BIG Fight Nights estreia com grandes lutas e polêmica

A primeira edição do BIG Fight Nights, realizada na noite deste sábado no ginásio da Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração, em São Paulo, foi um sucesso dentro e...

A primeira edição do BIG Fight Nights, realizada na noite deste sábado no ginásio da Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração, em São Paulo, foi um sucesso dentro e fora do octógono. O público lotou as dependências do ginásio e foi ao delírio com verdadeiras guerras travadas em vários combates do card.

Na luta principal da noite, Renê Soldado conseguiu calar os críticos, que o acusavam de não ter um queixo resistente e que isso ficaria claro contra um nocauteador como Adriano Boi Bandido. Porém, foi Soldado quem controlou a luta na troca de golpes em pé e conseguiu o nocaute brutal, ainda no primeiro round, com uma sequência de socos.



O combate coprincipal do evento foi uma guerra que poucos esperavam. O multicampeão mundial de jiu-jítsu Ary Farias dominou inteiramente o adversário Marcos Dhalsin no primeiro round. Porém, as ações foram equilibradas na segunda parcial, quando cada lutador foi melhor em sua zona de conforto: Ary no chão e Dhalsin, um experiente lutador de muay thai, em pé. No terceiro e último round, porém, Dhalsin voltou forte e devolveu o domínio que sofreu no primeiro assalto.

Ary Farias x Macos Dhalsin

Ary Farias x Macos Dhalsin

Dhalsin acabou vitorioso na decisão dos juízes laterais em veredito dividido. O resultado foi considerado polêmico por alguns presentes e gerou muita reclamação da equipe de Ary, coordenada pelo técnico Ramon Lemos, que pediu a revisão do combate. A direção técnica do BIG Fight Nights irá rever a situação para decidir se houve algum tipo de irregularidade.

Lutando como peso pesado, Wallyson Maguila venceu Ricardo Silva e manteve sua invencibilidade no MMA profissional. Maguila controlou o combate inteiro na troca de golpes em pé, surpreendendo em sequências que visavam corpo e cabeça do oponente. No terceiro round, uma severa combinação abriu um corte grande no olho de Ricardo e fez o médico parar a luta. O kickboxer, que já disputou o cinturão brasileiro na arte da trocação, chega agora à cinco vitórias e nenhuma derrota em sua carreira.

Na melhor luta da noite, Bruno Oliveira, do Corinthians MMA, e Ronny de Souza, da Academia Martelo Predador, fizeram dois rounds sangrentos de muita trocação. Bruno teve a mão erguida após o árbitro solicitar intervenção médica para avaliar uma fratura no nariz de Ronny, que não foi liberado para seguir no combate, gerando o nocaute técnico a favor de Bruno.

Rene Soldado x Boi Bandido

Rene Soldado x Boi Bandido

Ainda no card principal, destaque para Marcelo Matias, que nocauteou Clecio Bruto em menos de um minuto; Edson Jabá, pupilo de Marcos Babuíno, que superou em luta de muita técnica Soslenis Grilinho, aluno de Armando Polêmico; e Fernanda Silva, aluna da atleta Kalindra Faria, que manteve sua invencibilidade no MMA profissional ao superar a até então também invicta Jessica Negrão.

BIG Fight Nights 1: Resultados completos

Até 77kg: Renê Soldado (Power Lotus Team) venceu Adriano Boi Bandido (Renan Fight Team) por nocaute técnico aos 3:30 do Round 1

Até 64kg: Marcos Dhalsin (Team 4 Life) venceu Ary Farias (Corinthians MMA) por Decisão Dividida

Até 120kg: Wallyson Maguila (A2F Arena) venceu Ricardo Silva (Equipe 1 / Checkmat) por nocaute técnico (corte) aos 1:44 do Round 3

Até 84kg: Bruno Oliveira (Corinthians MMA) venceu Ronny de Souza (Academia Martelo Predador) por nocaute técnico (decisão médica) aos 32 segundos do Round 3

Até 66kg: Marcelo Matias (Spakauskas Team) venceu Clecio Bruto (Brazilian Top Team) por nocaute aos 50 segundos do Round 1

Até 57kg: Edson Jabá (Babuíno Gold Team / Chute Boxe Diego Lima) venceu Soslenis Grilinho (Ryan Gracie Polêmico) por nocaute técnico aos 1:41 do Round 2

Até 61kg: Denes Carvalho (Thai Boxe) finalizou Phablo Caetano (ZN Combat) com um katagatame aos 1:41 do Round 2

Até 80kg: Anderson Byddu (Sankaku Team) finalizou Wenderson Baiano (Carlos Cunha Gold Team) com um triângulo aos 2:42 do Round 2

Até 61kg: Allan Bomba (Pha Chang Kung Fu) venceu Raul Pequeno (Ryan Gracie Udi Lima) por desistência ao final do Round 2

Até 61kg: Fernanda Silva (Chute Boxe Diego Lima) venceu Jessica Negrão (Guarulhos Fight Team) por nocaute técnico aos 4:14 do Round 1

Até 120kg: Marcelo Golm (Corinthians MMA) venceu Jhonny Klever (Yoshinaga Team) por nocaute técnico aos 4:33 do Round 1

Até 77kg: Wesley Silva (Cícero Jabá Team) finalizou Lucas Berinja (Babuíno Gold Team) com uma guilhotina aos 2:43 do Round 1

Até 77kg: Dudu Pitbull (Brazilian Top Team) venceu Thiago Amorim (Família Furacão) por nocaute técnico aos 52 segundos do Round 2

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebookhttps://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasMMA Nacional

Jornalista freelancer. Matérias publicadas em Nocaute na Rede, Correio Paulista, Medium, Shion Magazine, NetFighter e Pitaco Esportivo. contato: [email protected]
    Um Comentário
  • Calendário MMA | Nocaute na Rede
    15 maio 2015 at 20:40
    Responder

    […] 25/04 – Resultados: UFC 186: Johnson vs. Horiguchi 25/04 – Resultados: […]

  • Responder

    *

    *

    16 − um =

    RELACIONADO POR