Charles do Bronx inicia preparação para Jeremy Stephens com motivação extra

A decisão médica que impediu a participação de Charles do Bronx no UFC Fight Night 50, em setembro, ainda não foi esquecida. A “revanche” contra Nik Lentz teve de...

A decisão médica que impediu a participação de Charles do Bronx no UFC Fight Night 50, em setembro, ainda não foi esquecida. A “revanche” contra Nik Lentz teve de ser adiada, porém o lutador já tem mais um desafio pela frente. O UFC anunciou nesta segunda-feira, dia 30 de setembro, que Do Bronx vai enfrentar Jeremy Stephens no dia 12 de dezembro, no card do The Ultimate Fighter 20 Finale. Jeremy Stephens também integra o Top 10 da categoria peso-pena (até 66,1kg), na décima posição, uma acima de Lentz e quatro à frente do brasileiro.

UFC Fight Night Auckland: Te Huna v Marquardt

Charles do Bronx (Foto: Zuffa LLC / UFC)

Com o anúncio, Charles do Bronx já começou, junto aos treinadores Ericson Cardoso e Jorge Patino “Macaco” a traçar o plano de luta que vai pode lhe possibilitar alcançar as duas metas que tem para o fim do ano: garantir a terceira vitória consecutiva e estar entre os 10 melhores da categoria.



“Tenho muito tempo para me dedicar. Vou chegar afiado e no peso. E com um foco totalmente definido. Vou vencer e ficar entre os melhores. Quero chegar em 2015 babando pelo cinturão e disputa-lo até o fim do ano”, comenta Charles, inspirando-se no que o atual detentor do título dos penas, José Aldo, costuma dizer: “O Aldo já falou diversas vezes e penso muito nisso, que se você quer ser o melhor, tem que só enfrentar os mais fortes, mesmo não estando no topo ainda. Me inspiro nisso, porque quero ser o melhor”.

Antes de ter a luta anunciada contra Charles Do Bronx, Jeremy Stephens teria pela frente outro brasileiro, Lucas Mineiro. No entanto, o norte-americano se recusou a enfrenta-lo no UFC 179, no Rio de Janeiro, por considera-lo abaixo de sua posição no ranking. Do Bronx, que eventualmente treina com Lucas na Chute Boxe Diego Lima, em São Paulo, evita alimentar qualquer tipo de rusgas, mas critica a atitude de seu adversário.

“Ele não quis lutar contra o Lucas Mineiro, mas não sei direito o que houve. Sei que o Mineiro vai ganhar do Elkins e vai pedir a luta. Da minha parte, vou dar meu melhor para vencer e o Jeremy vai ter que aceitar o desafio do Lucas. Não desrespeito meus adversários e não gosto de quem desrespeita. Tudo se resolve no octógono”, pondera. “O UFC colocou essa luta para mim. Não tenho que ficar escolhendo. Aceitei na hora. Posso dizer a todos os fãs que vou andar para frente e sair com uma vitória, apesar de saber que ele é muito duro. Gostei da escolha”.

Apesar de empolgado com o duelo marcado, Charles do Bronx ainda espera enfrentar Nik Lentz. Na luta que ocorreu, em 2011, o brasileiro venceu, mas teve a vitória anulada por um “No Contest”, após aplicar uma joelhada considerada ilegal no rival. Quando enfim teve o pedido atendido, foi vetado pelos médicos e não reencontrou o adversário. Agora, o peso pena acredita que no momento certo, enfim, será realizado.

“Meu foco agora muda. Só penso no Stephens, mas não tem como esconder que fiquei chateado por não ter ocorrido a luta contra o Lentz. Pedi ao UFC, eles atenderam meu pedido, mas acabei não tendo condições de lutar, infelizmente. Quero ainda esta luta, mas sei que vamos nos encontrar no futuro. Estamos na mesma categoria e temos a mesma vontade. No momento certo, vou conseguir vencer o Lentz novamente” diz, comentando os motivos que o deixaram de fora do último duelo.”

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Patrocinador



Categorias
LutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

3 × 5 =

RELACIONADO POR