Carlos Boi diz que estudou adversário para luta neste sábado e provoca: “Se entrega fácil quando toma um golpe”

Brasileiro garantiu que fará luta rápida com Justin Tafa neste sábado (16)
Carlos Boi garantiu que obterá vitória rápida contra Justin Tafa neste sábado (16), na Ilha da Luta. (Foto: Divulgação UFC0

Carlos Boi está confiante para a sua terceira luta no UFC. O brasileiro, que estreou pelo UFC em julho do ano passado, agora vai enfrentar Justin Tafa neste sábado (16), na Ilha da Luta, em Abu Dhabi, e garantiu que conquistará uma vitória rápida sobre seu oponente.

Em entrevista ao site Ag Fight, Carlos Boi afirmou ter estudado o jogo de seu adversário rumo ao primeiro evento do Ultimate em 2021. “A gente estudou muito o jogo dele, inclusive uma das coisas que a gente fez na quarentena foi ficar assistindo as lutas dele. Já sabemos o o jogo dele todo, o que ele faz em qualquer momento da luta, como ele responde quando a gente golpeia de um jeito, a gente sabe que ele é frouxo, que não aguenta porrada. Quando ele toma algum golpe ele se entrega fácil e a gente acredita que ele não vá durar os três rounds, como o Yorgan de Castro. Querendo ou não, o Yorgan aguentou as pancadas e a gente tem certeza que ele não vai aguentar esse ritmo”, ironizou o lutador.



O peso-pesado também aproveitou a ocasião para fazer comentários bem-humorados sobre sua viagem para a Ilha da Luta. “Estou feliz. Vou pedir um visto de cidadania, porque estou me sentindo um morador daqui já. A única diferença é que o espaço que a gente pode circular é reduzido. Se antes já não tinha muita coisa para fazer, agora piorou. Só pode ficar dentro do hotel mesmo. Só tem a piscina e treino. Essa foi a viagem mais cansativa da minha vida, porque fiz um bocado de conexão. O voo estava lotado. Aí chegou, já eram cinco horas da manhã, tive que ir para uma tenda fazer um teste de COVID que não estava programado ainda. Lá, eles botaram tipo um relógio com GPS para saber a localização, para ver se a gente estava cumprindo a quarentena mesmo. A quarentena foi jogar videogame, comer, dormir e treinar. A gente optou por treinar uma vez no dia só para dar um descanso e mais a viagem, porque, querendo ou não, foi praticamente mais de 24 horas”, complementou.



Categorias
Lutas
Sem Comentários

Responder

*

*

três × um =

RELACIONADO POR