Confira como foi o Treino Aberto do UFC 198 em Curitiba

Hoje no treino aberto, foi o dia dos fãs do UFC enfim terem o primeiro contato direto com alguns dos lutadores que entrarão no octagon sábado pelo tão esperado...
Fotos: Felipe Moreira / Nocaute na Rede

Hoje no treino aberto, foi o dia dos fãs do UFC enfim terem o primeiro contato direto com alguns dos lutadores que entrarão no octagon sábado pelo tão esperado e histórico UFC 198.

O clima no treino foi de alto astral e euforia tanto por parte do público como dos lutadores, e o entusiasmo só não foi maior devido a ausência de Anderson Silva que lutaria no card, mas por motivos de sáude foi retirado as pressas do evento.



Maurício Shogum abriu o treino com bastante disposição e alegria, afinal voltar a lutar em casa depois de tantos anos e após se consagrar pelo mundo afora conquistando dois cinturões ao longo de sua carreira (foi campeão do Pride em 2005 e do UFC em 2010) é uma motivação e tanta para o Curitibano que prometeu fazer bonito em sua terra natal. Shogum treinou junto com o Mestre de Muay Thai Rafael Cordeiro, que em suas maiores conquistas sempre esteve ao seu lado, essa parceria promete para a luta de sábado.

Depois foi a vez de Vitor Belfort pisar no tatame, com muita serenidade e demonstrando estar bastante concentrado, o experiente lutador fez vários movimentos de quedas e transições de jiu-jitsu com seus sparrings. Belfort, que é faixa preta de jiu-jitsu enfrentará o casca-grossa Ronaldo Jacaré que tem no currículo nada mais nada menos que cinco títulos mundiais na arte suave. Vitor mostrou estar em excelente forma física e não deverá ter problemas com a balança na pesagem, o carioca está “fininho”.

Na sequência foi a vez do croata-americano Stipe Miocic fazer seu treino, o gringo que é o desafiante de Fabricio Werdum pelo cinturão dos pesos pesados, foi recebido com vaias e o tradicional brado “Uhhhh vai Morreeer” que tem sido marca na corneta da platéia para com os adversários dos brasileiros no MMA. Miocic que além de lutador é bombeiro, esbanjou simpatia ao dizer que gosta de sua profissão devido ao fato de poder salvar vidas, disse ainda que gosta do público brasileiro e que o clima para a luta está lhe agradando.

Cris Cyborg foi quem entrou em seguida e foi recebida com carinho pela plateia, a Curitibana que faz a sua estréia no UFC, treinou com bastante disposição e vigor, demonstrou um pouco de sua especialidade que é o muay thai e prometeu muita agressividade em seu combate. Cyborg ao ser entrevistada, ressaltou que as mulheres podem sim lutar como os homens, sendo agressivas e demonstrando muita técnica, inclusive mencionou que quando dizem que ela luta como homem, recebe de modo positivo o comentário pois vê que o seu trabalho está sendo reconhecido e bem feito. Ainda em sua entrevista a lutadora agradeceu aos fãs que acompanham sua carreira desde o início, e atribuiu ao apoio dos fãs a oportunidade que tem hoje de lutar no maior evento de MMA no mundo, “foram vocês que me trouxeram até aqui” disse ela que já tem 11 anos de carreira no MMA profissional. Cris foi muito atenciosa com os conterrâneos, jogou camisetas para a galera e chamou para fazer uma luva com ela no tatame, uma garota da plateia que é praticante de boxe e seguidora da lutadora em suas redes sociais.

O penúltimo a pisar no tatame foi Ronaldo Jacaré. Com sua entrada característica imitando o réptil que deu origem ao seu apelido, Jacaré foi outro que esbanjou simpatia, contagiando a galera. Warlley Alves que também lutará na noite de sábado participou do treino de Jacaré e ambos brincaram ao surpreender um ao outro com quedas de wrestling, foi um momento de descontração para a platéia e para os lutadores. Jacaré #2 no ranking dos médios trava com Belfort #3 no mesmo ranking o main event da noite (penúltima luta), o vencedor desde duelo provavelmente será o próximo desafiante do cinturão da categoria no UFC. O meu palpite é que esta será a luta da noite!

Para fechar o treino aberto, foi a vez de Fabrício Werdum “Vai Cavalo” o Campeão dos Pesos Pesados do UFC se apresentar. Werdum como sempre muito desinibido e comunicativo, chamou o público para interagir com ele enquanto fazia a parte de muay thai de seu treino com o Mestre Rafael Cordeiro. O lutador ainda demonstrou vários movimentos de seu vasto repertório no solo com diferentes finalizações de jiu-jitsu. O campeão foi pra galera, atendeu a diversos pedidos de autógrafos e selfies, aproveitou para fazer uma foto com a platéia que usava máscaras da hilária “happy face”, invenção do gaúcho que tem carisma de sobra e foi ovacionado pelo público. Sábado serão 42 mil torcedores junto com Werdum, a Arena da Baixada vai pegar fogo e o bombeiro Miocic vai ter que se virar pra sobreviver pois no que depender da galera “Uhhhh vai Morreeer”.



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Fui alienado ao mundo do antigo "vale tudo" e aos primórdios do MMA por um bom tempo. Porém, após assistir ao nocaute de Maurício Shogum na revanche contra Lyoto Machida que lhe rendeu o cinturão dos Meio Pesados do UFC, nocaute da noite e do ano em 2010, desde então acompanho MMA e me interesso pela história desse esporte que cresce e arrebata multidões como nenhum outro mundo afora.
Sem Comentários

Responder

*

*

20 − 18 =

RELACIONADO POR