Brasileiro ex-UFC/WEC/Bellator está de volta pelo EFN 51 contra russo invicto!

Diego "The Gun" Nunes assina com organização russa e já tem data, oponente e evento para estrear pelo EFN.
(Foto: MMAInsight.com)

Diego “The Gun” Nunes está de volta aos ringues e em nova casa. O gaúcho de Caxias do Sul assinou com o EFN (Eurasian Fight Nights) Global, mesmo evento que trouxe Fedor “The Last Emperor” Emelianenko contra o “Caipira De Aço” Fábio Maldonado, e já tem data, evento e oponente confirmados. Diego encarará o invicto Rasul Mirzaev pelo EFN Global 51, no Daguestão, dia 25 de Setembro deste ano. Nunes não lutava desde 2014 quando venceu Joachim Hansen pelo Superior Challenge 11.

Nunes é um veterano do esporte, tendo lutado por diversas organizações como Shooto, WEC, UFC, Bellator e mais recentemente, pelo Superior Challenge, onde é campeão peso-pena após derrotar Joachim Hansen na Suécia. Pelo banner da Zuffa, Nunes 11 lutas (5 pelo WEC e 6 pelo UFC), sendo 7 vitórias e 4 derrotas (1 derrota pelo WEC e 3 pelo UFC). Nunes foi demitido do Ultimate após derrota para Nik Lentz em Janeiro de 2013, pelo UFC On FX: Belfort vs. Bisping, em São Paulo. Fez dois combates pelo Bellator, sendo derrotado por Patrício Freire e Matt Bessette, o que levou à sua dispensa da organização pelo CEO Scott Coker.



Diego "The Gun" Nunes (Foto: MMAMania.com)

Diego “The Gun” Nunes (Foto: MMAMania.com)

Seu oponente, Rasul Mirzaev, está invicto no MMA e vem de 16 vitórias. Estreou pelo EFN no evento de número 50, mesmo evento que contou com a luta de Fedor Emelianenko e Fábio Maldonado, realizado em Junho de 2016, na cidade de São Petersburgo na Rússia. Mirzaev venceu, nocauteando o brasileiro Dioginis Souza aos 4:13 do primeiro assalto.

Mirzaev foi notícia em 2011 quando se desentendeu com um jovem de 19 anos chamado Ivan Agafonov do lado de fora de uma casa noturna em Moscou. Os dois se altercaram e Mirzaev acertou um golpe no rosto de Agafonov, nocauteando e levando o garoto ao chão. Agafonov faleceu no hospital 4 dias depois e a perícia alegou que o impacto da cabeça de Agafonov ao atingir o chão foi o que causou a morte do menino e não o soco desferido por Mirzaev. No entanto, o russo foi preso por homicídio culposo e por negligência, liberado 15 meses depois após julgamento.



IBlackbelt
Categorias
LutasMMAMMA Internacional

Paulistano, São Paulino, baterista, perito em TI, fanático por lutas e viciado em games. Colunista e redator Nocaute Na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    dois × 4 =

    RELACIONADO POR