Em entrevista, Sergei Kharitonov se diz honrado em ser o único russo a bater Werdum

Um dos competidores com vasta experiência nos esportes de combate, competidor que pisou no Pride, UFC, Strikeforce e hoje de volta no M1 Global tem revanche marcada contra o...

Um dos competidores com vasta experiência nos esportes de combate, competidor que pisou no Pride, UFC, Strikeforce e hoje de volta no M1 Global tem revanche marcada contra o ex campeão do banner, Kenny Garner, antes confronto armado para as terras do Cazaquistão, o atleta fala ainda sobre carreira e Fabricio Werdum, confira a entrevista com o veterano russo Sergei Kharitonov.

Sergei, o quanto vc quer essa revanche com Kenny Garner?

“Essa revanche com Kenny Garner é extremamente importante pra mim, a luta acontecerá no Cazaquistão, este é um lugar que sempre tive muito apoio, a última luta na China não foi como planejei, ele parece já estar sendo pego pela idade, diferente de mim que tenho feito uma preparação muito forte pra essa luta.”

Sergei Kharitonov

O que aconteceu de errado na última luta?

“Bem, Garner mostrou um ótimo jogo de controle e ele até teve sucesso em me segurar por um tempo mas quando ele tentou me finalizar é que achei uma surpresa, nessa luta não me preparei tanto devido às minhas lutas marcadas no Kickboxing, por isso prometo que dessa vez será diferente”

Quais os erros você acredita que cometeu nessa primeira luta?

“O meu único erro foi não ter treinado direito para uma competição de MMA, estiver bastante cansado nessa luta e tenho certeza que foi justamente pela preparacao que tive no Kickboxing, prometi ao presidente do Valdin Finkenchstein que lutaria, então não tive escolha, dessa vez fiz tudo correto e estou pronto”

Qual sua vantagem nessa luta contra Garner, na sua visão?

“Acredito que seja o meu Striking, sempre competi em diversos esportes de combate, a experiência também é favorável à mim, do outro lado, ele tem a experiência no Grappling a seu favor”

Sergei Kharitonov VS Kenny Garner

Fala um pouco de sua preparou na Tailândia.

“Eu treinei lá com Alistair Overeem e com alguns europeus e brasileiros, também visitei meu coach na Bielorrússia, visando essa parte de condicionamento”

E foi produtivo os treinos com Overeem?

“Com toda a certeza, Overeem é um top 10 do UFC, então treinar com ele só me faz bem.”

Você lutaria pelo título do M-1 Global contra Marcyn Tibura?

“Certamente sim, nunca escolhi lutas, eu ainda sou o único russo que venceu Fabricio Werdum, tenho também muitas vitórias sobre grandes HW’s, como Nogueira, Overeem, Rua e Arlovski, caras que são campeões mundiais, nunca neguei uma luta, se tivesse essa luta oferecida, jamais negaria.”

Voce já pensa em aposentadoria?

“Não, ainda não, sou novo e ainda acho que minha carreira recém começou”

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Douglas Bernardi



Categorias
LutasMMA Internacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

três × 4 =

RELACIONADO POR