Claudia Gadelha a uma vitória da glória

O TUF Finale 23 que acontecerá em Las Vegas dentro de algumas horas, terá como luta principal o duelo eletrizante pela categoria peso-palha feminino entre a polonesa atual campeã...
Foto: Facebook Oficial UFC Brasil

O

Foto: Facebook Oficial UFC Brasil

Foto: Facebook Oficial UFC Brasil

TUF Finale 23 que acontecerá em Las Vegas dentro de algumas horas, terá como luta principal o duelo eletrizante pela categoria peso-palha feminino entre a polonesa atual campeã Joana Jedrzejczyk e a brasileira Claudia Gadelha. Este é o segundo evento na semana de lutas que antecede o histórico UFC 200 que vai rolar amanhã também em Vegas.



A potiguar Claudinha Gadelha, irá levar para o octagon uma batalha de nervos que já está acontecendo a algum tempo contra a polonesa. Ambas foram treinadoras do TUF 23 e trocaram diversas ofensas e provocações ao longo da temporada. Gadelha inclusive já confessou, que com as câmeras desligadas ambas quase saíram no braço e tiveram de ser contidas durante as gravações.

Se não bastassem os nervos a flor da pele do convívio com o desafeto no reality show, Claudinha que tem um cartel de 13 vitórias em 14 lutas no MMA profissional, sentiu o amargo gosto da derrota justamente para a Joana em luta que terminou com polêmica decisão divida dos juízes em desfavor da brasileira, em dezembro de 2014.

A polonesa, favorita nas bolsas de apostas, e que na pesagem para luta não segurou a língua, ameaçando Claudinha em português: “Voçe está fu****” vem para sua 3ª defesa do cinturão. Joana traz consigo a expressiva marca de 11 vitórias em 11 lutas no MMA profissional, sendo que suas ultimas 5 lutas foram no UFC. Outra marca interessante na trajetória da campeã, é que ela é a primeira campeã polonesa do UFC. Um dado não muito empolgante, é que mais da metade (6) das 11 lutas vencidas pela polonesa na carreira, foram por decisão dos juízes.

Claudinha coleciona 3 títulos mundiais e 4 brasileiros no jiu jitsu, venceu 6 de suas 13 lutas por finalização. A brasileira que treina na equipe Nova União com o mestre Dedé Pederneiras e na companhia do ex-campeão José Aldo, tem ainda 2 nocautes em seu favor no cartel. A brasileira vem com um jogo completo para tentar dar o troco na rival e conseguir a façanha de ser a primeira lutadora brasileira campeã do UFC.

Boa sorte Claudinha!



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Fui alienado ao mundo do antigo "vale tudo" e aos primórdios do MMA por um bom tempo. Porém, após assistir ao nocaute de Maurício Shogum na revanche contra Lyoto Machida que lhe rendeu o cinturão dos Meio Pesados do UFC, nocaute da noite e do ano em 2010, desde então acompanho MMA e me interesso pela história desse esporte que cresce e arrebata multidões como nenhum outro mundo afora.
Sem Comentários

Responder

*

*

11 − dois =

RELACIONADO POR