Em Natal, Cejudo diz que luta com Deiveson depende de oferta do UFC: “Vou nocautear esse cara”

Ex-campeão dos moscas afirma que volta da aposentadoria depende de oferta financeira do UFC
Henry Cejudo afirma estar disposto a lutar com Deiveson Figueiredo, a depender da proposta financeira do UF (Foto: Jeff Bottari – Zuffa LLC)

Henry Cejudo diz que aceita sair de sua aposentadoria caso o UFC esteja disposto a negociar uma valorosa oferta financeira. Em recente passagem pelo Brasil, o ex-campeão dos moscas (57kg) declarou que sente falta de lutar e que pode enfrentar Deiveson Figueiredo, a depender da compensação monetária oferecida por Dana White.

Cejudo visitou a academia Pitbull Brothers, dos irmãos Patrício e Patricky Pitbull, em Natal, e declarou em entrevista ao Combate.com  que nocautearia o atual campeão peso-mosca em um possível combate. “Gosto dele, ele não dura mais de dois rounds comigo. Não tem wrestling, eu acho que sou mais brasileiro do que ele. Para mim, esse cara é paraguaio. Ele está cuidando do meu cinturão, é a babá do meu cinturão. Quando eu decidir voltar, o cinturão voltará para mim”, declarou



No entanto, o lutador de 33 anos afirmou que a luta com o brasileiro depende de uma oferta que o presidente do UFC está disposto a fazer .”Preciso falar com Dana White e ver de quanto dinheiro estamos falando. Estou com saudade de lutar, mas preciso de uma motivação para tudo isso. Se ele me der o que eu quero, o Deus da Guerra vai enfrentar o triplo C. Vou nocautear esse cara”, afirmou.

Afastado do octógono desde maio do ano passado, quando venceu Dominick Cruz no UFC 249, o americano tem trocado provocações nas redes sociais com o “Deus da Guerra”. Desde que se aposentou do mundo das lutas, essa é a primeira vez que Cejudo dá a entender que está aberto a voltar aos combates no Ultimate.



Categorias
Lutas
Sem Comentários

Responder

*

*

catorze − 3 =

RELACIONADO POR