Brasil tem aproveitamento negativo no UFC em 2016

Em uma época no UFC, o Brasil chegou a ter 4 campeões, ou seja, metade das 8 categorias que tinha na época, antes de criarem o peso mosca e...

Em uma época no UFC, o Brasil chegou a ter 4 campeões, ou seja, metade das 8 categorias que tinha na época, antes de criarem o peso mosca e as categorias femininas. Mas com tempo isso foi caindo, e o EUA foi tomando conta dos cinturões do UFC.

Getty Images

Getty Images

E a prova da decadência brasileira, são os número em 2016. O país conseguiu ficar sem nenhuma vitória em 6 edições do UFC este ano, isso representa 42,8% de todos eventos realizados de janeiro até o fim do mês de maio, e em algumas edições tivemos mais de um brasileiro lutando. 

Confira a lista dos eventos do UFC em que o Brasil saiu zerado em 2016:

UFC 195, 2/1 – 1 lutador, 1 derrota (Diego Brandão x Brian Ortega)
UFC: Hendricks x Thompson, 6/2 – 1 lutador, 1 derrota (Rafael Feijão x Ovince St-Preux)
UFC: Cowboy x Cowboy, 21/2 – 5 lutadores, 5 derrotas (Alex Cowboy x Donald Cerrone, Roan Jucão x Derek Brunson, Augusto Tanquinho x Cody Garbrandt, Daniel Sarafian x Oluwale Bamgbose, Leonardo “Leleco” Guimarães x Anthony Smith)
UFC: Silva x Bisping, 27/2 – 2 lutadores, 2 derrotas (Anderson Silva x Michael Bisping, Thales Leites x Gegard Mousasi)
UFC: Overeem x Arlovski, 8/5 – 3 lutadores, 3 derrotas (Antônio Pezão x Stefan Struve, Francimar Bodão x Nikita Krylov, Yan Cabral x Reza Madadi)
UFC: Almeida x Garbrandt, 29/5 – 4 lutadores, 4 derrotas (Thomas Almeida x Cody Garbrandt, Renan Barão x Jeremy Stephens, Vitor Miranda x Chris Camozzi, Alberto Uda x Jake Collier)

Ainda falando em números, o Brasil soma 23 vitórias e 28 derrotas em 2016. E o que mais preocupa, é que das 23 vitórias, 8 foram só no UFC 198, e ainda sim o país perdeu um cinturão.

Veja o retrospecto do UFC no Brasil em 2016:

Tabela de números/ Foto Canal Combate

Tabela de números/ Foto Canal Combate

Mas tudo pode melhorar a partir de julho, pois teremos 4 brasileiros disputando cinturão, Rafael Dos Anjos, Claudinha Gadelha, José Aldo e Amanda Nunes. Incluindo esses nomes mais importantes, teremos ao todo 15 brasileiros pisando no octógono em 3 dias, 7, 8 e 9 de julho.

Fonte da matéria: Combate

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: 
https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
EspeciaisLutasMMA InternacionalUFC

Douglas Barcellos, gaúcho de Guaiba/RS.
Sem Comentários

Responder

*

*

1 × três =

RELACIONADO POR