Crianças e artes marciais: Energia pura em movimento

No dia das crianças, nada melhor do que falar de sua relação com as artes marciais. Criança é pura energia, artes marciais também, então esta relação tem tudo a...

No dia das crianças, nada melhor do que falar de sua relação com as artes marciais. Criança é pura energia, artes marciais também, então esta relação tem tudo a ver.

(Foto: Reprodução/ Spartan Fight Club)

(Foto: Reprodução/ Spartan Fight Club)

É comprovado que os esportes e, em especial, as artes marciais trabalham com o físico e o intelecto do indivíduo. Assim, a função cardiovascular, a motricidade, a coordenação motora, o raciocínio, a concentração, a criatividade, a disciplina, o respeito são trabalhados no aprendizado das artes marciais. Tudo isso esta inserido no contexto da prática desportiva de artes marciais. Desse modo, a prática de artes marciais é bastante positiva, sobretudo se ela é praticada desde cedo, por crianças.



Pensando nisso, o Nocaute na Rede fez uma matéria sobre a prática de artes marciais pelas crianças. Neste sentido, fomos ouvir especialistas no assunto: pessoas que possuem capacidade para trabalhar com os pequenos e nos comentar sobre esta relação, sobre os pontos positivos e negativos.

Segue a baixo a entrevista com um especialista da área Henrique Ferreira (psicólogo infantil e professor de Jiu Jitsu), que ministra aulas de Jiu Jitsu em uma academia, na Minu Figh (em Porto Alegre-RS) que desenvolve um projeto voltado de artes marciais para crianças.

1- Primeiramente, fale um pouco sobre você.

Sou Psicólogo de Porto Alegre, faixa roxa do Thiago Minú, formado pela PUC e trabalho com crianças a mais de 10 anos. Sou casado e sócio da clínica AvaliArte Psicologia, localizada na Zona Sul de Porto Alegre.

2 – Fale um pouco sobre o projeto da academia. 

O projeto realizado pela MFT de Jiu-Jitsu Mirim e Infantil tem o objetivo de ensinar a “Arte Suave” para crianças de 4 à 10 anos. Desenvolvemos uma metodologia de ensino do Jiu-Jitsu de uma forma 100% Lúdica. Construindo atitudes e habilidades nas crianças para que estejam preparadas para absorver as diversas técnicas do esporte.

3- Quais o ganhos e benefícios de treinar um arte marcial desde cedo, desde criança? 

Um ambiente positivo esportivo visa desenvolver a autoestima, confiança, autonomia, tolerância à frustrações, superar a timidez, agilidade, relacionamento interpessoal, canalização da energia, redução da ansiedade, memória, melhora do humor. São infinitos os benefícios!

4- Na sua opinião, o que mais motiva e mantém uma criança em treinamento em uma arte marcial e o que pode desmotivar, afastar?

O que mais motiva e mantem uma criança em treinamento é criar um ambiente adaptado à elas, com um clima muito divertido  sem perder a disciplina e os fundamentos bases das artes marciais. A criança se desmotiva quando este clima de aula não é permitido, onde a metodologia de ensino não é adaptada para sua idade, onde posições são ensinadas precipitadamente acarretando em machucados e choros.

5- Como você vê o momento atual (nas academias espalhadas pelo país) em termos de prática de artes marciais para crianças?

Vejo que hoje a grande maioria das academias estão abrindo horários de Jiu-Jitsu Kids, sem uma fiscalização,  isto me assusta, será que estes professores estão capacitados para esta tarefa? Não basta ter somente graduação em arte marcial, deve se ter conhecimento técnico de manejo infantil, informações que possam ampliar sua visão sobre como lidar com crianças e não somente se basear nas suas experiências de vida para este manejo.
Vejo crianças de 4 anos na internet aplicando estrangulamentos em outras, eu não concordo,  acredito que tudo há o seu tempo de aprendizado. Rompantes de agressividades são comuns em crianças de até 6 anos de idade, imagina uma criança em crise, uma situação é ela dar um tapa sem jeito em uma amigo, outro ponto é ela aplicar um estrangulamento técnico, onde sabemos que a força é ampliada pela técnica e o local de pressão é muito sensível.
O professor assume uma postura de exemplo para a criança, bem em um momento onde ela esta constituindo sua personalidade então esta referência não pode ser dada para qualquer pessoa.

6- O que você sugerir para quem deseja colocar seu filho em uma academia, considerando os aspectos de que cada indivíduo, em especial as crianças, possuem suas particularidades (uns mais tímidos outros mais extrovertidos etc…).

Primeiramente verificar se academia esta afiliada à Federações que autorizem seu funcionamento, antes de levar a criança os pais devem conhecer o professor, assistir uma aula e conversar com os pais presentes sobre suas opiniões e evoluções que seus filhos vem apresentando. Somente após esta estratégia você deve levar seu filho para uma aula.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Evandro Gaieski



Categorias
EspeciaisJiu JitsuLutas

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

3 × 4 =

RELACIONADO POR