, mas mesmo você amando tanto algo, isso pode te magoar. Fui brutalmente julgada por algo que a mídia distorceu em busca de ibope. Então, resolvi vir treinar um tempo nos EUA, para arrumar minha cabeça e me entender mais como lutadora. Às vezes você tem que sair da sua zona de conforto. Hoje sinto que fiz a coisa certa! Sou uma nova mulher! E só descobri isso quando tive coragem de mudar tudo”, contou a paraibana.



Bethe ainda comentou sobre a nova campeã Miesha Tate, e até já iniciou o ‘thrash talking’.

“Vejo a Tate como uma campeã vulnerável. Não a vejo segurando o cinturão por muito tempo. Não a vejo com nível muito acima das outras meninas da categoria. Sem falar que não gosto dela! Tenho um assunto inacabado com ela e é uma coisa que quero resolver. Não pararei de lutar até resolver isso e fazer ela engolir tudo o que falou de mim por um ano já. Ainda vou lutar com ela, valendo ou não cinturão. Pode ser luta preliminar, em peso-casado ou até mesmo no quintal de casa. É questão de honra! Mas deixei isso de lado por meu foco, que agora é só na Raquel”, disparou a ex desafiante ao cinturão peso galo.

(Foto: Reprodução/ Epic MMA)

(Foto: Reprodução/ Epic MMA)

Neste próximo sábado, 16, no UFC Tampa, Bethe finalmente voltará ao octógono. Ela enfrentará Raquel Pennington, buscando voltar ao caminho das vitórias e de um novo ‘tittle shot’.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



IBlackbelt
Categorias
LutasMMA femininoMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

dezesseis + 3 =

RELACIONADO POR