Cris Cyborg: “Minha luta contra a Ronda Rousey nunca vai acontecer”.

A brasileira usou suas redes sociais para explicar por que sua luta contra Ronda Rousey pode nunca acontecer. Cris ainda criticou a americana, dizendo que "seu cinturão foi DADO a ela", que ela foi "fabricada" pelo UFC e que nunca rendeu bons pay per views.
(Foto: FoxSports)




Cristiane “Cyborg” Justino chegou ao UFC de forma avassaladora. Duas lutas, duas vitórias, dois nocautes brutais. Embora os combates tenham sido em peso casado, muitos consideram a atleta uma campeã indiscutível dentro do UFC e pleiteiam pela criação de sua categoria de peso dentro do Ultimate. Muitos outros, entretanto, ainda fomentam interesse em uma superluta que vem sendo comentada há anos: contra Ronda Rousey. O UFC se pronunciou e disse que esta luta poderá acontecer em breve, mas logo em seguida anunciou o retorno da ex-campeã peso-galo feminino contra a hoje campeã Amanda “Leoa” Nunes no UFC 207, valendo cinturão. Dana White comentou que caso vencer, Rousey encara Cyborg em uma superluta.



A brasileira, por outro lado, não se mostrou otimista com a realização desta luta. Cyborg usou seu Instagram (@CrisCyborg) e em uma série de postagens, alfinetou a americana e apontou motivos para explicar o por quê desta luta jamais acontecer. Cyborg alegou que o fato de Ronda receber title-shot imediatamente após sofrer derrota para Holly Holm e ficar um ano afastada após o combate reforçam o argumento de que ela é “criada pela mídia” e que a atleta “se beneficia pela marca UFC e por todo o marketing que a empresa a dá”. A brasileira ainda diz que Ronda não lutou para conquistar seu cinturão, que ganhou o cinturão em uma promoção marketeira do UFC e que “não é uma guerreira de verdade”. Cris também não acredita que Ronda vença Amanda Nunes.

Instagram oficial da Cris Cyborg com a postagem sobre o por quê sua luta contra Ronda Rousey poder jamais acontecer. (Foto: Instagram - @CrisCyborg)

Instagram oficial da Cris Cyborg com a postagem sobre o por quê sua luta contra Ronda Rousey poder jamais acontecer. (Foto: Instagram – @CrisCyborg)

Em uma postagem de seu Instagram e sua página no Facebook, Cyborg no melhor estilo “textão” não poupou mais críticas à Ronda, ao UFC e a todo o alarde publicitário feito em cima desta luta em potencial, na publicidade em volta de Ronda e em alegações feitas pela americana de que ela toparia lutar em peso casado, alegações estas que foram desmentidas pela americana em seguida. O texto poderá ser conferido na íntegra aqui. Cyborg ainda afirmou que Ronda recusou-se lutar duas vezes com ela este ano, uma delas pelo UFC 205 em Nova Iorque.

Ronda está afastada do MMA desde sua derrota para Holly Holm em Novembro do ano passado. Muitos achavam que ela tinha se aposentado mas recentemente o UFC anunciou seu retorno para o final deste ano. Cris Cyborg esteve em ação duas vezes, no UFC 198 em Curitiba contra Leslie Smith e recentemente, em Brasília, contra Lina Länsberg no UFC Fight Night: Cyborg vs. Lansberg em Setembro. Caso esta luta não se concretize, outras lutadoras já mostraram interesse em enfrentar Cyborg, dentre elas a ex-campeã Miesha “Cupcake” Tate.






IBlackbelt
Categorias
LutasMMAMMA femininoMMA InternacionalUFCWMMA

Paulistano, São Paulino, baterista, perito em TI, fanático por lutas e viciado em games. Colunista e redator Nocaute Na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    19 − 11 =

    RELACIONADO POR