Confronto Histórico: Fadda Jiu-Jitsu X Gracie Jiu-Jitsu

Que a família Gracie é a mais tradicional do Jiu-Jitsu, isso não podemos negar. Mas as controversas histórias contadas, muitas vezes deixam de merecer outros grandes mestres que fizeram...

Que a família Gracie é a mais tradicional do Jiu-Jitsu, isso não podemos negar. Mas as controversas histórias contadas, muitas vezes deixam de merecer outros grandes mestres que fizeram história na Arte Suave. Em 1951 houve um confronto entre as Academias Gracie e Fadda, que teve cobertura da imprensa do Rio de Janeiro e serviu para divulgar ainda mais a Arte Suave. Mas, falando dos Faddas, devemos apresentar o seu pioneiro, o Grande Mestre Oswaldo Fadda.

OSWALDO FADDA



Oswaldo Fadda nasceu em Bento Ribeiro, uma cidade do Estado do Rio de Janeiro a 15 de Janeiro de 1921. Fadda começou treinando em 1937 depois de se juntar aos Fuzileiros Navais, e o seu professor foi Luis França um antigo aluno de Mitsuyo Maeda, que atingiu sua graduação na mesma altura que Carlos Gracie, o fundador do Gracie Jiu-Jitsu. Oswaldo Fadda recebeu a graduação de instrutor das mãos do seu próprio mestre (França) em 1942 e rapidamente começou a dando aulas de Jiu-Jitsu na sua cidade natal.

Oswaldo Fadda. Foto: reprodução

Oswaldo Fadda. Foto: reprodução

Sempre tentando promover o estilo de vida do Jiu-Jitsu e com um grande foco na disciplina e honra, Mestre Oswaldo Fadda fazia bastantes demonstrações em praças públicas, praias, favelas, em largos de igrejas e até em circo e dentro de igreja. No dia 27 de Janeiro de 1950 Oswaldo finalmente abriu a sua própria academia, totalmente dedicada ao Jiu-Jitsu, apesar de ele ser por vezes visto como um exilado pelos praticantes de Jiu-Jitsu da Zona Sul do Rio de Janeiro, que viam o seu estilo com um pouco de desdem. Fez muitas amizades quando vivo e, sendo o primeiro a iniciar suas aulas no bairro, gerou o título de pioneiro da arte no Rio e adjacências do subúrbio da Zona Oeste. 

Equipe Fadda. Foto: faddablogspot

Equipe Fadda. Foto: faddablogspot

Não era interesse de Oswaldo e sua equipe criar qualquer atrito, mas, como praticantes e um dos pioneiros na cidade do Rio de Janeiro e vendo a crescente fama da família Gracie, Oswaldo viu a oportunidade de fazer um confronto entre equipes. Seu interesse era meramente esportivo.

Em 1954 Fadda desafiou a Academia Gracie para provar o seu valor, desafio esse que foi proposto através da mídia, no Jornal Globo, a matéria dizia o seguinte:

“Desejamos desafiar os Gracie, respeitamo-los como incomparáveis adversários, porém não os tememos. Disponho de 20 alunos para os encontros.”

Hélio Gracie aceitou que seus alunos enfrentassem os de Fadda, e a luta foi marcada para a Academia Gracie. Para os críticos, a questão era: Como uma academia do subúrbio carioca ousaria desafiar a mega estrutura dos Gracies?

O time de Oswaldo Fadda venceu, utilizando os seus conhecimentos de chaves de pé, algo em que os Gracie não eram fortes e tem sido contra desde então, chamando isso de “técnica de suburbano”. O ponto alto da competição foi quando o aluno de Fadda, José Guimarães, botou o lutador dos Gracie, Leonidas, para dormir com um estrangulamento. O evento teve cobertura da imprensa, o que teve um efeito duplo. Enquanto que as vitórias deram ao time de Osvaldo notoriedade (e mais alunos), o mesmo trouxe também o interesse de todos os durões das cidades mais próximas que regularmente paravam na academia de Fadda para desafiar o Mestre Oswaldo e seus alunos. Esses desafios ganharam tamanhas proporções que o Mestre Fadda decidiu tirar um dia por semana onde fechava as portas da academia e lutava contra os desafiadores. Se conta que o Jiu-Jitsu nunca perdeu uma luta.

Reconhecendo a derrota, Hélio Gracie deu uma entrevista aos jornais da época, meio que obrigado a fazer um elogio público, eternizando a seguinte frase:

“É preciso existir um FADDA, para mostrar que o Jiu-Jitsu não é privilégio dos Gracie. “

Hélio Gracie, na Revista dos Esportes, publicada no Rio de Janeiro em 1954 

Notícias da Época. Foto: reprodução

Notícias da Época. Foto: reprodução

Posteriormente, Oswaldo Fadda, também falou à Revista do Esporte.

“ACABAMOS COM O TABU DOS GRACIE”

Reportagem feita com Oswaldo Fadda, após o confronto. Foto: Reprodução

Reportagem feita com Oswaldo Fadda, após o confronto. Foto: Reprodução

Há quem diga que ainda houve um desafio entre Oswaldo Fadda e Hélio Gracie, onde Oswaldo saiu vencedor. A linhagem Gracie contesta essa combate, enquanto a linhagem Fadda defende veemente. Prometo que buscarei fatos para uma nova matéria, relacionada a este combate.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Bruno Carvalho

 



Categorias
Jiu Jitsu

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
2 Comentários nesta publicação.
  • História do Jiu Jitsu – Desafio GRACIE X FADDA | Inside Martial Arts
    6 março 2018 at 21:20
    Responder

    […] Confronto Histórico: Fadda Jiu-Jitsu X Gracie Jiu-Jitsu […]

  • Fabiano Pimentel da costa
    16 julho 2017 at 16:27
    Responder

    Conheci a uns 10 anos atrás um i tegrante da fadda, ele queria arrumar 1 local p/ treinar jiu-jitsu e entroca me ensinará de graça jiu-jitsu. Era um senhor é professor da UFRJ…

  • Responder

    *

    *

    11 − oito =

    RELACIONADO POR