Bisping volta atrás e diz que topa encarar Anderson Silva

Em declaração sobre um possível confronto contra Anderson Silva, o inglês Michael Bisping declarou que não tinha o menor interesse em enfrentar um lutador que tenho uso de anabolizantes...

Em declaração sobre um possível confronto contra Anderson Silva, o inglês Michael Bisping declarou que não tinha o menor interesse em enfrentar um lutador que tenho uso de anabolizantes em seu histórico. No entanto, após uma grande reação do público nas redes sociais, pressionando-o, o peso médio voltou atrás e declarou que topa o confronto.

(Foto: Reprodução/ Bloody Elbow)

(Foto: Reprodução/ Bloody Elbow)

“É decepcionante. Eu tenho muitas críticas a fazer. As pessoas gostam de falar merda. ‘Bisping, você está correndo e com medo’. O Ariel Helwani me perguntou e eu recuei um pouco no meu comentário anterior, disse que não lutaria com ele ou qualquer outro que tivesse histórico de uso de esteroides. Por que eu deveria? Por que devemos, como lutadores, concordar em dar trabalho a essas pessoas, deixar que façam seu nome nas nossas costas e ganhar dinheiro enquanto nos colocam em perigo? Mas, com toda a reação no Twitter, com as pessoas dizendo que eu estava com medo, eu disse ao Ariel, ‘Bem, foda-se . Se o UFC quiser a luta, eu vou fazer a luta. Eu não estou com medo’. Realmente não tenho nada a provar a essas pessoas, mas isso me irritou. Se o UFC quiser fazer essa luta, estou nessa. Vamos fazer isso!”, declarou Bisping, em entrevista ao podcast norte-americano ‘Three Amigos’.



Bisping continuou falando sobre Anderson, mais precisamente sobre o assunto ‘doping’.

“Ninguém esperava que ele testasse positivo. Anderson Silva sempre foi um lutador fantástico, sempre foi um dos favoritos do público. Ele certamente não tem o tipo físico, não tem o corpo coberto de músculo e coisas assim. Mas para ser honesto, essa uma forma ingênua de olhar a situação. Se você está procurando por alguém com músculos, esse nem sempre é o sinal marcante. Como ouvimos na audiência em Nevada, foi a primeira vez que ele foi testado fora da competição, o que é ridículo. Um lutador do nível dele, que está no topo do esporte, fazer um teste pela primeira vez e testar positivo. É como disse na semana passada, um homem que tem a carreira que ele tem, em destaque por tanto tempo, sendo o mais dominante lutador que o UFC já viu, simplesmente não me parece lógico que aos 39 anos ele iria usar esteroides pela primeira vez. Ele definitivamente testou positivo e depois veio com todas essas desculpas estúpidas. O consenso geral é que ele tomou alguma coisa”.

Anderson Silva já havia dito que enfrentaria Michael Bisping em seu retorno, em 2016, após cumprir suspensão por conta de ter testado positivo para o uso de anabolizantes na luta contra Nick Diaz, em janeiro deste ano. Silva ainda foi mais além e disse que a luta aconteceria em Curitiba, cidade onde cresceu, entrou nas artes marciais e se tornou lutador profissional.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
Lutas

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

3 + dez =

RELACIONADO POR