Da morte do pai, a campeão do UFC: Conheça a trajetória de Anthony Pettis

Para se tornar campeão do UFC não é nada fácil, exige inúmeras coisas, como foco, determinação, talento, e principalmente o psicológico de saber lidar com a fama. Esse ultimo...

Para se tornar campeão do UFC não é nada fácil, exige inúmeras coisas, como foco, determinação, talento, e principalmente o psicológico de saber lidar com a fama. Esse ultimo quesito citado, era o que todos temiam em Anthony Pettis, já que o resto ele tem tudo. Tudo isso graças ao incidente com seu pai Eugene Pettis Jr, que foi assassinado após um assalto em novembro de 2003, quando Pettis tinha somente 15 anos de idade. Desde então, sua mãe Annette, tem sido o fator determinante para a carreira brilhante de Pettis. 

Anthony Pettis / Zuffa LLC

Anthony Pettis / Zuffa LLC

Pois foi ela que incentivou seu filho a começar no MMA, desde quando Pettis começou no Taekwondo. Seu talento começou a ser reconhecido, e imediatamente foi contratado pelo organização GFS, em janeiro de 2007. Desde então, o lutador evoluiu monstruosamente, subindo cada vez mais, e virou campeão peso leve do GFS. Em junho de 2009, foi contratado pelo antigo WEC. Em sua 2ª luta pela organização, conheceu sua primeira derrota na carreira, depois de ter um cartel de 9-0. Essa derrota não abalou Pettis, que acabou virando campeão da organização mais tarde, contra Ben Henderson, e ali ficou famoso pelo “chute Matrix”, que ele aplicou.



Quando chegou ao UFC, como campeão peso leve do WEC, Anthony Pettis já entrou bastante pressionado pelo status que chegava ao evento, e para ajudar, uma derrota inesperada em sua estréia, para o veterano Clay Guida, derrota que na qual atrapalhou os planos de Pettis, de lutar pelo cinturão. Apesar disso, essa derrota de um modo geral, ajudou Pettis, que desde então não sabe o que é mais derrota. Sua recuperação começou contra Jeremy  Stephens no UFC, 136, depois disso venceu Joe Lauzon, Donald Cerrone.

Com 3 vitórias seguidas, e a lesão de TJ Grant, Pettis o substituiu para enfrentar Benson Henderson. Com uma bela finalização ainda no 1º round, Pettis realizava seu sonho, de ser campeão do maior evento de MMA do planeta. Depois dessa vitória, Pettis acabou se lesionando, e ficou 1 ano e 3 meses afastado, sendo 6 meses sem poder nem treinar. Em sua primeira defesa de cinturão, encarou Gilbert Melendez, ex campeão do strikeforce e WEC. A luta começou dura para o campeão, porém no 2º round, mostrou toda sua versatilidade e rapidez, e conseguiu o que nenhum havia conseguindo, finalizar Gilbert Melendez, com uma bela guilhotina. Assim Pettis se consolidou de vez, como melhor peso leve do planeta.

Agora Pettis fará sua 2ª defesa de cinturão, contra o brasileiro Rafael Dos Anjos, um dos lutadores que mais evoluíram dentro do UFC, e será um desafio e tanto para o campeão. Mas Pettis está acostumado a grandes desafios, seja na vida pessoal ou no octógono.

Confira o countdown Pettis vs Dos Anjos

https://www.youtube.com/watch?v=e4HM67s_4sY

UFC 185 Pettis x Dos Anjos
14 de março, em Dallas (EUA)
CARD PRINCIPAL
Peso-leve: Anthony Pettis x Rafael dos Anjos
Peso-palha: Carla Esparza x Joanna Jedrzejczyk
Peso-meio-médio: Johny Hendricks x Matt Brown
Peso-pesado: Alistair Overeem x Roy Nelson
Peso-mosca: Chris Cariaso x Henry Cejudo
CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Ross Pearson x Sam Stout
Peso-médio: Elias Theodorou x Roger Narvaez
Peso-leve: Daron Cruickshank x Beneil Dariush
Peso-pesado: Jared Rosholt x Josh Copeland
Peso-mosca: Sergio Pettis x Ryan Benoit
Peso-leve: Jake Lindsey x Joseph Duffy
Peso-galo: Larissa Pacheco x Germaine de Randamie

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

                                                                             Escrito por Douglas Barcellos



Categorias
LutasUFC

27 anos, gaúcho, bacharel em administração.
Sem Comentários

Responder

*

*

4 × três =

RELACIONADO POR