Entrevista: Claudio Heinrich

Ator e Lutador, Claudio Heinrich, conhecido pelo papel do professor “Dado”, em Malhação, fala ao Nocaute na Rede sobre a carreira no Teatro e TV; a amizade com o...

Ator e Lutador, Claudio Heinrich, conhecido pelo papel do professor “Dado”, em Malhação, fala ao Nocaute na Rede sobre a carreira no Teatro e TV; a amizade com o seu mestre, Roberto “Gordo”; a vida nos tatames e seu projeto envolvendo luta e TV.

Claudio, a vida é uma “arte” e você vive a experiência da vida no tablado (Teatro e TV) e tatame (BJJ), como surgiram os dois em sua vida?



Eu fiz oficina de atores na Rede Globo, em 1994, e entrei na Malhação em 1995. Fiz teste para o personagem Dado e, segundo o próprio Roberto Talma (Diretor), esse papel tinha o meu perfil. Quanto ao tatame, eu sempre tive contato com o universo das artes marciais. Pratiquei Judo e Taekwondo. O Jiu-Jitsu eu já conhecia, mas sem praticar. Eu tive que fazer um laboratório para interpretar o personagem Dado e acabei tendo o meu primeiro contato com a arte suave.

O Personagem Dado, em Malhação, foi o que lhe impulsionou para o BJJ?

Sim. Tive aulas particulares com o Dedeco (André Almeida), do professor Ricardo De La Riva e com o próprio De La Riva também. Fui treinado por um período pelo professor Ricardo Libório, e me graduei à faixa azul.

Claudio (centro) e Gordo (esquerda)

Claudio (centro) e Gordo (esquerda)

Você é faixa preta do Gordo (Roberto Correa), como iniciou esse contato?

Eu já conhecia o Gordo, criador da meia-guarda. Tenho amigos que me indicaram a treinar com ele e estou lá com o meu mestre até hoje.

Como está a sua vida atualmente, conciliando o esporte e seus projetos cênicos?

Sempre conciliei esporte e trabalho. Eu nunca deixei de praticar atividade física, mesmo com ritmo intenso de trabalho. Acho importante pra qualquer pessoa, em qualquer carreira.

Na arte da interpretação, você prefere qual gênero para encarnar?

Eu procuro buscar personagens completamente da minha realidade. O grande barato de ser ator é isso: viver outras vidas fora da sua realidade.

E no Jiu-Jitsu, qual a posição que o atleta / ator gosta de executar?

Eu gosto de finalizar no triangulo, mas o que eu mais gosto é raspar, e se for na meia-guarda fico mais feliz ainda.

Você tem algum projeto de TV ou Teatro relacionado à luta?

Sim. Eu tenho um projeto sobre artes marciais, mas só pra 2016. Vamos aguardar… Em breve novidades!

Claudio em ação (Foto: CBJJ)

Claudio em ação (Foto: CBJJ)

Trocação com Claudio Heinrich …

Melhor personagem…

Dado (Malhação)

Melhor momento na luta…

Quando me graduei à faixa-preta (Jiu-Jitsu)

Hoje, você é mais Dado ou Cláudio?

Sou mais Cláudio… Risos.

Gordo pra você é …

É um mestre e um amigo. Ele é o melhor exemplo pra mim, nos tatames e na vida.

Gastronomia predileta…

Comida Japonesa, Picanha e strogonofe de carne da minha mãe.

Filme…

Avatar e Taxi Driver.

Livro…

O Reacionário (Nelson Rodrigues).

Recado final aos seguidores do NOCAUTE NA REDE.

Pra você que faz BJJ ou outra arte marcial lembre-se: pratique e represente bem a sua arte. Valorize o esporte.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por André Vieira Ribeiro



Categorias
EntrevistasJiu JitsuLutas

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

17 − 7 =

RELACIONADO POR