Dedé Pederneiras fala sobre o futuro de Renan Barão e Cláudia Gadelha

O líder da Nova União, André Pederneiras, falou sobre o futuro de dois dos maiores nomes de sua equipe: Renan Barão e Cláudia Gadelha. O ex-campeão dos galos, Barão,...
Renan Barão e Claudia Gadelha (Foto: Reprodução/Facebook)

Renan Barão e Claudia Gadelha (Foto: Reprodução/Facebook)

O líder da Nova União, André Pederneiras, falou sobre o futuro de dois dos maiores nomes de sua equipe: Renan Barão e Cláudia Gadelha.

O ex-campeão dos galos, Barão, está em situação incômoda em sua divisão. Ele perdeu o cinturão em maio de 2014 para TJ Dillashaw, em uma das maiores zebras daquele ano. Depois, bateu Mitch Gagnon em dezembro do mesmo ano e, com a lesão de Dominick Cruz, ganhou a chance de fazer a revanche com Dillashaw outra vez – revanche essa que já havia sido marcada para agosto de 2014, mas Barão teve problemas no processo de perda de peso. No segundo duelo contra TJ, outra derrota, que praticamente tirou as chances de Renan conseguir um novo title shot enquanto o seu algoz for o campeão. O presidente do UFC, Dana White e o próprio colega de equipe, campeão peso-pena do UFC, José Aldo, já afirmaram que querem ver Barão na categoria de cima. Mas “Dedé” disse que isso pode demorar um pouco:



A subida do Barão depende de fatores que não posso falar agora. Existe a possibilidade? Sim, mas também existe a possibilidade de que ele fique entre os galos. Estamos estudando muitas coisas que estão acontecendo e vamos esperar para ver o que dá.

A chance de Barão ficar entre os galos seria uma vitória de Dominick Cruz sobre TJ Dillashaw, no duelo que ocorre em janeiro do ano que vem, e que daria a chance para Barão enfrentar um novo adversário pelo título. Por outro lado, ele não poderá mais usar a reidratação com soro venosa, o que é um grande problema após as pesagens.

Já para Cláudia Gadelha, a situação é diferente. Ela estava escalada para enfrentar a campeã Joanna Jedrzejczyk, em janeiro do ano que vem. Mas após a lesão na mão que sofreu em sua luta mais recente, contra Jessica Aguilar, em agosto no UFC 190, e também com o adiantamento da próxima defesa de cinturão da polonesa para o UFC 193, ela foi passada para trás e Valerie Letourneau acabou ganhando o title shot – Gadelha não seria capaz de se recuperar até novembro para a luta. Antes do duelo contra Aguilar, Gadelha vinha de uma derrota para a própria Jedrzejczyk, em uma luta muito polêmica.

Ela está voltando aos treinos agora. Os médicos já a liberaram para alguns treinamentos. Se não for agora, ela disputará o cinturão no ano que vem. Ela é a próxima desafiante.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Texto escrito por: Lucas Costa



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

dezessete − quatro =

RELACIONADO POR