Demian e Erick Silva decepcionam em Barueri, Toquinho emociona com volta por cima

O Ginásio José Correia estava lotado e a espera de um grande show, apesar de não ser um evento PPV e ser no Brasil, era um card interessante para...

O Ginásio José Correia estava lotado e a espera de um grande show, apesar de não ser um evento PPV e ser no Brasil, era um card interessante para os fans, onde poderia definir o próximo desafiante da categoria dos meio médios do UFC, na primeira luta do card, Alan Nuguette não tomou conhecimento de Gareth Whiteley e o nocauteou no primeiro round. Na segunda luta da noite tivemos uma luta bastante movimentada. Na seguinte luta Cariaso e Iliarde mostraram muito coração, mas o americano se deu melhor nocauteando o brasileiro no segundo round na trocação franca, em seguida Yan Cabral não tomou conhecimento de David Mitchell e o controlou como quis durante toda a luta no solo, vencendo por decisão unanime,  já na ultima luta preliminar, tivemos uma luta mais equilibrada, Ildemar Alcantara e Igor Araujo lutaram com garra e na base do sacrifício, e de virada Igor Araujo venceu o segundo e terceiro round, assim se sagrando vencedor do duelo.

Inovafoto

Alan Nuguette comemorando a vitória (Foto: Inovafoto)

Na primeira luta principal, tivemos um excelente duelo que foi consagrado como luta da noite, Assunção vs Dillashaw, Dillashaw conseguiu ir melhor no primeiro round, mochilou e por muito pouco não finalizou o brasileiro, no segundo e terceiro round, Raphael conseguiu impor seu jogo, acertou bons golpes e em uma decisão muito apertada, venceu por decisão dividida. Na seguinte luta Toquinho foi cruel e em menos de um minuto de luta finalizou Mike Pierce com sua especialidade, a chave de calcanhar, vitória emocionante, visto que Toquinho vinda em situação complicada no UFC e uma derrota lhe custaria o emprego. Na sequencia do evento, Maldonado entrou no octógono para enfrentar Beltran, e não consegui impor seu jogo no começo, Beltran o prendeu na grade varias vezes durante a luta, Maldonado chamava Beltran para a luta e abusava dos jabs e golpes na linha de cintura, mas uma decisão apertada, no final o brasileiro venceu, mais não convenceu, decisão dividida a favor de Fabio Maldonado.



Rodrigo Maliverni

Toquinho finalizando Mike Pierce (Foto: Rodrigo Maliverni)

Thiago Silva vs Matt Hamill, apesar de ter ficado acima do peso e não estar bem fisicamente, Thiago Silva não tomou conhecimento do adversário e foi dominante durante os três rounds, por muitas vezes ficou perto de nocautear Hamill, inclusive no final da luta, Matt Hamill já não se segurava em pé devido aos chutes e socos que tomou e a sua preparação física também não era das melhores, no fim das contas, decisão unanime em favor do bad boy brasileiro. No co-main event, esperávamos enfim o “Fenômeno Capixaba” deslanchar de vez na categoria, no primeiro round acertou vários golpes no Coreano, Erick foi com tudo pra cima, estava rápido como um raio, foi quedado, mas estava bem na luta, no segundo round foi pra cima novamente com tudo, o Coreano sentiu, Erick não quis nem saber de ir com calma e continuou, até que o Coreano soltou uma esquerda potente, que fez Erick cair apagado, a falta de experiencia pesou mais uma vez para Erick Silva, que terá que repensar seu jogo se quiser alçar voos maiores na categoria, bela vitória de Dong Hyun Kim.

Heitor Feitosa

Kim nocauteando Erick Silva (Foto: Heitor Feitosa)

Na luta principal da noite, Infelizmente não deu para o nosso Especialista Demian Maia, após um duelo muito disputado, repleto de golpes e de muita trocação, os juízes deram vitória ao americano Jake Shields que se aproxima da chance de disputar o cinturão contra GSP. Shields surpreendeu a todos com a qualidade de suas fugas e a capacidade em colocar em perigo o brasileiro, com isso anulou o Jiu-jítsu de nosso atleta verde e amarelo que não se conforma com a derrota.

Willian Lucas

Shields e Maia trocando golpes (Foto: Willian Lucas / Inovafoto)

Shields soube reconhecer a qualidade de Maia ao fim da luta: ” Foi uma das lutas mais duras da minha carreira, como as contra Georges St-Pierre e Dan Henderson. Ele é um fenômeno, um mestre no que faz. Foi uma luta muito dura. No quinto round, para mim, estava dois rounds para cada lado, muito próximo. A gente precisava mostrar tudo o que podia, eu estava cansado, mas acho que consegui mostrar mais “Demian agora deve esperar mais um pouco para tentar o title shot.

Willian Lucas  Inovafoto

Maia e Shields no momento da decisão (Foto: Willian Lucas / Inovafoto)

UFC Fight Night: Maia vs Shields

Confira todos os resultados do evento:

Card principal
Jake Shields venceu Demian Maia por Decisão Dividida. ASSISTIR LUTA
Dong Hyun Kim venceu Erick Silva por Nocaute aos 3:01 do 2º Round. ASSISTIR LUTA
Thiago Silva venceu Matt Hamill por Decisão Unânime. ASSISTIR LUTA
Fábio Maldonado venceu Joey Beltran por Decisão Dividida. ASSISTIR LUTA
Rousimar Palhares venceu Mike Pierce por Finalização aos 0:31 do 1º Round. ASSISTIR LUTA
Raphael Assunção venceu TJ Dillashaw por Decisão Dividida. ASSISTIR LUTA

Card preliminar
Igor Araújo venceu Ildemar Marajó por Decisão Unânime.
Yan Cabral venceu David Mitchell por Decisão Unânime. ASSISTIR LUTA
Chris Cariaso venceu Iliarde Santos por Nocaute Técnico aos 4:32 do 2º Round.
Alan Nuguette venceu Garett Whiteley por Nocaute Técnico aos 3:54 do 1º Round.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta nossa página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

  Escrito por: Abílio Santos e Victor Nunes



Categorias
LutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Um Comentário
  • Brazil Combate – Chérri Filho
    10 outubro 2013 at 13:33
    Responder

    Realmente esse evento decepcionou nós brasileiros. Mas estamos no 3×2. valeu.

  • Responder

    *

    *

    18 + dezoito =

    RELACIONADO POR