Crianças Que Dão Nocaute – Parte II (Jiu-Jitsu)

      O Jiu-Jitsu é uma luta que tem suas origens no Japão, onde se usa alavancas, torções e pressões para levarem um adversário ao chão e dominá-lo....
(Foto:Divulgação)

(Foto:Divulgação)

 

    O Jiu-Jitsu é uma luta que tem suas origens no Japão, onde se usa alavancas, torções e pressões para levarem um adversário ao chão e dominá-lo. Segundo alguns historiadores o Jiu-Jitsu ou a “arte suave” nasceu na Índia, sendo praticado por monges budistas.

     Atualmente muito se vê da “arte suave” nos grandes eventos de MMA, isso porque os golpes, as alavancas, as finalizações, as defesas, ou os movimentos podem definir a vitória de uma luta.

     O Jiu-Jitsu chega a ser tão fascinante que um cara que pesa 50kg, pode facilmente finalizar um adversário que pesa 100kg.

 

(Foto:Divulgação)

                                  (Foto:Divulgação)

 

“Mas uma criança, ela pode treinar Jiu-Jitsu?”

É CLARO QUE SIM !

     Hoje em dia se tornou mais que comum uma criança querer trocar o futebol pelo Jiu-Jitsu, tem pais que já colocam as crianças no treino a partir dos 03 anos de idade.  Isso porque as crianças liberam aquela “ilimitável” energia e ansiedade no tatame.

    E o bacana é que além de trabalhar toda a parte física, o Jiu-Jitsu AJUDA BASTANTE no desenvolvimento pessoal, ou seja, a criança já vai aprendendo a ter disciplina, respeito, organização, honestidade e etc..

“Nossa, eu não sabia disso. Além desses benefícios já citados, existem mais?”

Existem VÁRIOS BENEFÍCIOS, dá só uma olhada…

# Aprende a ter Disciplina;

# Aumenta a autoconfiança (se os adultos já sentem, imagine os pequenos);

# Melhora da coordenação motora;

# Aumento da concentração em atividades que exijam esforço mental;

# Melhora no condicionamento físico;

# Saber perder, que mesmo na derrota eles aprendem que isso é natural;

# Perda de quilinhos para aquela criança que está sedentária;

# Ajuda contra o estresse (sim, crianças também se estressam);

# Gasto de bastante energia, lá elas cansam de verdade (embora a energia de algumas crianças seja quase ilimitada rsrs)

 

(Foto:Divulgação)

                                   (Foto:Divulgação)

 

“E se a criança treinar Jiu-Jitsu ela ficará briguenta ou agressiva?”

     Pelo contrário, a criança aprenderá uma famosa frase que é dita em todos os tatames “quem luta, não briga”. A criança treinando terá mais respeito. E toda aquela agitação, energia, ansiedade e até mesmo o estresse serão gastados ali no tatame.

“Achei tudo muito bom, e para terminar, quais são as sugestões para que se faça antes de matricular uma criança no Jiu-Jitsu?”

     A primeira sugestão é levar a criança até um médico, para que seja feito um exame que diga se a criança está ou não está apta para fazer alguma atividade física. Outra sugestão é procurar um espaço que seja adequado, uma academia, por exemplo, verifique se o tatame está em boas condições, e verifique se o professor é formado, seja faixa-preta e possui cadastro na federação do esporte. Se possível, leve a criança para uma aula experimental e assista. Com isso você já terá algumas conclusões se o local é adequado ou não.

                E então papai, mamãe, titio, titia, vovô, vovó… ? O que acham de ao invés de no dia das Crianças vocês darem de presente um computador, tablet, ou celular, vocês presentearem a criança com um KIMONO para treinar Jiu-Jitsu ?

OSS

UM FELIZ DIA DAS CRIANÇAS !!!

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

 

Escrito por Júnio Sarmento



Categorias
Jiu JitsuLutas
Sem Comentários

Responder

*

*

2 × 5 =

RELACIONADO POR