Chute boxe x Brazilian Top Team – Do tempo em que a técnica prevalecia

  Fala povo do tatame! Como estão os amigos leitores ? Tem alguns dias que eu não andava postando por aqui, porém pensei num assunto que é muito característico...

f59188de-b2bc-3f40-9262-b6d45a72ce8e

 



Fala povo do tatame! Como estão os amigos leitores ? Tem alguns dias que eu não andava postando por aqui, porém pensei num assunto que é muito característico a aquilo que eu melhor faço. Opinar…

Quem me acompanha aqui no NR, sabe como eu sempre digo que particularmente falando, o UFC em específico hoje em dia, deixou de ter rivalidades por que o ”bicho pega”, rivalidades que realmente a prova era por o nome da equipe no lugar mais alto, no caso, o cinturão do UFC na prateleira.

A “era Pride” foi marcada por uma famosa rivalidade verde e amarela. Brazilian Top Team e Chute Boxe protagonizaram batalhas épicas dentro do ringue e promoveram muita confusão fora dele. 

e844e95264ef8258be8cdea5b6544ed7_M

Acima, Arona e Wand, um desentendimento no café da manhã deu inicío a rivalidade.

O primeiro capítulo da longa e histórica rivalidade entre Brazilian Top Team (BTT) e Chute Boxe aconteceu há sete anos, no UFC Brasil (16/10/1998). Na época, os membros da BTT ainda faziam parte da equipe do mestre Carlson Gracie, considerada até então a maior potência do Vale-Tudo do Brasil, com nomes como Vitor Belfort, Wallid Ismail, Murilo Bustamante, Carlão Barreto, Allan Góes, Zé Mário Sperry e Amaury Bitetti.

Pela chute boxe, Wande, Murilo Ninja, Shogun… Anderson Silva, Rafael Cordeiro e o próprio Werdum…

Galera, olhem bem quem tá citado acima, entendem o que quero dizer ? Nada menos do que LENDAS, lutadores que tinham um domínio de técnica fora do comum. O que fico me perguntando é como as coisas mudaram tanto. Não se tinha tanto midiatismo em cima, e o PRIDE por si só, fazia um sucesso tremendo.

A prova viva sabe qual é ? Quem de vocês acha algum nome do UFC que vale à pena ver a luta pela qualidade técnica? No meu ver, Ronda, Werdum, Cormier, Gustafsson, Belfort, Demian Maia são os únicos ”super stars” que vale a pena ficar acordado até as 3 da manhã pra ver lutarem, os caras detonam. Maia e Werdum no Jiu Jitsu, no UFC ninguém faz frente, Cormier no Wrestling, Gustafsson no boxe afiado como navalha, Ronda que é simplesmente COMPLETA… 

Uma de minhas esperanças com relação ao UFC, é que surjam novos nomes que possam ser tão perfeitos no estilo de luta quanto o povo da antiga. E creio que o UFC mantém nomes com Dan Henderson, Rampage, Overreem nos cards pois sabem que tem muitas pessoas que vêem os caras das antigas como lutadores que vendem evento.

Quando o UFC realizou sua edição brasileira e Frank Shamrock desistiu de enfrentar Vitor na casa do adversário, os promotores americanos convidaram, então, o campeão do IVC, Wanderlei Silva – que acabara de nocautear o wrestler americano Mike Van Arsdale – para enfrentar ‘o fenômeno’ Belfort. Na conferência de imprensa, o primeiro encontro registrado entre membros dos dois times e a promessa de Wanderlei de nocautear Belfort em menos de cinco minutos. O clima ficou tenso, lembra Carlão Barreto:

‘Nós, do Carlson Gracie Team, embrião da BTT, já éramos respeitado internacionalmente e o pessoal da Chute Boxe chegou com uma postura muito agressiva, reacendendo o estopim da rivalidade que rolava com a Luta-Livre na década de 80. Tudo começou nesta luta do Vitor com o Wanderlei’.

A pergunta meus amigos leitores é : Quando o UFC vai ter de novo um Fedor Emilianenko, um novo Bustamente, um novo Royce Gracie, um novo Ken Shamrock ?

E se for parar pra analisar, os lutadores da nova era, tem uma responsabilidade muito grande em fazer jus as carreiras dos que os antecederam, não é pra qualquer um tal responsabilidade.

Só o povo da chute boxe e da antiga turma do Carlson na minha opinião mostra em FATOS, como o MMA brasileiro tá ficando pra trás. É só comparar o número de títulos da época, e hoje em dia…

Grande abraço meus amigos! 

 

OSS!

Escrito por Luis Augusto de Campos

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

 



Categorias
Boxe Nacional e InternacionalCarlão BarretoEspeciaisJiu JitsuLutasMuay ThaiOpiniãoOpiniãoUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

dezenove + onze =

RELACIONADO POR