Aldo e Barão defendem cinturões do Brasil no FC 169

O Brasil tem motivos de sobra para não perder o UFC 169 que acontece neste sábado em Newark EUA. Além de contar com quatro lutadores no card, há também...

O Brasil tem motivos de sobra para não perder o UFC 169 que acontece neste sábado em Newark EUA. Além de contar com quatro lutadores no card, há também um fator que pode mudar a história e a situação do Brasil no UFC. Os dois únicos cinturões pertencentes a brasileiros serão colocados à prêmio nesta noite. Na principal luta da noite, o agora campeão linear Renan Barão defenderá seu cinturão contra o “California Kid” Urijah Faber.

Imagem: Getty Images

(Foto: Getty Images)

A luta original seria entre Barão e Dominick Cruz, para acabar com a novela da unificação dos cinturões, porém uma nova lesão tirou Cruz de combate, e rapidamente o UFC anunciou Urijah Faber (30-6) como substituto deste, além de tirar Barão da condição de campeão interino e torná-lo campeão linear, de fato, da categoria dos galos do UFC. Barão e Faber já se enfrentaram em julho de 2012, também por uma de cinturão, porém interino. Barão levou a melhor e venceu por decisão unânime, em uma luta muito movimentada, porém dominada pelo brasileiro. Hoje Faber tem a chance de tomar o cinturão de Renan Barão, porém não terá tarefa fácil. O que pode se esperar é mais uma luta movimentada, e ainda melhor do que a primeira, uma vez que ambos evoluíram muito em seus últimos combates.



Imagem: Getty Images

(Foto: Getty Images)

No co-main event, uma luta digna de main event  em qualquer card. José Aldo vai em busca de mais uma defesa bem sucedida de cinturão contra o perigosíssimo e agressivo Ricardo Lamas, pela categoria dos penas.

Considerado por muitos o melhor peso-por-peso do mundo, o campeão do povo José Aldo terá uma das lutas mais difíceis da carreira, porém continua sendo o franco favorito. Aldo vêm de 7 defesas de cinturão bem sucedidas, sendo 5 pelo UFC, e pensa em subir de categoria após o combate. O próprio Dana White já se posicionou acerca do assunto e disse que a prioridade é realizar a superluta com Anthony Pettis pela categoria dos leves, caso ambos defendam seus cinturões.

Imagem: Getty Images

(Foto: Getty Images)

Pettis ainda não tem previsão para retornar ao octógono, o que pode significar mais uma luta de Aldo pelos penas antes de uma superluta. Já Ricardo Lamas não pode de forma alguma ser subestimado. Com um excelente cartel de 13 vitórias e 2 derrotas, o ex-peso-leve ainda não foi derrotado lutando pelos penas, e já bateu nomes como Cub Swanson e Erik Koch (finalizou Swanson e nocauteou Koch) com facilidade. Forte candidata a luta da noite.

Imagem: En La Pelea

(Foto: En La Pelea)

Na terceira luta em importância da noite, um duelo de pesados desesperados por uma vitória na organização. Frank Mir encara o holandês Alistair Overeem em busca de fôlego novo no UFC. Ambos vêm em uma sequência de derrotas, sendo que Frank já contabiliza três, e Overeem acumula duas. Provavelmente quem perder não continuará na organização. Mir já foi campeão da categoria peso pesado do UFC, e Overeem já esteve bem próximo de disputar o cinturão, porém, uma queda de rendimento inexplicável de ambos lhes fez acumular derrotas seguidas, e isso pode lhes custar o emprego nesta noite, caso não façam nada para reverterem suas situações.

Imagem: Super Lutas

(Foto: Super Lutas)

Ainda pelo card principal, um duelo entre dois pesos mosca com grande poder de nocaute. John Lineker encara o russo Ali Bagautinov em um duelo de mãos de pedra.  O brasileiro Lineker vêm de quatro vitórias consecutivas, sendo as três últimas por nocaute, porém possui grandes problemas quando o assunto é bater o peso da categoria (56,6kg).

Em todas as suas lutas pela categoria dos moscas, ele não atingiu o peso limite, e não foi diferente desta vez. Lineker ultrapassou o limite da categoria na pesagem desta sexta, porém conseguiu bater o peso depois de alguns minutos. Mas provavelmente ainda não disputará o cinturão em caso de vitória. O russo Ali Bagautinov também já se tornou um dos principais nomes da categoria e já vêm sendo cotado para disputar o cinturão que hoje pertence a Demetrious Johnson. Ele vem de dez vitórias consecutivas, sendo três pelo Ultimate. Esta é a típica luta que tem tudo para não chegar ao final do terceiro round. Coisa rara de se ver entre os moscas.

Imagem: Getty Images

(Foto: Getty Images)

Abrindo o card principal teremos o duelo entre os leves Jamie Varner e Abel Trujillo. Varner vêm de derrota controversa para Gleison Tibau em agosto de 2013, enquanto Trujillo vêm de uma impressionante vitória sobre Roger Bowling em dezembro do ano passado. Ambos são lutadores explosivos e com poder de nocaute e buscam lugares entre os top 10 da organização.

O card preliminar também contará com grandes lutas envolvendo grandes nomes do UFC, e também com um brasileiro que busca seu espaço na organização. Na luta que fecha o card preliminar, o brasileiro Alan Nuguette, que estreou em outubro do ano passado com vitória por nocaute contra Garett Whitteley em Barueri. O brasileiro que aina não perdeu na carreira e conta com um cartel de 11 vitórias terá pela frente o perigoso striker canadense John Makdessi (12-2), que vem de três vitórias consecutivas dentro do UFC.

Imagem: Fox Sports

(Foto: Fox Sports)

Também pelo card preliminar, os pesos moscas Chris Cariaso e Danny Martinez se enfrentam em busca de um lugar na fila do cinturão. Cariaso vêm de vitória sobre Iliarde Santos no UFC Maia x Shields em outubro de 2013, enquanto Danny Martinez fará sua estreia na organização.

Ainda pelo card preliminar, Nick Catone encara Tom Watson pelos pesos médios em uma luta envolvendo dois ótimos strikers, porém que não vivem bom momento no UFC. Ambos vêm de derrota, sendo que Watson perdeu sua última luta para Thales Leites, e Catone foi derrotado por T.J. Waldburger.

Imagem: Getty Images

(Foto: Getty Images)

O card ainda conta com as lutas entre Al Iaquinta e Kevin Lee pelos leves, Clint Hester e Andy Enz lutam pelos médios, lembrando que ambos foram lutadores do TUF 17 (Andy Enz não entrou na casa). O card também conta com a estréia de dois novos lutadores russos, mostrando que o UFC está investindo no mercado russo de forma mais ativa. O peso leve Rashid Magomedov encara Tony Martin em sua estreia, enquanto Gasan Umalatov estreia entre os meio-médios contra Neil Magny na luta que abre o evento. O UFC 169 acontece neste sábado em Newark EUA, a partir das 21h30 (horário de Brasília), e terá transmissão ao vivo e exclusiva pelo Canal Combate.

UFC 169: Barão vs Faber 2
1º de fevereiro de 2014, em Newark (EUA)
Card Principal
Peso-galo: Renan Barão x Urijah Faber
Peso-pena: José Aldo x Ricardo Lamas
Peso-pesado: Frank Mir x Alistair Overeem
Peso-mosca: John Lineker x Ali Bagautinov
Peso-leve: Jamie Varner x  Abel Trujillo
Card Preliminar
Peso-leve: John Makdessi x Alan Nuguette
Peso-mosca: Chris Cariaso x Danny Martinez
Peso-médio: Nick Catone x Tom Watson
Peso-leve: Al Iaquinta x Kevin Lee
Peso-médio: Clint Hester x Andy Enz
Peso-leve: Tony Martin x Rashid Magomedov
Peso-meio-médio: Neil Magny x Gasan Umalatov

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Siga o Nocaute na Rede no Instagram: https://bit.ly/19p66yi

Curta Nossa Página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Edu Andrade



Categorias
Lutas

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

12 + dezoito =

RELACIONADO POR